conecte-se conosco

Notícias

Série sobre quarentena bate mais de 1 milhão de visualizações em menos de 24 horas – Portal RBN

Publicado

on


A instasérie conta a história de seis amigos que moram no mesmo prédio, mas decidem não se ver durante a quarentena, e se encontram todos os dias virtualmente, como um ritual.

No primeiro episódio, que bateu mais de 1 milhão de visualizações em menos de 24 horas, acompanhamos como a ideia de fazer uma festa de aniversário virtual pode, na prática, ser muito mais trabalhosa de que se imagina.

Com o total de 6 episódios, a série será exibida todos os domingos, as 18h, em 7 IGTV’s diferentes (perfis do elenco e oficial da série @querentenadostv), assim atingindo o maior número de pessoas possíveis.

“As filmagens são todas feitas de forma remota, nem todo o elenco se conhece pessoalmente, é um processo inovador. Outro ponto curioso é formato exclusivo para o Instagram, geralmente fazem para YouTube, filmado na horizontal, o nosso é um formato completamente vertical” – explica Gabi Lopes.

No elenco: Fábio Rabin (Matheus) Isabella Santoni (Sofia), Gabi Lopes (Alice), Thalita Meneghin (Júlia), Maicon Rodrigues (André) e Laddy Nada (Fernando).

O projeto, que está em andamento há 2 meses, é uma forma de entretenimento para retratar esse momento delicado de maneira mais leve.

“É muito legal fazer parte desse projeto cheio de gente talentosa. É um privilégio voltar a atuar e principalmente por viver outro conflito e fugir dos meus em meio a esta pandemia rs” – conta Fábio Rabin.

“Quarentenados”, que foi produzida pela Young Republic Films, produtora audiovisual de Gabi Lopes e Daniel Tupinambá, que também é diretor da série, vai ao ar até 26 de julho.



Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Bahia recebe remessa com 39.780 doses da vacina da Pfizer/BioNTech

Publicado

on


Foto: Sesab

A Bahia recebeu nova remessa de vacinas contra Covid-19 produzida pela farmacêutica norte-americana Pfizer, em parceria com a empresa alemã BioNTech. O avião trazendo a carga com 39.780 doses pousou no aeroporto de Salvador por volta das 16h15 desta terça-feira (18). Com mais este envio, a Bahia ultrapassou a marca de 6 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 recebidas. São 3.035.800 da Coronavac, 2.849.000 AstraZeneca/Oxford e 135.720 da Pfizer.

Conforme ficou definido na reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), instância deliberativa que reúne gestores de saúde dos 417 municípios e do Estado, as doses da Pfizer serão destinadas à capital (20% do total) e aos 12 municípios da Região Metropolitana de Salvador (80% do total).

As secretarias municipais de Saúde farão a retirada gradual das vacinas na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (CEADI), em Simões Filho, em virtude do prazo de aplicação de até cinco dias quando refrigerado em temperaturas de 2°C e 8°C.

vacinas - Pfizer
Foto: Sesab

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, explica que isso não significará acréscimo na distribuição do total de doses para a capital e para os demais municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS). “Os 417 municípios baianos continuarão a receber equitativamente as vacinas, tendo como referência a quantidade de pessoas de cada público-alvo nas localidades”, afirma Fábio Vilas-Boas.

Fonte: Ascom/Sesab



Continue lendo

Bahia

Ao vivo: Milton Ribeiro fala sobre tecnologia aplicada à educação

Publicado

on


Mais de 7.400 escolas rurais contam com internet via satélite graças ao programa Educação Conectada.  De acordo com o ministro da Educação, Milton Ribeiro, mais de 2,4 milhões de estudantes estão sendo atendidos com essa tecnologia. Em 2020, R$ 165 milhões foram investidos no programa.

Essa é apenas uma das iniciativas para conectar estudantes. Milton Ribeiro, que participou do programa A Voz do Brasil,  destacou que, durante a pandemia a pasta distribuiu a estudantes do ensino superior chips de acesso à internet para que eles pudessem seguir com o ensino à distância.

