conecte-se conosco

Esporte

Clubes brasileiros procuram um camisa 9; craques do passado admitem dificuldades

Publicado

em

camisa-sp-montagem

[ad_1]
Wilson Baldini Jr.

Romário, Ronaldo, Careca, Reinaldo, Serginho Chulapa, Roberto Dinamite, Viola, Evair, Dario, Coutinho e Pagão. Esta é uma pequena lista de centroavantes que fizeram história no futebol brasileiro. Fizeram. Não fazem mais. Hoje, os clubes sofrem para encontrar um camisa 9. A situação é mais difícil entre os grandes de São Paulo, que estão utilizando o Campeonato Paulista para descobrir quem será o centroavante da equipe.

O Corinthians está dividido entre Kazim e Júnior Dutra para o lugar de Jô, que foi para o futebol japonês, depois de ser o artilheiro do Campeonato Brasileiro, ao lado de Henrique Dourado. O São Paulo contratou Diego Souza e acertou com o colombiano Tréllez para o lugar do argentino Lucas Pratto.

O Palmeiras, agora com o técnico Roger Machado, aposta em uma recuperação do colombiano Borja, que está longe de ser uma unanimidade entre os torcedores. O Santos trouxe de volta Gabriel Barbosa, o Gabigol, para o lugar de Ricardo Oliveira, referência do time nos últimos anos.

Fora de São Paulo, o Atlético Mineiro e o Cruzeiro recorreram aos veteranos Ricardo Oliveira e Fred, enquanto que o Flamengo tirou Henrique Dourado do rival Fluminense. “Verdade que não temos grandes nomes como do passado, mas o sistema de jogo atual dos times prejudica a atuação dos centroavantes. A preocupação maior está em se defender”, disse Reinaldo, astro do Atlético Mineiro nos anos 70 e 80.

Segundo o “Rei”, apelido que ganhou da torcida atleticana, um grande centroavante sempre precisa ter um bom meia ao seu lado. “Antigamente, tínhamos duplas que se entendiam muito bem e jogavam muito tempo juntas”, disse Reinaldo, que atuou ao lado de Toninho Cerezo e Paulo Isidoro no grande time do Atlético, vice-campeão brasileiro de 1980.

Careca, que teve uma carreira repleta de êxito no Guarani, São Paulo e Napoli – onde fez dupla com Diego Maradona -, concorda que o futebol brasileiro sofre muito com a falta de centroavantes de qualidade. “Faz uma falta danada”, disse o camisa 9 titular da seleção nas Copas do México-1986 e Itália-1990.

Na lista dos 20 maiores artilheiros dos nacionais, 14 são centroavantes. O maior de todos é Roberto Dinamite, do Vasco, autor de 190 gols, em 328 jogos, de 1971 a 1992. Ele seguido por Romário (154 gols), Edmundo (153) e Fred (139).

Aliás, o atual atacante do Cruzeiro é bastante elogiado pelos craques do passado, como sendo um dos poucos a ter destaque nos campeonatos atuais. “O Fred sabe driblar, cabeceia bem, faz tabelas e chute bem tanto de direita como de esquerda. O problema dele são as contusões e o condicionamento físico”, disse Reinaldo. “A atuação do Fred na Copa das Confederações foi muito boa, mas na Copa deixou a desejar”, afirmou Careca.

Após cinco rodadas do Paulistão, os quatro centroavantes dos times grandes não apresentam um bom desempenho e deixam técnicos e torcedores preocupados. Fábio Carille espera uma conversa com o presidente corintiano recém-eleito Andrés Sanchez, quando pretende colocar em pauta a contratação de um centroavante, pois Junior Dutra não parece estar no mesmo nível de Jô.

Borja fez dois gols pelo Palmeiras, mas ainda não lembra nem de longe o atacante que levou o Atlético Nacional para a conquista da Copa Libertadores em 2016. O São Paulo aposta na experiência de Diego Souza e espera que Cueva e Nenê sejam os companheiros ideais. No Santos, Eduardo Sasha e Rodrigão não parecem ter condições de que a torcida vá esquecer de Ricardo Oliveira em um futuro próximo.

O pior é que o mercado nacional não apresenta opções. O Internacional tem os contestados Leandro Damião e Roger; o Grêmio perdeu o paraguaio Lucas Barrios. Os melhores continuam sendo Ricardo Oliveira e Fred. Está cada vez mais difícil para o torcedor brasileiro gritar “gol”.

[ad_2]

Source link

Notícias do Brasil e do mundo você encontra aqui. Leia, comente, compartilhe e assista nossos programas. NBO - Um Novo Brasil Online começa aqui.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Diego Aguirre mostra descontentamento com empate do São Paulo em Fortaleza

Publicado

em

Diego-Aguirre-mostra-descontentamento-com-empate-do-São-Paulo-em-Fortaleza.png

[ad_1]

Wilson Baldini Jr.

