conecte-se conosco

Entretenimento

Drag queen Cassi3 lança EP visual ‘Estesia’

Publicado

on


A drag queen Cassi3, lançou na última sexta-feita (10), seu EP “Estesia” em todas as plataformas digitais. O álbum de quatro faixas apresenta novas nuances sonoras e de caracterização da drag, cada vez mais plural e multifacetada.

 

Cassi3 é cantora, compositora, diretor audiovisual. Do Rio Grande do Sul, nascida no interior na cidade de Rio Grande, hoje vive na cidade de Pelotas. Cassi3 através de sua arte visa questionar os limites e bifurcações do gênero dentro da sociedade. Na música, a artista busca refletir questões que permeiam a sociedade contemporânea, buscando reflexões acerca dos lugares que ocupamos.

 

Cassi3 marca seu retorno na música com novas estéticas a partir do lançamento do “Estesia”, seu primeiro EP, que terá um clipe para cada faixa, formando um EP visual. O EP conta a jornada de Cassi3 naquilo que a artista chama de reprogramação, vivências passadas que a levaram até sua nova estética. Dentre essas vivências temos a expressão de seu amor próprio na relação arte x artista, o baque sofrido pela política estrutural que vivenciamos no Brasil, seguido do reencontro com suas mais profundas emoções até a redenção através de sua nova estética e novo nome Cassi3. Tudo expresso nas músicas e nos videoclipes.



Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Finalizando o EP, D-Groov, MING e SGAR finalmente lançam “Open Your Eyes”, pela Braslive

Publicado

on


“Open Your Eyes” é a última track que integra o EP de D-Groov, MING e SGAR, seguindo a identidade sonora das faixas “Silent Winter” e “Storm”, que compõem o extended play.

Em mais um Melodic House, os DJs exploram as melodias nos leads e arps sem esquecer de um bassline marcante e um vocal presente ao longo de toda a faixa.

“Essa é uma música que tem um significado muito grande pra gente e ela vem para coroar um EP que temos muito orgulho em ter produzido junto com artistas tão talentosos como o MING e SGAR, reafirmando de forma definitiva a transição musical que passamos ao longo de todo o período da pandemia”, conta  D-Groov.

O EP, pensado de uma forma cronológica desde o instrumental, a vibe transmitida, a criação da letra até a ordem em que as tracks foram lançadas, conta com as faixas “Silent Winter”, que fala sobre um período de muito aprendizado e evolução, trazendo um sentimento mais introspectivo por conta da pandemia, e “Storm”, apresentando uma vibe um pouco mais extrovertida mas ainda muito contida.

A faixa “Open Your Eyes” chega para o público em um momento de retorno dos eventos e traz a ideia de abrir os olhos, no sentido literal e figurado, como se tivéssemos passado por um longo período de hibernação, de muita evolução e aprendizados, e finalmente estamos acordando dele. “Por esse motivo, ela é a track do EP que consideramos mais extrovertida e alegre se compararmos com as duas primeiras. A intenção é trazer uma vibe leve, alegre e feliz”, explicam.

“Open Your Eyes”EP de D-Groov, MING e SGAR pela Braslive, já está disponível nas principais plataformas digitais. Garantimos que essa você não quer perder, então, corre conferir!



Continue lendo

Entretenimento

O cantor e compositor Leo Quintella apresenta o repertório do novo álbum Camaleão no Blue Note SP, dia 20

Publicado

on


Ao lado de um quarteto formado por teclado, bateria, contrabaixo e guitarra, Leo Quintella, cantor e compositor paulistano que acaba de editar o álbum “Camaleão” (Biscoito Fino), faz show de  lançamento no Blue Note SP,  dia 20 de outubro. Com seu violão de nylon e um repertório majoritariamente autoral, Leo destaca as canções de seu novo projeto, que traz referências nacionais e  internacionais.

“Camaleão” foi produzido no moderno NAVE 33 Studio, por Juliano Cortuah, responsável por diversos trabalhos de grandes nomes da música brasileira. No show de lançamento de “Camaleão”, Leo Quintella apresentará em primeira mão as músicas do álbum, além de novas leituras criadas em conjunto com banda que o acompanhará, formada por André Freitas (teclado e direção musical), Alana Ananias (bateria) , Robson Couto (baixo) e Victor Kroner (guitarra).



Continue lendo

Entretenimento

No domingo, 17, último dia do Cabíria Festival – Mulheres & Audiovisual, Lucia Murat participa de debate virtual

Publicado

on


Um debate com a cineasta Lucia Murat no dia 17, domingo, às 19h, encerra a terceira edição virtual e gratuita do Cabíria Festival – Mulheres & Audiovisual, evento dedicado à produção realizada por mulheres para promover maior representatividade e diversidade nas telas e atrás das câmeras. Com mediação da jornalista Flávia Guerra e participação da também cineasta Julia Murat, filha de Lucia, o encontro será acessível em Libras no YouTube do Telecine. Em homenagem à diretora, uma mostra com quatro de seus filmes está disponível na plataforma VIDEOCAMP e o recém-lançado “Ana. Sem Título” será disponibilizado no sábado, dia 16, por apenas 24 horas no Telecine Play.

Antes disso, filmes, debates, masterclass e painel são ainda opções para quem quiser aproveitar os últimos dias do festival. Diariamente, às 12h, no Youtube e Instagram do Hysteria, a Mostra Imaginários Possíveis exibe um microfilme. Quinta é a vez de Mergulha, de Pris Oliveira; na sexta, Nhandesy, de Graciela Guarani e no sábado, Nicinha Não Vem, de Muriel Alves.

