conecte-se conosco

Notícias

Prefeitura e Orbi Química chegam a acordo para instalação de fábrica em Camaçari

Publicado

on


A Prefeitura de Camaçari e a Orbi Química chegaram, nesta terça-feira (28), a um acordo para a instalação de uma fábrica da empresa no município. O processo de implantação da unidade terá duas fases e, com isso, a produção já deve ser iniciada no mês de agosto.

As conversas foram iniciadas ainda na noite desta segunda-feira (27), quando a prefeitura encaminhou um convite aos representantes da empresa colocando Camaçari à disposição para a instalação da fábrica. A unidade da Orbi Química seria implantada em Santo Amaro, mas a Câmara Municipal rejeitou nesta segunda a instalação.

Inicialmente, a Orbi irá se instalar de forma provisória em um galpão de Camaçari para já iniciar a produção na primeira fase de implantação. Na segunda etapa, a empresa irá buscar um terreno para a construção da fábrica definitiva. A prefeitura irá intermediar o processo. Já nesta terça, foram iniciadas as tratativas entre a área técnica da administração municipal e o diretor operacional da empresa no Nordeste, Claudinei Marques, responsável pela instalação da fábrica na Bahia.

Já nesta quarta-feira (29), uma equipe da empresa irá visitar imóveis que tenham as características necessárias para a implantação da unidade fabril, com orientação da prefeitura. O empreendimento já tem, inclusive, maquinário moderno estocado no Porto de Salvador pronto para ser utilizado no início da produção.

O processo produtivo da empresa é limpo e não gera emissões atmosféricas, não consome água e não gera efluentes líquidos nem resíduos sólidos, trabalhando apenas quimicamente com os produtos. Em Camaçari, a fábrica estará instalada em área adequada à natureza da empresa.

Sobre a empresa

Fundada em 2006, com uma sede de 14 mil m² no município de Leme, em São Paulo, a Orbi Química é uma empresa nacional, tendo como principal produto o desengripante White Lub Super, reconhecido pelo seu apelo ecológico, por usar em sua base produtos de origem vegetal. Atualmente, a empresa produz 125 produtos, gerando mais de 170 empregos diretos e mais de 100 indiretos, divididos entre a sede em Leme (SP) e os centros de armazenamento e distribuição em Guarulhos (SP) e Blumenau (SC).

Para sanar as preocupações a respeito do impacto ambiental da instalação, a empresa apresentou o certificado técnico de regularidade com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama), além de licença de operação pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Sistema Estadual de Vigilância Sanitária de São Paulo (Sevisa).

Em 2015, a Orbi Química recebeu a certificação ISO 9000, garantindo formas de processos seguros de produção, armazenamento, entrega da cadeia de matéria prima e produtos acabados. No mesmo ano, a empresa ganhou o Selo Verde Internacional do Instituto Chico Mendes, como empresa socioambiental responsável.



Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Mel produzido por cooperativa de Tucano garante faturamento de R$ 2,5 milhões para apicultores da região

Publicado

on


O Governo do Estado já investiu R$61 milhões no sistema produtivo da apicultura e meliponicultora da Bahia, somente pelos projetos Bahia Produtiva e Pró-Semiárido, beneficiando 20 mil famílias em todo o estado, com ações voltadas desde a base produtiva até a comercialização.

A Cooperativa de Apicultores de Tucano (Cooapit), responsável pela maior parte da produção do Território do Sisal, por exemplo, já recebeu investimentos de R$1,8 milhão, por meio do Projeto Bahia Produtiva. Os recursos são destinados para a ampliação do entreposto de beneficiamento e extração do mel, aquisição de maquinários, consultorias e capacitações. O resultado pode ser conferido no faturamento. Em 2020, foram cerca de 260 mil quilos de mel produzidos, gerando uma receita de R$2,5 milhões.

Nesta sexta-feira (15), em evento realizado no município, representantes da Cooapit entregaram ao governador Rui Costa uma cesta com o mel em embalagens de 280 g, 500 g e 700 g, que são comercializadas em toda a Bahia. A cooperativa também vende o mel de 1,4 kg e em sachês de 500 g e 1 kg, mas a maior parte do produto, em média 80%, é exportada para países como Estados Unidos e Alemanha.

A Cooapit foi inaugurada, em 2015, pelo Governo do Estado. A ampliação do entreposto garantiu estrutura adequada para extração e beneficiamento do mel, inclusive com o novo maquinário, que envolve centrífuga, mesa desoperculadora, homogeneizador e nove decantadores. Estão em construção uma usina de beneficiamento de cera e uma sede para uma Associação de Apicultores do município de Quijingue.

