conecte-se conosco

Entretenimento

Acadêmicos do Tatuapé é a campeã do Carnaval 2018 de SP

Publicado

em

brasil-carnaval-sp-academicos-do-tatuape-20180210-007-copy

Pelo segundo ano consecutivo, a escola de samba Acadêmicos do Tatuapé é a campeã do Carnaval 2018 de São Paulo. O resultado foi conhecido na divulgação do último quesito, com as notas de mestre-sala e porta-bandeira. A escola desfilou no Sambódromo do Anhembi na sexta-feira (9) e prestou um tributo ao Maranhão e sua cultura local.

A Acadêmicos do Tatuapé assumiu a ponta da classificação apenas no sétimo quesito e de lá não mais saiu. Fizeram a diferença as notas descartadas, que valem para o desempate (das quatro avaliações dos jurados em cada quesito, a pior é desconsiderada no somatório geral). Isso tirou as chances de título das outras escolas que alcançaram os mesmos 270 pontos da campeã: Tom Maior e Mancha Verde receberam um 9,9 no quesito alegoria; Mocidade Alegre teve um 9,9 em fantasia.

As escolas voltam ao Sambódromo na próxima sexta-feira (16), no desfile das campeãs, que também terá a presença da Dragões da Real (5ª colocada), junto com Águia de Ouro e Colorado do Brás, campeã e vice do grupo de acesso.

Este é o segundo título da história da Acadêmicos do Tatuapé, que voltou a disputar no grupo especial em 2013. O desfile da escola campeã foi assinado pelo carnavalesco Wagner Santos e teve a participação de 2.761 componentes, divididos em 26 alas e cinco carros alegóricos. A ala das baianas homenageou a Floresta dos Guarás, uma das maiores reservas florestais do Maranhão. O Palácio dos Leões, sede do governo, e outros pontos turísticos da capital São Luís, foram representados nas alegorias.

Foram rebaixadas as escolas Unidos do Peruche e Independente Tricolor, punida com 1,2 ponto por usar uma empilhadeira para puxar um dos carros alegóricos. Apesar de ter desfilado, a Acadêmicos do Tucuruvi não foi avaliada pelos jurados. Os presidentes das 14 escolas do grupo especial concordaram que a agremiação não seria rebaixada após sofrer um incêndio em janeiro, que afetou 90% de suas fantasias e alegorias.

Veja a classificação final do grupo especial:

1º Acadêmicos do Tatuapé – 270
2º Mocidade Alegre – 270
3º Mancha Verde – 270
4º Tom Maior – 270
5º Dragões da Real – 269,9
6º Império de Casa Verde – 269,7
7º Gaviões da Fiel – 269,6
8º Rosas de Ouro – 269,6
9º Vila Maria – 269,5
10º Vai-Vai – 269,3
11º X-9 Paulistana – 268,9
12º Acadêmicos do Tucuruvi – 216
13º Unidos do Peruche – 268,4
14º Independente – 267,7

 

Fonte: veja

Notícias do Brasil e do mundo você encontra aqui. Leia, comente, compartilhe e assista nossos programas. NBO - Um Novo Brasil Online começa aqui.

Entretenimento

Daniel Craig leiloa seu carro do 007 para caridade

Publicado

em

3420220

Daniel Craig, diretor da organização de caridade The Opportunity Network ao lado da esposa Rachel Weisz, está leiloando seu veículo particular da Aston Martin, marca de carros que aparece nos filmes da franquia James Bond desde 1964, em 007 Contra Goldfinger. O valor estimado do automóvel varia de US$ 400 milhões a US$ 600 milhões.

De exterior azul-marinho e interior em couro azul-escuro, o carro do ator é uma edição limitada da Aston Martin, um Vanquish 2014 produzido para comemorar o centenário da marca. Dos cem veículos produzidos, Craig possui o automóvel de número 007 (óbvio!). Os carros de luxo da fabricante britânica apareceram em todos os filmes estrelados por ele: 007 Contra Spectre (2015), 007 – Operação Skyfall (2012), 007 – Quantum of Solace (2008) e 007 – Cassino Royale (2006).

