conecte-se conosco

Notícias

Com ações de fiscalização e limpeza, Prefeitura inicia reordenamento da praia de Vilas do Atlântico em parceria com moradores – Portal RBN

Publicado

on


Na manhã deste sábado (11), equipes da Prefeitura realizaram fiscalização na praia de Vilas do Atlântico. A ação faz parte do Plano de Reordenamento do bairro, idealizado em parceria com o Grupo da Zona Costeira e a Associação dos Moradores de Vilas do Atlântico (AMOVA). Estas ações de fiscalização irão se estender por toda a orla do município, no intuito de revitalizar e recuperar a beleza das praias.

Nessa primeira etapa foi realizado um mutirão para a retirada de estruturas ilegais das praias, que estavam gerando entulhos e focos de mosquitos transmissores de doenças. Além do lixo retirado das areias, foram apreendidos diversos ítens deixados por comerciantes, tais como cadeiras, isopores, sombreiros e bebidas antigas. A ação contou com equipes das Secretarias de Trânsito e Transporte (SETTOP), Serviços Públicos (SESP), Desenvolvimento Urbano (SEDUR), Infraestrutura (SEINFRA), Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH), Trabalho, Esporte e Lazer ( SETREL), Guarda Municipal, Vigilância Sanitária e  Polícia Militar.

De acordo com Delanise Costa, integrante da AMOVA e do grupo da zona costeira, essa ação é de extrema importância para a recuperação da beleza e balneabilidade das praias. “Apresentamos à Prefeitura uma série de demandas emergenciais que o loteamento possui e montamos esse Plano de Reordenamento. Estamos nos antecipando para o Verão que vem aí. Buscamos oferecer um Verão mais tranquilo para os moradores e visitantes. A idéia é unir força em prol de um objetivo comum” comentou.

O secretário da SETTOP, Smith Neto, destaca que além de fiscalizar as estruturas irregulares, a ação teve caráter educativo, já que eles aproveitaram para conversar com a população sobre as restrições dos decretos municipais que proíbem o acesso às praias.

“Esse primeiro dia de ação foi muito positivo. Conseguimos aliar assuntos muito importantes. Chamamos a atenção sobre o cumprimento dos decretos e realizamos uma ação de saúde pública. Ao retirar estes entulhos e sujeira das praias, evitamos esconderijos para animais peçonhentos e focos de mosquitos” disse.

O Plano de Reordenamento de Vilas do Atlântico ainda cumprirá outras etapas, com recapeamento asfáltico, limpeza das ruas, capinagem, reordenamento de trânsito e sinalização horizontal e vertical.

 

Jornalista: Iana Silva

Foto: Lucas Lins



Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Inscrições para o Revalida 2021 vão de 31 de maio a 11 de junho

Publicado

on


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou hoje (7) no Diário Oficial da União (DOU), edital com as diretrizes, procedimentos e o cronograma da primeira etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2021. As inscrições deverão ser realizadas entre 31 de maio e 11 de junho, pelo Sistema Revalida.

O exame é composto por uma etapa teórica e outra prática que abordam, de forma interdisciplinar, as cinco grandes áreas da medicina: clínica médica, cirurgia, ginecologia e obstetrícia, pediatria e medicina da família e comunidade (saúde coletiva).

Aplicado desde 2011, o Revalida tem por objetivo subsidiar a revalidação, no Brasil, de diplomas de graduação em medicina expedidos no exterior. O exame avalia as habilidades, as competências e os conhecimentos necessários para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS).

A aplicação da primeira etapa do exame está prevista para o dia dia 5 de setembro, em oito capitais brasileiras: Brasília (DF), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio Branco (AC), Salvador (BA) e São Paulo (SP). É importante ressaltar que o participante deverá apontar a cidade onde deseja realizar o exame, por meio do Sistema Revalida, no momento da inscrição.

Para participar da primeira etapa, é necessário ser brasileiro ou estrangeiro em situação legal no Brasil. O candidato também deverá ter diploma reconhecido pelo ministério da educação ou órgão equivalente do país de origem do diploma, que deve ser autenticado pela autoridade consular brasileira ou pelo processo da Convenção sobre a Eliminação da Exigência de Legalização de Documentos Públicos Estrangeiros.

De acordo com o edital, a previsão é de que o resultado final da primeira etapa será divulgado no dia 19 de novembro. Os candidatos que conseguirem passar na primeira etapa do exame estarão credenciados para a etapa prática, a Prova de Habilidades Clínicas.

Revalida 2020

Nesta sexta-feira, o Inep publicou outro edital, com as diretrizes para a realização da segunda etapa do Revalida de 2020. De acordo com a norma, a prova será executada por instituição aplicadora contratada pelo Inep.

O edital diz ainda que, devido ao contexto da pandemia de covid-19, os locais de aplicação da segunda etapa do Revalida 2020 serão divulgados até a abertura das inscrições que vão de 31 de maio às 23h59 do dia 4 de junho de 2021.

A primeira etapa do exame ocorreu no início de dezembro do ano passado e mais de 15 mil médicos participaram do processo.



