conecte-se conosco

Notícias

Dietas com aditivos contribui para melhoria da qualidade dos ovos

Publicado

on


A nutrição de aves de postura influencia diretamente na formação, tamanho e qualidade dos ovos e, dependendo das matérias-primas e ingredientes utilizados na alimentação, pode-se fazer necessária a utilização de aditivos para melhorar tais aspectos. Segundo Laureano Galeazzi, gerente de produtos da Auster Nutrição Animal, a escolha dos aditivos depende dos parâmetros que o produtor acredita que devam ser melhorados, assim como pensar nos estágios de formação dos ovos. “Os aditivos podem ajudar na melhoria da qualidade da casca dos ovos e nos parâmetros de qualidade interna, como densidade da clara e estrutura da gema, e promover o enriquecimento dos ovos”, afirma.

Além disso, é importante analisar se há aves com infecções, que podem interferir na produção do ovo. “Alguns agentes infecciosos podem ter efeitos nocivos às células dos ovidutos e no metabolismo dos nutrientes, afetando diretamente a qualidade desses ovos. É o caso de infecções como o mycoplasma e a bronquite, que interferem na deposição de cálcio e, consequentemente, na formação das cascas. Já a presença de toxinas e micotoxinas de bactérias que afetam o fígado podem reduzir a digestão e absorção dos nutrientes, afetando a produção”, explica Galeazzi.

Segundo o gerente de produtos da Auster, alguns tipos de aditivos, quando usados de maneira contínua, ajudam na resposta imunológica e contribuem para proteção contra alguns patógenos. Entretanto, devido à infecção, é possível que as respostas desses aditivos sejam mascaradas, sendo necessário reforço na atenção à sanidade das aves.

Outro aspecto que pode interferir na qualidade dos ovos é a alimentação e a composição. Por isso, utilizar a quantidade de nutrientes necessários e assegurar a ingestão adequada são essenciais. “Algumas rações com ingredientes vegetais podem levar ao aparecimento de fungos produtores de micotoxinas, e o uso de aditivos pode combatê-las. Já as rações compostas por milho com baixo carotenóide podem gerar ovos com gemas pálidas. Dessa maneira, é recomendado o uso de aditivos pigmentantes, como as cantaxantinas ou carotenóides naturais”, destaca Laureano Galeazzi.

Entre os aditivos que podem colaborar na produção desses ovos, o especialista destaca aqueles com adição de enzimas, minerais e ácidos orgânicos. A ingestão das enzimas fitases auxilia na redução do desgaste energético e proteico das aves, gerando melhor aproveitamento nutricional e aumentando a absorção de minerais na gema. A enzima xilanase, por sua vez, é capaz de quebrar algumas fibras vegetais, o que melhora a disponibilização de energia contida nesses alimentos, reduz a viscosidade da dieta e ajuda na ação prebiótica, melhorando o funcionamento intestinal da ave, refletindo na qualidade de seus ovos.

“Outro tipo de aditivo é o do grupo dos ácidos orgânicos, destacando o butirato de sódio, que atua de maneira benéfica na microbiota intestinal e reduz a presença de bactérias patogênicas, melhorando a absorção de nutrientes e de minerais que serão depositados nas cascas dos ovos”, destaca Galeazzi.

De acordo com o gerente de produtos da Auster, alguns estudos também mostram os benefícios dos minerais orgânicos, como o zinco, que atua nas células epiteliais e glandulares, modulando a formação da membrana e da casca; manganês, cobre e selênio, que têm efeitos específicos sobre o oviduto refletindo na qualidade da casca e na qualidade interna dos ovos, bem como seu enriquecimento; e ferro, que  tem  efeito na pigmentação da casca com impacto direto em linhagens para ovos vermelhos.

A Auster Nutrição Animal oferece amplo portfólio, com aditivos com linhas completas de vitaminas e minerais, como a linha Númia Postura, que reúne soluções nutricionais para cada fase de vida das aves de postura. “Trata-se de uma linha completa, que supre todas as necessidades das aves. Além disso, o uso de matérias-primas regionais possibilita ganhos em termos de eficiência produtiva, bem como na qualidade dos ovos”, explica Galeazzi. Além da linha Aela para postura comercial, composta por premixes com enzimas de última geração que garantem melhor custo da ração.

Advertisement. Scroll to continue reading.



Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

82 PMs recebem Espadim Tiradentes e caminham para se tornar oficiais

Publicado

on


Oitenta e dois alunos-a-oficial do Curso de Formação de Oficiais (CFO) da Polícia Militar da Bahia (PMBA) receberam, na tarde desta sexta-feira (22), durante cerimônia realizada na área cívica da Vila Policial Militar do Bonfim, no bairro do Dendezeiros, o Espadim Tiradentes – arma símbolo da corporação, adotada nos anos 60. Evento marca o ingresso dos alunos na Academia da Polícia Militar.

As aulas da turma coronel PM Sigfried Frazão Keysselt tiveram início, em julho deste ano, com uma turma mista integrada por 75 homens e sete mulheres. 

