conecte-se conosco

Esportes

Povos tradicionais, os quilombolas retiram seu sustento do Cerrado

Publicado

on

Para marcar o Dia Nacional do Cerrado, comemorado hoje (11), a Agência Brasil publica a última reportagem em homenagem ao bioma. O tema da quarta matéria são os povos e comunidades tradicionais que vivem no Cerrado.

Muito se fala em preservar a flora e a fauna do Cerrado, mas pouco se fala dos povos e comunidades tradicionais que vivem desse bioma, que sobrevivem dos recursos naturais como indígenas, quilombolas, geraizeiros, ribeirinhos, babaçueiras e vazanteiros. Todos detêm conhecimento tradicional da biodiversidade e fazem parte do patrimônio histórico e cultural do Brasil.

São Jorge (GO) - O Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, que começou no último fim de semana termina no domingo (28), tem uma agenda política reivindicada pelos povos tradicionais. Está previsto na programação, o 2º
São Jorge (GO) - O Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, que começou no último fim de semana termina no domingo (28), tem uma agenda política reivindicada pelos povos tradicionais. Está previsto na programação, o 2º

Apresentação cultural do povo quilombola Kalunga, durante Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, na Vila de São Jorge, município de Alto Paraíso de Goiás – Marcello Casal JrAgência Brasil

O governo brasileiro, no entanto, ainda não tem o mapeamento dos povos tradicionais. Não se sabe ao certo, quantos são e onde vivem exatamente.

Em uma iniciativa inédita no país e com o apoio de diversas entidades governamentais e não governamentais, o Ministério Público Federal desenvolve, em parceria com o Conselho Nacional de Povos e Comunidades Tradicionais (CNPCT), uma plataforma digital para mapear e disponibilizar amplo acervo de dados georreferenciados de áreas ocupadas tradicionalmente por esses povos e comunidades.

O Cerrado gera renda para as comunidades tradicionais. Esses povos têm uma relação de pertencimento de seu território com suas raízes, com a família, modos de vida e sua identidade. O conhecimento popular sobre a biodiversidade do Cerrado é vivenciado no seu dia a dia dessas comunidades.

O agroextrativismo de produtos da flora, fauna, frutas, sementes, fibras, cascas e mel fortalece a economia dessas comunidades e contribuem para a segurança alimentar além de expressar a cultura e a identidade de cada povo.

Chapada dos Veadeiros
Chapada dos Veadeiros

Casa de taipa típica do povo quilombola Kalunga, na região de Cavalcante, em Goiás – Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Cerrado bom é Cerrado vivo

Maria do Socorro Lima, quebradeira de coco no Tocantins, é presidente da Rede Cerrado. Durante a Roda de Conversa Elos do Cerrado, evento virtual promovido pelo Instituto Cerrados, ela contou que a na sua comunidade foi implantada a prática de agroecologia para evitar queimadas, e preservar as águas onde elas estão e a ecossistema da região.

“Cerrado é bom é Cerrado vivo, é Cerrado de Pé. Eu vivo do babaçu. Eu vivo dos remédios que vem da natureza, da terra, do Cerrado que a gente coleta pra fazer nossos medicamentos. É o Cerrado que me dá a condição de sobrevivência. Lutamos no combate ao desmatamento, nossas comunidades cuidam do Cerrado.”

A quebradeira de coco convida o povo urbano a conhecer o modo de vida dos povos tradicionais para sensibilizá-los e despertar a importância da preservação do bioma.

“Dinheiro e poder nós não temos, mas somos guardiões do Cerrado então temos que lutar pela preservação. Nosso valor é vida e isso não tem preço. E vida depende de água pra beber, da floresta viva, dos animais vivos. É importante conhecer o Cerrado de pé. É preciso unir todo povo brasileiro para preservar o bioma, convidar o povo urbano para conhecer o nosso modo de vida, nossa água limpa, nosso alimento sem agrotóxico, nosso remédio natural.”

O bioma

Chapada dos Veadeiros
Chapada dos Veadeiros

Cachoeira do Abismo, vista do Mirante da Janelo, no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás – Marcelo Camargo/Agência Brasil

Segundo o Mapa Biomas e Sistema Costeiro-Marinho do Brasil, elaborado pelo Instituo Brasileiro de Pesquisa e Estatística (IBGE), o Cerrado é o único bioma presente nas cinco regiões do país. Ele ocupa 23% do território nacional, mas apenas 8% está protegido.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, o Cerrado é considerado um dos hotspots mundiais de biodiversidade. Isso significa que é uma área rica em espécies endêmicas, mas que sofre com alto grau de ameaça na perda de habitat.

De todos os biomas presentes no Brasil, apenas o Cerrado e a Caatinga não são considerados Patrimônio Nacional. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 504 tramita no Congresso Nacional desde 2010 para garantir que os dois biomas se juntem à Amazônia, Mata Atlântica, Pantanal, Zona Costeira e Serra do Mar garantidos no Artigo 255 da Constituição brasileira.

Incluir o Cerrado e a Caatinga como Patrimônio Nacional é importante porque assegura – na forma na lei – a preservação do meio ambiente, inclusive quanto ao uso de recursos naturais.

Veja na TV Brasil

Confira o programa Caminhos da Reportagem | Um gole de cerrado, exibido em 2017, quando o Distrito Federal passou por uma crise hídrica.

 

source

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Duelo Náutico x Vasco pode definir destino das equipes na Série B

Publicado

on


Todos os 2610 ingressos colocados à disposição da torcida do Náutico que encara o Vasco neste domingo (24) no Estádio dos Aflitos, já foram vendidos. Só restam ingressos para os cruzmaltinos, que terão, pela primeira vez na competição, direito a 290 lugares como torcida visitante. O duelo em Recife, válido pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, terá início às 16h (horário de Brasília). A Rádio Nacional transmitirá o jogo ao vivo, com narração de André Luiz Mendes, comentários de Mário Silva e reportagem de Bruno Mendes.