Continue lendo

Bahia

Firjan e Sesi promovem torneio de robótica em formato virtual

Publicado

on


Mais de 300 pessoas, entre crianças e jovens na faixa etária de 9 a 16 anos, integram as 34 equipes participantes do Torneio Sesi de Robótica, aberto hoje (7), em formato virtual, pela Escola Firjan Sesi. O  desafio integra o calendário do Serviço Social da Indústria Nacional e foi realizado pela primeira vez no ano passado, presencialmente. Neste ano, o evento é virtual por causa da pandemia de covid-19.

De acordo com a assessoria de imprensa da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), a temporada Replay 2020/2021 do Torneio de Robótica First Lego League (FLL) tem uma pergunta-desafio: “O que fazer para tornar as pessoas mais ativas na região onde vivem, seja no campo, na cidade ou em qualquer outro lugar?”.

O Torneio de Robótica FLL é um programa internacional de exploração científica, no qual crianças e jovens usam a imaginação e a criatividade para investigar problemas do dia a dia, buscando soluções que contribuam para um mundo melhor.

Duas fases

Segundo a analista da Educação Básica da Firjan Sesi Simone Caires, a competição é dividida em duas fases. A primeira, que está sendo realizada nesta sexta-feira, é destinada à avaliação de três categorias: core values (valorização do trabalho em equipe), projeto de inovação e design do robô.

“Amanhã [8] ocorrerão somente as avaliações de arena referentes ao desafio do robô, e os juízes avaliarão os rounds [etapas]”, informou Simone à Agência Brasil.

As equipes têm direito a três rounds de 2 minutos e 30 segundos cada, para execução. Para realizar as tarefas, o robô pode navegar, capturar, transportar, ativar ou entregar objetos em uma mesa, sobre um tapete específico da temporada.

Ainda no sábado, serão conhecidas as equipes vencedoras, que disputarão a etapa nacional do torneio, no dia 26 de junho. A entrega de prêmios poderá ser acompanhada ao vivo, às 16h, pelo YouTube da Escola Firjan Sesi. Os ganhadores receberão troféus e medalhas. No ano passado, foram classificadas quatro equipes para a etapa nacional, sendo uma externa e três da Escola Firjan Sesi.

O torneio de robótica é aberto para escolas públicas e privadas e para as chamadas equipes garagem, que reúnem amigos que gostam de robótica, além de estudantes da Escola Firjan Sesi, disse Simone. Ela acrescentou que as equipes podem ter de dois a dez adolescentes e até dois técnicos maiores de 18 anos.

Neste torneio, além dos 25 grupos das escolas Firjan Sesi, participam seis equipes de colégios particulares, uma de escola pública municipal e duas de organizações não governamentais (ONGs).

Desafios

Além dos três prêmios principais, chamados de Champion’s Award, as equipes concorrem nas categorias Projeto de Inovação, Core Values, Design do Robô, Desafio do Robô e, a partir desta temporada, ao Prêmio do Técnico.

Os desafios são diferentes a cada ano. Em 2020, com o tema Cidades Inteligentes, um dos premiados foi o Piso Gerador de Energia, desenvolvido por uma equipe da Escola Sesi Firjan Jacarepaguá. O protótipo gera energia através de uma placa que trabalha quando sofre pressão. Assim, com as pisadas gerando energia, o projeto contribui ainda para a atividade física das pessoas. “O piso foi considerado a opção mais viável, por ter custo menor e poder ser utilizado em qualquer lugar”, explicou a estudante Ana Clara Joaquim, que fez parte da equipe.

 



Continue lendo

Bahia

Prouni divulga aprovados em vagas remanescentes do primeiro semestre

Publicado

on


O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta sexta-feira (7) o resultado do processo de ocupação de bolsas remanescentes do processo seletivo para 1º semestre de 2021 do Programa Universidade para Todos (Prouni). Agora, os candidatos selecionados deverão entregar, entre os dias 10 e 13 de maio, a documentação comprobatória das informações declaradas no ato da inscrição.

Esta é a primeira edição do processo de ocupação de bolsas remanescentes do Prouni em que a classificação dos candidatos se dá por ordem de melhor desempenho obtido no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), considerando qualquer uma das edições do exame ocorridas nos últimos dez anos. Os candidatos que realizaram mais de um Enem tiveram considerada, para efeito de classificação, a edição em que obtiveram a maior média no conjunto de provas.

As bolsas remanescentes são aquelas não preenchidas no processo seletivo, nas duas chamadas regulares e também na lista de espera do programa. A disponibilidade dessas bolsas ocorre por desistência dos candidatos pré-selecionados ou falta de documentação, por exemplo. O Ministério da Educação (MEC) ainda não divulgou a quantidade de vagas remanescentes. Neste semestre, o Prouni ofereceu, no total, mais de 162 mil bolsas.

O Prouni é o programa do governo federal que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior. Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

É necessário também que o estudante tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, e, nesse caso, não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos. 

O candidato pode escolher até duas opções de instituição, curso e turno entre as bolsas disponíveis, de acordo com seu perfil. As notas de corte de cada curso são disponibilizadas pelo sistema em caráter informativo. O candidato pode acompanhar as notas de corte e alterar suas opções até o encerramento das inscrições. A inscrição válida é sempre a última confirmada pelo candidato.



Continue lendo

Mais Vistos