No youtube do Festival, hoje, 14, às 19h e sábado, 16, e domingo, 17, às 15h, haverá encontros com cineastas sobre filmes exibidos na programação. Hoje, as realizadoras Coraci Ruiz, Julia Leite, Gautier Lee e Mel Jhorge, sob mediação de Galba Gogóia, conversam sobre seus filmes. Sábado o debate será com Tila Chitunda, Olinda Yawar Tupinambá, Bruna Carvalho Almeida, Brunna Laboissière e Radja Bechichi com mediação de Viviane Pistache. Domingo, é a vez de Caroline Leone, Ayani Hunikuin, Lillah Halla e Mariani Ferreira com mediação de Filippo Pitanga. Ao término do debate será anunciado o filme vencedor do Prêmio Canal Brasil de Curtas.

Na sexta,15, o destaque é a mesa “Narrativas infantojuvenis e a construção do imaginário para e sobre as infâncias: um desafio no plural”. Participam Maíra Bosi, do Instituto Alana, e as roteiristas Janaína Tokitaka e Belise Mofeoli. A mediação será de Maíra Oliveira, autora, roteirista e atual presidente da ABRA (Associação Brasileira de Roteiristas e Autores). E sábado, 16, a masterclass “A construção narrativa e a reflexão da imagem” terá a presença da cineasta Nurith Aviv e mediação de Helen Beltrame-Linné.  Primeira cineasta mulher reconhecida como diretora de fotografia pelo Centre National du Cinéma (CNC/França), Nurith abordará seu processo criativo com Agnès Varda no filme Documenteur (1981) e o seu processo autoral, com foco especial para o seu filme Sinais.

Na plataforma VIDEOCAMP estão disponíveis os filmes da Mostra Homenagem Lucia: Que Bom Te Ver Viva (1989), Maré, Nossa História de Amor (2007), A Memória Que Me Contam (2013), Em Três Atos (2015). Para conferir onde assistir aos filmes e participar de outras atividades, basta acessar o site  www.cabiria.com.br

PROGRAMAÇÃO

QUINTA-FEIRA 14/10

SESSÃO | Videocamp

EU ESPERO O DIA DA NOSSA INDEPENDÊNCIA, de Brunna Laboissière e Bruna Carvalho Almeida (Documentário de criação, 21’, Brasil – SP, 2020)

Disponível 14 a 17/10

12h | Youtube Hysteria MOSTRA IMAGINÁRIOS POSSÍVEIS – Microfilme “Mergulha” de Pris Oliveira (Experimental, 75’’, SP/Brasi, 2020)

19h | YouTube Cabíria Festival ENCONTRO COM CINEASTAS – Debate Filmes: LIMIAR, de Coraci Ruiz ACESSO, de Julia Leite DESVIRTUDE, de Gautier Lee SAPATÃO: UMA RACHA/DURA NO SISTEMA, de dévora mc Com: Coraci Ruiz, Julia Leite, Gautier Lee e Mel Jhorge. Mediação: Galba Gogóia * Acessível em Libras.

SEXTA-FEIRA 15/10

11h | YouTube Cabíria Festival Mesa: Narrativas infantojuvenis e a construção do imaginário para e sobre as infâncias: um desafio no plural.

Com: Maíra Bosi, Janaína Tokitaka e Belise Mofeoli. Mediação: Maíra Oliveira

* Acessível em Libras.

12h | Youtube Hysteria MOSTRA IMAGINÁRIOS POSSÍVEIS – Microfilme “Nhandesy” de Graciela Guarani (Experimental, 180”, PE/Brasil. 2020)

SÁBADO 16/10

SESSÃO Especial | Telecine Play ANA SEM TÍTULO, de Lucia Murat – Disponível 16/10

11h |YouTube Cabíria Festival

MASTERCLASS A construção narrativa e a reflexão da imagem Com: Nurith Aviv. Mediação: Helen Beltrame-Linné *Tradução consecutiva. Acessível em Libras.

15h |YouTube Cabíria Festival

ENCONTRO COM CINEASTAS – Debate Filmes DESLOCAMENTOS, PARAÍSO E CAOS, de Tila Chitunda EU ESPERO O DIA DA NOSSA INDEPENDÊNCIA, de Brunna Laboissière e Bruna Carvalho Almeida KAAPORA – O CHAMADO DAS MATAS, de Yawar Tupinambá Com: Tila Chitunda, Olinda Yawar Tupinambá, Bruna Carvalho Almeida, Brunna Laboissière e Radja Bechichi. Mediação: Viviane Pistache. *Tradução consecutiva. Acessível em Libras.

DOMINGO 17/10

15h | YouTube Cabíria Festival

ENCONTRO COM CINEASTAS – Debate Filmes PELA JANELA, de Caroline Leone, AYANI POR AYANI, de Ayani Hunikuin, MENARCA, de Lillah Halla, ROTA, de Mariani Ferreira Com: Caroline Leone, Ayani Hunikuin, Lillah Halla e Mariani Ferreira. Mediação: Filippo Pitanga

16h30 | YouTube Cabíria Festival

Anúncio do Prêmio Canal Brasil de Curtas

ENCERRAMENTO

19h | YouTube TELECINE

ENCONTRO COM A CINEASTA HOMENAGEADA

Com Lucia Murat e Julia Murat. Mediação: Flávia Guerra

* Acessível em Libras.

O festival segue com programação intensa até o dia 17, confira os detalhes em www.cabiria.com.br



Continue lendo

Mais Vistos