Depois de criticar a atuação do time na eliminação da Copa do Brasil diante do Atlético Paranaense, no meio de semana, o técnico uruguaio Diego Aguirre voltou a se decepcionar neste domingo, após o empate sem gols do São Paulo contra o Ceará, em Fortaleza, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

“Eu esperava um time com maior criatividade, com intensidade para atacar. Tínhamos Cueva, Nenê… Busquei opções, mudei o time pois a intenção é de sempre buscar as vitórias, dentro ou fora de casa. Eu não estou contente com o empate”, afirmou em entrevista coletiva após o jogo, na Arena Castelão.

Mesmo assim, o treinador destacou a participação do estreante Everton no jogo. “Ele teve só um dia de treino com o grupo. Trata-se de um jogador de grande qualidade técnica. Será um reforço espetacular. Precisa de tempo para adquirir a melhor forma e entrosamento com os demais jogadores”.

Questionado sobre o meia-atacante Diego Souza, ausente no jogo desta domingo, Diego Aguirre foi político. “É um patrimônio do São Paulo. Conto com o Diego Souza. Ele faz parte do grupo. Preciso saber qual a intenção do jogador”, afirmou.

[ad_2]

Source link

Continue lendo

Esporte

Presidente da Juazeirense comunica o desligamento do técnico Zaluar

Publicado

em

unnamed

Presidente da Juazeirense, o Deputado Estadual (PDT) Roberto Carlos comunica o desligamento do técnico Zaluar e do preparador físico Carlo Flávio. A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira (19) após uma reunião com o próprio treinador em Juazeiro. Auxiliar técnico fixo do clube, Alcir Silva assume interinamente a equipe para a partida deste domingo diante do ABC, em Natal, pela segunda rodada da Série C.

Roberto Carlos aproveita para agradecer o trabalho de Zaluar, que comandou a equipe em 13 partidas, sendo 11 pelo campeonato Baiano, uma pela Série C e a última delas ontem, no empate em  1×1 com o Salgueiro, pela partida de ida da pré-Copa do Nordeste 2019. “Foi um treinador que ajudou muito a Juazeirense neste período, mas entendemos que era momento de estabelecer uma mudança na equipe. Agradecemos pelo profissionalismo e toda a ajuda que Zaluar nos deu neste período. Vamos buscar um novo treinador e queremos anunciar o mais rápido possível”, destaca o presidente Roberto Carlos.

O próprio presidente comunicou a decisão aos atletas no fim desta tarde no estádio Paulo Coelho, em Petrolina, local de treinamento da equipe na ocasião. O elenco volta a treinar amanhã à tarde, desta vez no Adauto Moraes, e no sábado segue viagem para a capital potiguar.

Continue lendo

Esporte

Bahia está perto de acerto com goleiro do Santos, diz Bellintani

Publicado

em

Bahia-está-perto-de-acerto-com-goleiro-do-Santos-diz-Bellintani.jpg

[ad_1]

O presidente do Bahia, Gustavo Bellintani, revelou na tarde desta quinta-feira, 19, que o clube está próximo de fechar com o goleiro Fernando Castro, de 21 anos, conhecido como Fernando Boca, revelado na base do Santos. O anúncio foi feito durante em entrevista coletiva à imprensa no Fazendão.

“Há procedência de que estamos em fase final de acerto. Ainda não vamos confirmar oficialmente porque falta o contrato ser assinado, mas é um goleiro que vem pra substituir o Rafael, que foi para o Villa Nova”.

Segundo Bellintani, a busca pelo clube é por um goleiro que possa ser integrado no time profissional e no sub-23. “Ele vai exercer uma dupla função. A tendência é que ele seja um atleta que comece no sub-23 como titular e faça também a função de terceiro goleiro do time principal”.

Questionado sobre as possíveis contratações para o Campeonato Brasileiro, o gestor afirmou que, no primeiro trimestre, não foi a chegada de jogadores que resultou na mudança de atitude da equipe.

“A contratação é importante para suprir lacunas específicas(..). Se todo diretor de clube de futebol do Brasil fizer isso, o dinheiro acaba. Não tem condição e você vai fazer uma gestão de curto prazo”.

Gustavo destacou que os 11 jogadores já contratados são para disputar não só as outras competições (Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Sul-Americana), mas também o Brasileirão. “Esse time é preparado para toda a temporada. Isso não quer dizer que a gente não olhe para outras oportunidades. Agora, vale dizer que não adianta a gente trazer atletas só para satisafazer a torcida a curto prazo”, disse Bellintani. 

Ainda na coletiva, Bellintani confirmou que o clube esteve próximo de um acerto com o atleta Roni, ex- atacante do Cruzeiro, porém, as negociações foram interrompidas por não conseguir chegar a um denominador com o Abirex Niigata – atual clube que o jogador defende.

http://platform.twitter.com/widgets.js

[ad_2]

Source link

Continue lendo
Publicidade HTML tutorial

+Vistos