conecte-se conosco

Esportes

Para produzir vacina contra covid-19, Butantan vai ampliar fábrica

Publicado

on

O Instituto Butantan vai iniciar, em novembro deste ano, obras em sua fábrica para ampliação da capacidade de produção de vacinas. A expectativa do governo paulista é que as obras estejam prontas a partir de setembro do ano que vem.

O local ficará inicialmente voltado para a produção da vacina contra o novo coronavírus, fruto de uma parceria entre o Butantan e a farmacêutica chinesa Sinovac, mas futuramente poderá fabricar outros tipos de imunizantes. Com a ampliação, o Butantan poderá produzir mais de 100 milhões de doses da CoronaVac por ano, a partir de 2022.

O investimento necessário para a construção, ampliação e modernização da nova fábrica do Butantan é de cerca de R$ 160 milhões, mas o governo paulista diz já ter arrecadado R$ 97 milhões em doações de empresas privadas [sem contrapartida] o que, segundo o governador de São Paulo, João Doria, já permite a contratação do projeto executivo e início da obra.

“Fisicamente, a fábrica já existe, ela será adaptada, ampliada, modernizada e equipada”, disse Doria.

Testes

A CoronaVac já está na fase 3 de testes em humanos. Ao todo, os testes com a CoronaVac – que tiveram início no Brasil em julho – serão realizados em 9 mil voluntários em centros de pesquisas de seis unidades da Federação: São Paulo, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná.

Caso a última etapa de testes comprove a eficácia da vacina, o acordo entre a Sinovac e o Butantan prevê a transferência de tecnologia para produção do imunizante no Brasil. A CoronaVac prevê a administração de duas doses por pessoa.

Segundo o governo paulista, caso os testes comprovem sua eficácia, a CoronaVac já poderia estar disponível para vacinação de brasileiros a partir de dezembro deste ano.

“Nós, aqui no Brasil, provavelmente, seremos um dos primeiros do mundo a ter uma vacina disponível para vacinação em massa”, adiantou o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas.

“O processo de transferência tecnológica [com a Sinovac] já começou. Todos os sistemas de qualidade já estão sendo desenvolvidos e preparados para receber o primeiro lote de matéria-prima em outubro. No mesmo mês, vamos começar a formular as primeiras doses dessa vacina no Instituto Butantan e, até o final de dezembro, já esperamos ter disponíveis para entrega ao Ministério da Saúde cerca de 46 milhões de doses”, completou Covas.

Apoio

Até março de 2021, o Butantan espera ter disponível mais 15 milhões de doses da vacina. “Há 61 milhões de doses da vacina já asseguradas [com a Sinovac]. Mas estamos trabalhando, junto ao Ministério da Saúde, para que, no primeiro trimestre do ano que vem, possamos ter 100 milhões de doses”, disse Doria.

“Se tivermos o apoio do Ministério da Saúde, o Butantan fará a aquisição de 100 milhões de doses, além de prosseguir no seu programa de captação de recursos do setor privado e do ministério para que sua fábrica seja rapidamente implantada e possa produzir a vacina para o combate da pandemia hoje e sempre”, acrescentou.

Caso seja aprovada em testes e receba aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a CoronaVac ficará disponível para imunização pelo Sistema Único de Saúde (SUS), ressaltou Doria.

source

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

LNF:Joinville abre vantagem nas oitavas com 5 a 0 sobre Santo André

Publicado

on


O Joinville goleou o Santo André/Intelli por 5 a 0 fora de casa neste domingo (24) e abriu vantagem do empate  no jogo da volta das oitavas de final da Liga Nacional de Futsal (LNF). Um apagão na metade do primeiro tempo interrompeu o jogo por 30 minutos, e mudou o roteiro da partida, que até então seguia sem gols no Estádio Adib Moisés Dib, em São Bernardo do Campo (SP). O duelo foi transmitido ao vivo pela TV Brasil

Jogando em casa, com o retorno da torcida ao estádio, o São José começou pressionado pela equipe catarinense, que desferiu três chutes perigosos, exigindo ótimas defesas do goleiro Caio. Apostando no contra-ataque, o mandante equilibrou a partida. Aos oitos minutos, Ton sofreu falta de Renatinho na entrada da área, do lado esquerdo, e Gladson se preparava para bater quando os refletores se apagaram no estádio.  Devido a uma oscilação no fornecimento de energia, o disjuntor principal desarmou. 

A partida ficou interrompida por cerca de 30 minutos, até que a iluminação fosse restabelecida. Mas tão logo retornou, o Joinville marcou dois gols seguidos, sem tempo de reação do Santo André.  Quem abriu o placar para os visitantes foi Daniel Shiraishi (Japonês), aos 14 minutos, que tirou a marcação e tabelou com Dieguinho, antes de mandar para o fundo da rede. Segundos depois, foi Dieguinho que mandou um tiro, sem chance para o goleiro Caio. O Santo André ainda buscou diminuir no final com Rossi, que soltou uma bomba de canhota, mas o goleiro Willian (seleção brasileira) espalmou para fora.

santo andré x joinville - oitavas LNF - futsal

No próximo sábado (30), às 13h15 as equipes fazem o jogo de volta das oitavas em Joinville – Juliano Schmidt/JEC Futsal/Direitos Reservados

Na segunda etapa, o Joinville massacrou o time da casa. Com dois minutos de bola rolando, no rebote de um chute de Caio, Igor Costa marcou o terceiro dos visitantes. Segundos depois, após assistência de Renatinho,  foi o próprio Caio que ampliou para o Joinville.  Aos seis minutos, Dieguinho marcou o segundo dele na partida: chutou no contrapé do goleiro Caio, sacramentando a goleada de 5 a 0 sobre o Santo André.

