conecte-se conosco

Notícias

Devochka dá visibilidade para produção eletrônica feminina em ação com playlists personalizáveis – Portal RBN

Publicado

on


Confira a ação: http://milkmusic.com.br/devochka/

“Acho que falta mais espaço e incentivos para termos mais mulheres dentro do estúdio, tanto que o intuito da campanha é ajudar divulgar nomes que talvez não sejam tão conhecidos mas que já fazem um bom trabalho. Pregar mais sororidade”, explica Devochka.

A inspiração do projeto veio a partir de seu mais recente lançamento “Waste Me”, em parceria com a produtora BIAN. A faixa está na playlist junto de faixas de Groove Delight, Kelly Lee Owens, Yaeji, entre outras. “Reuni alguns nomes que eu já conhecia e também contei ajuda dos meus seguidores que também sugeriram algumas artistas num post nas redes sociais”, explica a DJ.

Nascida no interior de Minas Gerais, ela assumiu o nome artístico que significa garota em russo: uma mostra da feminilidade e da força presente na mulher. Com 10 anos de carreira, já tem mais de 15 singles, além de estar presente na lista dos 50 maiores DJs do país da House Mag por dois anos seguidos.

Com passagem por festivais como Rock in Rio, Lollapalooza, Festival Planeta Brasil, Só Track Boa, Xxxperience Festival e Green Valley, Devochka já levou sua música para palcos de todo o país além da Alemanha, França, Suíça, Finlândia, Hungria, Egito e México. Agora ela leva isso para o perfil de usuários do Spotify.

“Acredito que por ter chegado aos 10 anos de carreira, com poucas mulheres com destaque na cena eletrônica desde sempre, acabei servindo como referência para muitas mulheres começarem. Quero utilizar do espaço que já conquistei até aqui para abrir algumas portas”, conclui a artista. Seu lançamento mais recente, “Waste Me”, está disponível em todos os serviços de streaming de música via Milk Music, que também idealizou a campanha.

Confira a ação: http://milkmusic.com.br/devochka/

Ouça “Waste Me”: http://milkdigital.lnk.to/WasteMe

Siga Devochka:

https://twitter.com/devochkamusic

https://www.facebook.com/devochkamusic

https://www.instagram.com/devochka/

https://soundcloud.com/devochka

https://www.beatport.com/artist/devochka/240126





Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Produção industrial cresce em maio, após queda em abril, diz CNI

Publicado

on


A Sondagem Industrial, pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), aponta para resultados positivos em maio de 2021, após a queda na produção em abril. O índice ficou em 52,8 pontos e é o melhor resultado para o mês desde 2017. O índice varia de 0 a 100, com linha de corte em 50 pontos, os dados acima desse valor indicam crescimento e abaixo, queda na comparação com o mês anterior.

Além disso, o índice de evolução do número de empregados subiu para 51,1 pontos. De acordo com a CNI, já são 11 meses seguidos sem que o índice registre queda do emprego na indústria.

A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) alcançou 70% em maio de 2021, após crescimento de dois pontos percentuais em relação a abril. A UCI se encontra 15 pontos percentuais acima da registrada em maio de 2020, primeiro mês após a crise da primeira onda de covid-19. O percentual é o maior para o mês desde 2014, quando alcançou 71%.

O índice de estoque efetivo em relação ao planejado registrou 49,2 pontos em maio, um recuo de 0,4 ponto na comparação com abril. Ainda assim, o índice permanece relativamente próximo à linha de 50 pontos, o que, para a CNI, indica que os estoques estão próximos ao planejado pelas empresas. “Esse fato, aliado a atividade positiva, se reflete nas expectativas positivas para os próximos meses”, explicou, em comunicado.

Otimismo

De acordo com a pesquisa, o otimismo dos empresários industriais em relação aos próximos seis meses voltou a crescer em junho, embora ainda não tenha alcançado o pico observado em setembro de 2020. O índice de expectativa de demanda está em 59,9, aumento de 1,2 ponto em relação a maio e 11,2 pontos superior ao registrado em junho de 2020. Esse é o maior nível do indicador em 2021. Já o otimismo em relação à exportação permaneceu praticamente constante em relação ao mês anterior: alta de 0,1 ponto.