O dinheiro arrecadado com a venda será revertido para organização da qual Craig é um dos diretores, segundo a casa de leilões Christie’s . A The Opportunity Network foca no auxílio de objetivos acadêmicos e profissionais de jovens de comunidades carentes.

Craig irá interpretar o espião mais conhecido da sétima arte mais uma vez em James Bond 25. O 25º filme da franquia tem previsão de ser lançado no dia 7 de novembro de 2019, mas ainda permanece em busca de um diretor após Denis Villeneuve ter sido descartado.

 

Fonte: terra

Continue lendo

Entretenimento

Mulheres vão de preto ao Bafta contra o assédio — e Kate, não

Publicado

em

entretenimento-bafta-premiacao-20180218-015

Kate Middleton não aderiu ao movimento contra o assédio e o abuso sexual do Bafta 2018, que acontece neste domingo no Reino Unido. Celebridades usaram vestidos de cor preta no tapete vermelho da premiação, considerada o Oscar do cinema britânico. A duquesa de Cambridge, que está grávida do terceiro filho, entrou no recinto com um vestido verde-escuro e um cinto preto, look assinado pela estilista Jenny Packham.

Kate chegou acompanhada do príncipe William, o segundo na linha de sucessão da coroa britânica e presidente dos Bafta desde 2010. Nos últimos dias, especulou-se a possibilidade da duquesa se unir às atrizes em seu protesto contra o assédio vestindo negro, cor que ela escolheu para seu traje no ano passado na mesma cerimônia.

No entanto, a duquesa de Cambridge, como é habitual entre os membros da família real, não se juntou ao protesto político, na qual participaram atrizes como Angelina Jolie, Saoirse Ronan, Salma Hayek, Jennifer Lawrence, Sally Hawkins e Greta Gerwig.

O luto no tapete vermelho do Bafta segue os protestos em premiações americanas, incluindo o Globo de Ouro e o Grammy. Nesta semana, mulheres britânicas ainda criaram um fundo de apoio para ajudar vítimas de assédio e abuso sexual chamado Justice and Equality Fund.

 

Fonte: veja

Continue lendo

Entretenimento

Amiga que doou rim a Selena Gomez sobre recuperação: ‘humilhante’

Publicado

em

selena
A atriz Francia Raisa contou as dificuldades que passou após doar um rim para a amiga Selena Gomez no último ano. “Eu sou uma pessoa muito ativa, então foi bem difícil quando meu médico disse que não poderia me exercitar por dois meses”, explicou no programa de entrevistas da televisão americana apresentado pelo cantor Harry Connick Jr. “Não conseguia levantar sem a ajuda de alguém. Isso era bem humilhante”, desabafou.Em setembro de 2017, Selena revelou que precisou de um transplante de rim. “É mais difícil para o doador, porque estamos perdendo algo que o seu corpo não precisa perder”, afirmou Francia. “Eu não podia fazer nenhum tipo de exercício. Todos os dias, esperava poder beber um café e andar, mas não conseguia. Isso era muito difícil.”

Gomez foi diagnosticada com lúpus em 2013. A doença autoimune produz anticorpos que agem contra os próprios tecidos do organismo. Entre os principais órgãos afetados, encontram-se pele, rins e pulmão. Ainda não foi descoberta uma cura para a patologia.

Francia postou um vídeo em seu Instagram em que é possível ver as cicatrizes resultantes do procedimento pelo qual passou, quando voltou a fazer exercícios físicos. Na entrevista ainda contou que está mais próxima de Selena. “Nós somos uma família agora. Ela tem o meu sangue”, afirmou, de acordo com o site americano Just Jared.

 

 

Happy to be back

Uma publicação compartilhada por Francia Raísa (@franciaraisa) em


Fonte: veja

Continue lendo
Publicidade

+Vistos