Neste primeiro ano, os alunos se empenharão no conhecimento de disciplinas das áreas de humana, jurídica, além de técnica e tática, abordagem policial, passando por análises de risco em segurança pública e criminal, além de direito eleitoral. 

“Desejo a todos os alunos e alunas uma excelente caminhada até o oficialato. Em breve contaremos com vocês, dando segurança a baianos e turistas”, comentou o secretário da Segurança Pública, Ricardo César Mandarino, que entregou a honraria ao primeiro colocado da turma, aluno-a-oficial Luís Leonardo Umburana.

Participaram da solenidade, além do secretário da SSP, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo Coutinho, entre outras autoridades, familiares e convidados.

Fonte: Ascom/ SSP-BA

Pamela Simplício

Link



Continue lendo

Internacional

Brasil vai priorizar temas como saúde, tecnologia e meio ambiente

Publicado

on


As áreas da saúde, tecnologia, produção de energia e meio ambiente serão as prioridades do Brasil no próximo encontro do G20, grupo formado pelas 20 maiores economias do mundo, nos dias 30 e 31, em Roma, capital da Itália.

Segundo o secretário de Comércio Exterior e Assuntos Econômicos do Itamaraty, Sarquis José Sarquis, serão tratados assuntos sobre economia e saúde global, mudanças do clima e desenvolvimento sustentável.

“Eles terão uma discussão dividida, estruturada em três sessões. A primeira sobre economia global e saúde global. A segunda sobre mudança do clima e meio ambiente. A terceira sobre desenvolvimento sustentável. Também terão trocas informais de impressões, comentários sobre dois grandes temas que estarão em eventos paralelos, que tratarão de apoio a pequenas e médias empresas comandadas por mulher”, disse o secretário. Outro evento paralelo, segundo Sarquis, será sobre o papel do setor privado na luta contra a mudança do clima.

Em entrevista à Voz do Brasil, Sarquis afirmou ainda que outro ponto em discussão será um comércio internacional com menos barreiras tarifárias. Além das reuniões do G20, o presidente Jair Bolsonaro e os ministros vão participar de encontros bilaterais.

“Alguns países como os da União Europeia, Estados Unidos e mesmo países emergentes como China e Índia, que são grandes economias, têm programas de apoio doméstico que visam a subsidiar a produção agrícola. Alguns desses subsídios são justificados quando aplicados à população carente e assim sucessivamente. Mas outros acabam distorcendo as condições de mercado, acabam reduzindo preços de alimentos de forma artificial, o que faz com que países que são muito competitivos em alimentos, em produtos agrícolas como Brasil, Argentina e outros países da América do Sul, não tenham condições de se beneficiar desses mercados”, argumentou.  

Ouça na Radioagência Nacional:

Cúpula do G20

O G20 irá antecipar alguns debates previstos para a COP26, a Cúpula sobre Mudanças Climáticas da ONU, marcada para 31 de outubro a 12 de novembro, na cidade de Glasgow, na Escócia.

Nesta sexta-feira (22), representantes do governo brasileiro e da União Europeia fizeram uma reunião virtual sobre o clima. O chefe de gabinete do Ministério das Relações Exteriores, Achilles Zaluar, afirmou que a ideia é construir consenso sobre o assunto.

A Cúpula do G20 vai marcar a retomada das reuniões presenciais do grupo. No ano passado, o encontro foi virtual por causa da pandemia de covid-19. Parte da comitiva que representa o Brasil embarca neste domingo.

*Com informações de Victor Ribeiro, da Rádio Nacional



Continue lendo

Bahia

Ministério da Economia indica Paulo Valle para Secretaria do Tesouro

Publicado

on


O Ministério da Economia confirmou no início da noite de hoje (22) que o atual subsecretário de Previdência Complementar do Ministério do Trabalho e Previdência, Paulo Valle, assumirá a Secretaria do Tesouro Nacional. 

Com especialização em Economia pela George Washington University, Valle é servidor de carreira do Tesouro e tem larga experiência em funções públicas.

De 1999 a 2006, Valle foi coordenador-geral de Operações da Dívida Pública. De 2006 a 2015, foi subsecretário da Dívida Pública do Tesouro. De dezembro de 2015 a março de 2018, ocupou a presidência da Brasilprev, subsidiária de previdência complementar aberta do Banco do Brasil.

A pasta também anunciou hoje que o ex-ministro do Planejamento Esteves Colnago assumirá o comando da Secretaria Especial de Tesouro e Orçamento.

Exoneração

Os ex-titulares do Tesouro e Orçamento Bruno Funchal, e do Tesouro Nacional Jeferson Bittencourt, pediram exoneração de seus cargos nesta quinta-feira. 

A secretária especial adjunta do Tesouro e Orçamento, Gildenora Dantas, e o secretário adjunto do Tesouro Nacional, Rafael Araujo, também pediram exoneração.

Em nota, o Ministério da Economia informou que as decisões foram de ordem pessoal.

 



Continue lendo

Mais Vistos