A intenção de investimento aumentou em relação a maio e segue acima da média histórica. O índice de intenção de investimento alcançou 57 pontos em junho de 2021, alta de 1,2 ponto em relação a maio. O índice se encontra 15,6 pontos acima do registrado em junho de 2020.

A pesquisa completa está disponível na página da CNI.



Continue lendo

Bahia

Ipea aumenta previsão de alta do PIB do setor agropecuário

Publicado

on


O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revisou de 2,2% para 2,6% a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB – soma de todos os bens e serviços produzidos no país) do setor agropecuário para este ano, na comparação com 2020. Os dados, divulgados hoje (23) pelo órgão, indicam também avanço de 2,7% para a produção vegetal e de 2,5% para a produção animal.

De acordo com o Ipea, a razão da revisão para cima foi a melhora no resultado esperado de itens importantes tanto na produção vegetal como animal no ano. O Ipea alerta, no entanto, que a crise hídrica “pode prejudicar mais do que o previsto a produção vegetal, e ao segmento da pecuária de bovinos, que ainda tem incertezas relativas à oferta e à demanda”.

Produção vegetal

Na produção vegetal, a projeção do crescimento de 2,7% no ano, que deve ocorrer apesar da queda esperada nas culturas, como o café (-21,0%), o algodão (-19,7%), o milho (-3,9%) e a cana-de-açúcar (-3,1%), não será “suficiente para comprometer o bom desempenho geral da agricultura sustentada nas altas da produção de soja (9,4%), do arroz (2,8%) e do trigo (27,9%)”, observou o Ipea.

Produção animal

Já na produção animal, a alta de 2,5% no ano, deve ser favorecida pelo crescimento de todos os segmentos conforme a projeção em bovinos (0,9%), nos suínos (6,8%), nas aves (6,5%), no leite (3,2%) e nos ovos (2,3%). O levantamento destacou que mesmo positivo, o desempenho da carne bovina ficou aquém do esperado, compensado pela forte alta de suínos e aves.

Para o pesquisador associado do Ipea e um dos autores do estudo, Pedro Garcia, o aumento do consumo de suínos e frangos compensou a desaceleração da carne bovina. “A produção de suínos e frangos foi impulsionada pelo aumento do consumo em substituição ao da carne bovina, que permanece com preço elevado e oferta limitada de animais para abate”.

A pesquisa chamou atenção ainda para os principais riscos relacionados ao setor. A necessidade de poupar água para a geração de energia hidrelétrica pode interferir na produção vegetal, agravada pela ocorrência de choques climáticos adversos no centro-sul. Na produção animal, o risco permanece com “uma possível frustração na projeção de crescimento da produção de bovinos, que pode ser impactada por uma recuperação na oferta de animais mais lenta do que o projetado”.

O levantamento levou em consideração as estimativas do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, e em projeções próprias para a pecuária a partir de dados das Pesquisas Trimestrais do Abate, Produção de Ovos de Galinha e Leite.



Continue lendo

Bahia

Operação da PF combate fraudes contra benefícios previdenciários

Publicado

on


A Polícia Federal (PF), juntamente com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, deflagrou hoje (23) a Operação Senha Forte, para combater um grupo criminoso que fraudava benefícios previdenciários em vários estados, com prejuízos aos cofres públicos.

De acordo com a PF, os investigados promoviam a inclusão fraudulenta de dependentes/curadores fictícios nos sistemas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), com vistas a levantamento de valores indevidos.

A investigação teve início com a prisão em flagrante de falsos dependentes/curadores, na cidade de Feira de Santana, na Bahia, em maio do ano passado, quando, fraudulentamente, tentavam sacar cerca de R$ 80 mil, referente a um benefício manipulado.

 Nesta nova ação policial foram cumpridas seis medidas judiciais: três mandados de busca e apreensão e três de prisão temporária, nas cidades de Guarulhos, Ferraz de Vasconcelos e São Paulo, no estado de São Paulo, tendo como alvo pessoas que tinham por função arregimentar os falsos dependentes/curadores.

A PF estima que o prejuízo já supera R$ 31 milhões, em relação a mais de 100 benefícios previdenciários suspeitos. Valor que pode aumentar com o decorrer das investigações.



Continue lendo

Mais Vistos