As duas equipes buscam chegar ao G4 para garantir o retorno à primeira divisão do futebol nacional no ano que vem. Apenas dois pontos separam a equipe carioca (46) do time pernambucano (44). O Timbu vem de três vitórias consecutivas, a última delas por 3 a 2 contra a Ponte Preta em Campinas (SP).  O Náutico não vai contar com o zagueiro Camutanga, que cumpre suspensão, mas terá o bom momento do goleiro Anderson.

“Vai ser um dos jogos mais difíceis, pelo momento da tabela e vai decidir quem continua brigando lá em cima e quem vai ficar um passo atrás”, analisou o arqueiro alvirrubro durante coletiva. 

O Vasco superou o Coritiba por 2 a 1 na última rodada e precisa vencer ao menos seis dos últimos oitos jogos para conquistar o acesso à Série A. Um dos jogadores em ascensão no Gigante da Colina é Marquinhos Gabriel.

“O que mais preocupa a gente é a nossa recomposição. Se a gente defender mal, também vai atacar mal. Precisamos estar juntos dentro de campo e buscar um equilíbrio”, defendeu o meia vascaíno.

No primeiro turno, em São Januário, Vasco e Náutico empataram em 1 a 1 e o resultado culminou com a demissão de Marcelo Cabo, o então técnico do Cruzmlatino. Lisca assumiu na sequência e depois deu lugar a Fernando Diniz, o atual treinador. Já o Timbu demitiu Hélio dos Anjos e depois o recontratou para o lugar de Marcelo Chamusca.





Continue lendo

Esportes

São José-SP vence Marechal-PR de virada em 1º jogo das oitavas da LNF

Publicado

on


O São José venceu de virada o Marechal por 3 a 2 neste sábado (23) e ficou mais perto da vaga nas quartas de final da da Liga Nacional de Futstal (LNF). Jogando em São José dos Campos (SP), com presença da torcida no Ginásio Tênis Clube, o time da casa foi para o intervalo perdendo por  2 a 0, mas conseguiu uma recuperação emocionante no segundo tempo, garantindo a vantagem do empate no jogo da volta, no Paraná, no próximo dia 29. O embate deste sábado (23) foi transmitido ao vivo pela TV Brasil. 

Os donos da casa tomaram a iniciativa do jogo no primeiro tempo, mas foi o Marechal que abriu o placar aos 9 minutos com Malcom, aproveitando a bola levantada em escanteio. Foi o sexto gol dele na competição. Após sofrer o primeiro gol, o São José se desconcentrou e três minutos depois Dickson marcou o segundo dos visitantes, após bela assistência de Índio, goleiro de linha. Nos segundos finais da primeira etapa Xuxa quase descontou para os donos da casa.

Após o intervalo, o São José entrou em quadra determinado a mudar a história do jogo. O primeiro gol dos donos da casa saiu aos seis minutos:  Wandinho mandou uma bomba e a bola ainda desviou em Alisson antes de entrar. 

O São José seguiu pressionando até que aos 11 minutos chegou ao empate com Jhonatan Bob, após dois chutes: no primeiro o goleiro Obina espalmou, mas a bola volta nos pés de Bob que acertou em cheio o fundo da rede. Jogadores do Marechal reclamaram de falta do jogador Gabriel, camisa 6 do São José,  em cima de Obina, mas o arbitragem não marcou. O gol da virada do time da casa saiu a menos de dois minutos do fim, com Alisson, com um chute direto da entrada da área, sem chance para o goleiro Obina. Foi o segundo dele na partida.

Nos segundo finais, o Marechal quase arranca o empate, mas a vitória ficou mesmo com o São José, que mantém a invencibilidade dentro do Ginásio Tênis Clube: em sete jogos, soma agora seis vitórias e um empate.

Classificação às quartas

De acordo com o regulamento da LNF 2021, quem conseguir duas vitórias, ou uma vitória e um empate, avança às quartas de final. No caso de dois empates ou vitórias alternadas, a definição da vaga ocorrerá após prorrogação.Serão 10 minutos suplementares, divididos em dois tempos de 5 minutos, sem intervalo, com inversão de lados. O time com melhor colocação na fase classificatória leva a vantagem do empate no período suplementar.





Continue lendo

Esportes

Neymar se recupera e pode atuar no duelo PSG x Olympique Marseill

Publicado

on


Neymar se recuperou de uma lesão na virilha e pode se reunir a Lionel Messi e Kylian Mbappé no ataque do Paris Saint-Germain (PSG) para o clássico contra o Olympique Marseille neste domingo (24).

O atacante brasileiro, fora da vitória em casa por 3 a 2 sobre o RB Leipzig pela Liga dos Campeões na última terça-feira (19) não apareceu no boletim médico e deve ser relacionado.

O zagueiro Sergio Ramos, que ainda não jogou desde que chegou do Real Madrid durante a última janela de transferências por um problema na panturrilha, ainda está treinando sozinho, e o meia argentino Leandro Paredes será desfalque por lesão na coxa.

“Neymar está disponível para o jogo”, disse o técnico Mauricio Pochettino neste sábado (23).

O PSG venceu oito dos seus últimos dez jogos contra o Olympique Marseille, que estará em busca de sua primeira vitória no Vélodrome contra o time da capital em dez anos.

Staff Reuters

Link





Continue lendo

Mais Vistos