Classificação às quartas

De acordo com o regulamento da LNF 2021, quem conseguir duas vitórias, ou uma vitória e um empate, avança às quartas de final. No caso de dois empates ou vitórias alternadas, a definição da vaga ocorrerá após prorrogação.Serão 10 minutos suplementares, divididos em dois tempos de 5 minutos, sem intervalo, com inversão de lados. O time com melhor colocação na fase classificatória leva a vantagem do empate no período suplementar.





Continue lendo

Esportes

Duelo Náutico x Vasco pode definir destino das equipes na Série B

Publicado

on


Todos os 2610 ingressos colocados à disposição da torcida do Náutico que encara o Vasco neste domingo (24) no Estádio dos Aflitos, já foram vendidos. Só restam ingressos para os cruzmaltinos, que terão, pela primeira vez na competição, direito a 290 lugares como torcida visitante. O duelo em Recife, válido pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, terá início às 16h (horário de Brasília). A Rádio Nacional transmitirá o jogo ao vivo, com narração de André Luiz Mendes, comentários de Mário Silva e reportagem de Bruno Mendes.

As duas equipes buscam chegar ao G4 para garantir o retorno à primeira divisão do futebol nacional no ano que vem. Apenas dois pontos separam a equipe carioca (46) do time pernambucano (44). O Timbu vem de três vitórias consecutivas, a última delas por 3 a 2 contra a Ponte Preta em Campinas (SP).  O Náutico não vai contar com o zagueiro Camutanga, que cumpre suspensão, mas terá o bom momento do goleiro Anderson.

“Vai ser um dos jogos mais difíceis, pelo momento da tabela e vai decidir quem continua brigando lá em cima e quem vai ficar um passo atrás”, analisou o arqueiro alvirrubro durante coletiva. 

O Vasco superou o Coritiba por 2 a 1 na última rodada e precisa vencer ao menos seis dos últimos oitos jogos para conquistar o acesso à Série A. Um dos jogadores em ascensão no Gigante da Colina é Marquinhos Gabriel.

“O que mais preocupa a gente é a nossa recomposição. Se a gente defender mal, também vai atacar mal. Precisamos estar juntos dentro de campo e buscar um equilíbrio”, defendeu o meia vascaíno.

No primeiro turno, em São Januário, Vasco e Náutico empataram em 1 a 1 e o resultado culminou com a demissão de Marcelo Cabo, o então técnico do Cruzmlatino. Lisca assumiu na sequência e depois deu lugar a Fernando Diniz, o atual treinador. Já o Timbu demitiu Hélio dos Anjos e depois o recontratou para o lugar de Marcelo Chamusca.





Continue lendo

Esportes

São José-SP vence Marechal-PR de virada em 1º jogo das oitavas da LNF

Publicado

on


O São José venceu de virada o Marechal por 3 a 2 neste sábado (23) e ficou mais perto da vaga nas quartas de final da da Liga Nacional de Futstal (LNF). Jogando em São José dos Campos (SP), com presença da torcida no Ginásio Tênis Clube, o time da casa foi para o intervalo perdendo por  2 a 0, mas conseguiu uma recuperação emocionante no segundo tempo, garantindo a vantagem do empate no jogo da volta, no Paraná, no próximo dia 29. O embate deste sábado (23) foi transmitido ao vivo pela TV Brasil. 

Os donos da casa tomaram a iniciativa do jogo no primeiro tempo, mas foi o Marechal que abriu o placar aos 9 minutos com Malcom, aproveitando a bola levantada em escanteio. Foi o sexto gol dele na competição. Após sofrer o primeiro gol, o São José se desconcentrou e três minutos depois Dickson marcou o segundo dos visitantes, após bela assistência de Índio, goleiro de linha. Nos segundos finais da primeira etapa Xuxa quase descontou para os donos da casa.

Após o intervalo, o São José entrou em quadra determinado a mudar a história do jogo. O primeiro gol dos donos da casa saiu aos seis minutos:  Wandinho mandou uma bomba e a bola ainda desviou em Alisson antes de entrar. 

O São José seguiu pressionando até que aos 11 minutos chegou ao empate com Jhonatan Bob, após dois chutes: no primeiro o goleiro Obina espalmou, mas a bola volta nos pés de Bob que acertou em cheio o fundo da rede. Jogadores do Marechal reclamaram de falta do jogador Gabriel, camisa 6 do São José,  em cima de Obina, mas o arbitragem não marcou. O gol da virada do time da casa saiu a menos de dois minutos do fim, com Alisson, com um chute direto da entrada da área, sem chance para o goleiro Obina. Foi o segundo dele na partida.

Nos segundo finais, o Marechal quase arranca o empate, mas a vitória ficou mesmo com o São José, que mantém a invencibilidade dentro do Ginásio Tênis Clube: em sete jogos, soma agora seis vitórias e um empate.

Classificação às quartas

De acordo com o regulamento da LNF 2021, quem conseguir duas vitórias, ou uma vitória e um empate, avança às quartas de final. No caso de dois empates ou vitórias alternadas, a definição da vaga ocorrerá após prorrogação.Serão 10 minutos suplementares, divididos em dois tempos de 5 minutos, sem intervalo, com inversão de lados. O time com melhor colocação na fase classificatória leva a vantagem do empate no período suplementar.





Continue lendo

Mais Vistos