Para os pequenos, o MEC disponibilizou um aplicativo voltado à alfabetização: o GraphoGame, no qual por meio de jogos, a criança aprende a juntar vogais, consoantes e formar palavras. Foram cerca de 500 mil downloads da ferramenta. “Quando o menino não tem conexão em casa, não tem wi-fi disponível ele pode baixar esse App na escola e depois ele consegue jogar offline, não tem internet, ele pode baixar na escola e jogar offline, em casa.”

Ouça na Radioagência Nacional

O ministro falou sobre outras iniciativas da pasta na formação remota de professores, transparência de gastos e até diplomas eletrônicos.

Assista na íntegra:

https://www.youtube.com/watch?v=/rqfseur0b94

Acompanhe também:

Fábio Faria assina portaria de criação do programa Digitaliza Brasil

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou na tarde de hoje (4) portarias de criação de dois programas relacionados à rádio e teledifusão. A primeira institui a criação do programa Digitaliza Brasil, que viabiliza a segunda fase de transição do sinal de televisão analógico para o digital.

» Leia mais

Chegada do 5G deve expandir o uso da Internet das Coisas

Conectar o mundo físico ao tecnológico – o offline ao online – para facilitar o nosso dia a dia é o objetivo da Internet das Coisas (IdC) – também tratada pela sigla em inglês IoT (Internet of Things). A tecnologia permite que objetos se comuniquem graças à internet.

» Leia mais

Movimento Antene-se une entidades para implementar tecnologia 5G

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e o Ministério das Comunicações manifestaram hoje (4) a intenção de desenvolverem trabalhos de conscientização de autoridades municipais sobre a importância de adaptar as legislações para a chegada do 5G.

» Leia mais

Matéria atualizada às 20h09 para acréscimo de informação



Continue lendo

Bahia

MEC lança nova versão de painel sobre acompanhamento da pandemia

Publicado

on


O Ministério da Educação (MEC) lançou hoje (5) uma nova versão do painel de acompanhamento das ações empreendidas pelo ministério em resposta à pandemia da covid-19. As informações podem ser acessadas no portal do MEC.

No site é possível ver um mapa do funcionamento das universidades e dos institutos federais em todo o país e como cada instituição reagiu aos limites e desafios impostos pela pandemia no tocante à organização das aulas. Em nenhum caso, o planejamento pedagógico foi suspenso.

Em razão da emergência sanitária, cada universidade e instituto adotou um calendário específico e vem em geral empregando sistemas de aulas remotas. 

Sobre os cursos de pós-graduação, o painel aponta que das 69 universidades federais, 63 estão com aulas remotas, quatro com atividades parcialmente presenciais e duas com aulas totalmente presenciais.

Ações

O painel lista ainda as ações de enfrentamento da pandemia e o envolvimento das instituições federais de ensino no processo. Foram identificadas 1.680 ações que, segundo o MEC, teriam beneficiado 24,9 milhões de pessoas.

A produção de álcool em gel e álcool 70%, por exemplo, já vem sendo realizada por 91 instituições de ensino. A fabricação de equipamentos de proteção individual (EPIs) foi implantada em 88 universidades e institutos. Já outras 86 instituições disponibilizaram atendimento e apoio psicológico a quem contraiu o vírus.

O painel lista também outras iniciativas, como a produção de materiais educativos (82 instituições), assessoramento às secretarias estaduais e municipais de Saúde (63), distribuição de alimentos (61), capacitação de profissionais (59), teleatendimento para esclarecimento da população (57) e fabricação de máscaras e outros EPIs (54).

Colação antecipada

O painel também sistematiza informações sobre atos de colação de grau antecipados, incluindo todos os tipos de instituição de ensino, das públicas às privadas. Até hoje, esse recurso foi utilizado para 5,5 mil médicos, 1,3 mil enfermeiros, 552 fisioterapeutas e 400 farmacêuticos.

Ouça na Radioagência Nacional:

 



Continue lendo

Mais Vistos