Além disso, conta com um caminhão para transporte de mel, colmeias e assistência técnica e extensão rural (Ater), com acompanhamento de Agentes Comunitários de Apicultura (ACAs). Com isso, os 120 cooperados têm hoje uma média de R$1,7 mil de renda mensal.

 

Segundo o chefe de gabinete da SDR, Jeandro Ribeiro, com o apoio do Governo do Estado, a Cooapit já está em fase de consolidação, e de independência de investimento externos: “Uma decisão acertada do Governo em fazer esse tipo de investimento, oportunizando aqueles que precisavam desse apoio, e também porque gera empregos no campo e na cidade. A economia do mel não é apenas o produtor de mel, que vende seu produto. Tem a caixa de mel, as indumentárias adquiridas, tem toda uma cadeia produtiva que está no processo em função dessa unidade do mel, aquecendo a economia do município”.

Mais investimentos 

Por meio do Bahia Produtiva, também foi financiado o curso superior de Tecnologia em Apicultura e em Meliponicultura do Norte e Nordeste do país, implantado pelo Governo da Bahia, em parceria com a Universidade de Taubaté (Unitau) e a cooperativa. Na Bahia, a graduação foi voltada para os ACAs, que atuam no âmbito do projeto Bahia Produtiva. Foram formados 20 tecnólogos baianos.

Mel produzido por cooperativa de Tucano garante faturamento de R$ 2,5 milhões para apicultores da região

O presidente da Cooapit, Franciélio Macedo, afirma que a parceria com o Governo do estado é de fundamental importância: “Com orientação técnica, cursos, capacitações, a gente foi crescendo. Com os investimentos conquistados, a gente se desenvolveu tanto na produção no campo, com a estrutura da nossa unidade, que permitiu a aproximação de outras entidades de outros municípios e no acesso ao mercado”.

Os projetos Bahia produtiva e Pró-Semiárido são executados pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial e Fida, respectivamente.



Continue lendo

Bahia

BA-099 tem redução de 60% em acidentes durante o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida

Publicado

on


Entre os dias 08 e 13 de setembro, mais de 185 mil veículos circularam a BA-099 por conta do feriado prolongado da Nossa Senhora Aparecida, ficando 5% acima das expectativas da Concessionária Litoral Norte (CLN), uma empresa do grupo Invepar, que administra a rodovia. A projeção era de 176 mil veículos nesse período. O número representa uma redução de 3% em relação ao mesmo período de 2020 e um aumento de 29% em relação ao mesmo período de 2019.  

Durante os seis dias de operação, foram prestados 06 atendimentos clínicos, 11 auxílios relacionados a pane elétrica, 42 atendimentos de pane mecânica e 02 atendimentos por pane seca, uma redução de 14% comparado ao ano passado.  

Conforme Daniel Ovalhe, Gerente de Operações da CLN, o número de vítimas feridas teve redução de 60%. Outro dado importante é que este ano, assim como em 2020, a taxa de acidentes fatais permaneceu zerada. A quantidade de acidentes com vítimas feridas também apresentou redução de 87%. “Não tivemos nenhuma ocorrência de acidentes com vítimas fatais e tivemos uma redução de 60% do número total de acidentes”, destaca. 

Para garantir o pleno funcionamento da via e a segurança de seus usuários nesse período, a concessionária programou uma operação especial, contando com o apoio do Batalhão de Polícia Rodoviária – BPRv e da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba).  

Números da Operação 12 de outubro (08 – 13/10) 

185.565 mil veículos circularam pela BA-099    

42 atendimentos de pane mecânica    

11 socorros a pane elétrica    

06 atendimentos clínicos    

4 acidentes registrados 



Continue lendo

Bahia

Mega-Sena deve pagar hoje prêmio de R$ 10,5 milhões

Publicado

on


O Concurso 2.419 da Mega-Sena deve pagar, neste sábado (16), o prêmio de R$ 10,5 milhões a quem acertar as seis dezenas. O sorteio será feito às 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo.

As apostas podem ser feitas até as 19h nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet. O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Ninguém acertou as seis dezenas no último concurso (2.418), realizado quarta-feira (13). Os números sorteados foram 02 – 11 – 19 – 27 – 57 – 60.



Continue lendo

Mais Vistos