conecte-se conosco

Esportes

SP tem melhor resultado nos anos finais do ensino fundamental

Publicado

on

O estado de São Paulo teve o melhor resultado do Brasil nos anos finais do ensino fundamental e voltou a crescer nas outras etapas do ensino, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019, divulgado hoje (15) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

O Ideb é um indicador de qualidade do ensino fundamental e do ensino médio e é divulgado a cada dois anos, com notas de zero a dez levando em conta o número de estudantes que passou de ano e o desempenho em português e matemática.

Segundo os dados, nos anos iniciais do ensino fundamental (4ª série ou 5º ano), São Paulo saltou de 6,5 pontos para 6,6 pontos. Nos anos finais (8ª série ou 9º ano), a pontuação de 4,8 em 2017, foi para 5,2 pontos em 2019.

No ensino médio, a rede estadual de São Paulo registrou o maior crescimento de sua história, ao passar de 3,8 pontos para 4,3 pontos, ficando em quinto lugar no ranking entre os estados nesse item.

“Estou muito feliz com o crescimento do ensino médio do Brasil. Sonho com um país que continue avançando. O crescimento de São Paulo é muito importante, estamos nos movendo dentro da nossa própria comparação, ainda mais se levarmos em conta o tamanho da nossa rede”, disse o secretário estadual de Educação, Rossieli Soares.

De acordo com Rossieli, a pandemia da covid-19 pode impactar negativamente nas tendências de crescimento do Ideb para os próximos anos. “Precisamos fazer essa reflexão enquanto sociedade sobre o que está acontecendo. A pandemia trouxe aumento do desemprego e há um consequente risco de evasão escolar. Só vamos entender isso na virada do próximo ano”, disse.

O secretário ressaltou que o estado tem feito todos os esforços para manter os resultados da educação, implementando ferramentas que possibilitem que os estudantes continuem estudando. “Tudo isso que estamos conseguindo avançar é muito importante, mas nada substitui a escola presencial e a possibilidade de aprendizado em sala de aula”, disse.

Volta às aulas

Rossieli disse que o governo estadual está aguardando o resultado da próxima fase do inquérito sorológico, previsto pela prefeitura de São Paulo ainda para esta semana. A partir daí, o secretário disse que serão feitas reuniões com a administração municipal e órgãos responsáveis para avaliar a possibilidade de volta às aulas. 

“O inquérito sorológico deve ser observado, mas não deve ser o único índice a ser levado em conta para qualquer tipo de tomada de decisão, porque tem fatores distintos que acabam influenciando”, explicou.

Rossieli disse que a autorização para o retorno às aulas deve ser em conjunto e não só para a escola pública ou privada, justamente por uma questão de igualdade. “Se a rede pública não está pronta e a privada estiver é outra coisa. Ou o inverso. Temos muitos escolas da rede privada prontas, mas temos muitas que também têm dificuldade, porque nem todas têm a mesma estrutura”.

Segundo o secretário, as aulas já começaram a retornar nos municípios que autorizaram as atividades de reforço presencial, e isso está sendo acompanhado semanalmente. “Algumas voltaram na semana passada, outras estão voltando esta semana, gradativamente e de forma opcional, professores, alunos, família, e a própria escola opcional”.

source

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Na expectativa pela estreia, volante Dudu projeta disputa do Brasileiro Sub-17 com o Flamengo

Publicado

on


Na próxima segunda-feira (10), Palmeiras e Flamengo se enfrentam pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro Sub-17. A partida está marcada para às 20h, no Allianz Parque, em São Paulo.

Atleta do Fla desde 2017, o volante Dudu pôde defender a equipe no último Brasileirão de juvenis. Agora, vive a expectativa pela estreia na edição de 2021.

“A nossa preparação foi muito boa e as expectativas para a estreia são as melhores possíveis. Esperamos fazer um grande jogo contra o Palmeiras para iniciar com o pé direito”, destacou o jogador, de 17 anos, que também projeta a disputa da competição.

“É uma responsabilidade muito grande defender o Flamengo, ainda mais em um torneio desse tamanho. Vou me dedicar ao máximo para ajudar o time a conquistar os objetivos traçados, sempre com muito trabalho e foco”, concluiu o volante, natural de Florianópolis.



Continue lendo

Esportes

Nos Estados Unidos, Antonio Carlos reencontra adversário de classificação histórica pelo Orlando City

Publicado

on


Orlando City e New York City FC vão reeditar um duelo marcante da última Major League Soccer. Após decidirem uma vaga nas semifinais da Conferência Leste, as duas equipes voltam a se enfrentar neste sábado (8).

Responsável por garantir ao Orlando City a sua melhor campanha na MLS, a partida da temporada passada contou com fortes emoções. Após empate em 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, os Leões venceram nos pênaltis por 6 a 5.

Durante as cobranças, uma situação curiosa: o time da Flórida teve o seu goleiro expulso. Com isso, coube ao zagueiro Rodrigo Schlegel calçar as luvas e defender uma das penalidades.

Remanescente de 2020, Antonio Carlos relembra a classificação histórica na MLS. Titular do Orlando City, o zagueiro converteu uma das cobranças que confirmaram o triunfo.

“Nunca tinha vivido uma situação desse tipo na carreira, então é algo que fica marcado. Conseguimos aquela classificação histórica para o clube, o que tornou tudo ainda mais especial”, destacou o defensor, que também projeta o reencontro deste sábado.

“A nossa equipe tem evoluído neste início de temporada, e queremos seguir crescendo na competição. Para isso, é fundamental conquistar um bom resultado no sábado. Chegamos focados para fazer mais um grande jogo contra o New York City”, concluiu o brasileiro.

Emprestado pelo Palmeiras, Antonio Carlos chegou ao Orlando City no início de 2020. Um dos destaques da equipe na última temporada, o zagueiro foi contratado em definitivo ao final do ano.



Continue lendo

Esportes

F1: Na Espanha, Hamilton busca abrir vantagem no campeonato

Publicado

on


Piloto da Mercedes venceu as últimas quatro edições do Grand Prix de Barcelona; análise da Betfair.net aponta favoritismo do inglês.

O Grande Prêmio da Espanha, quarta prova do campeonato mundial de Fórmula 1 de 2021, será realizado neste domingo (9) no circuito de Barcelona, na região da Catalunha. Após a vitória em Portugal, a equipe Mercedes de Lewis Hamilton busca despontar na competição em um circuito no qual tem demonstrado domínio nos últimos anos: desde 2017, só Hamilton ocupou o lugar mais alto do pódio. Segundo a Betfair.net, especialista em análises de probabilidades, Max Verstappen (Red Bull Racing) é o piloto com maiores chances de atrapalhar a quinta conquista consecutiva.

Nas probabilidades, Hamilton aparece com 50% de chances de ganhar a prova, informa a Betfair.net, contra 40% de chances para Max Verstappen. A volta mais rápida da prova de domingo – que garante mais um ponto e tem sido estrategicamente disputada pelas equipes em uma edição acirrada do campeonato – está em aberto: ambos os pilotos têm 37% de chances de realizar o melhor tempo da sessão.

Em um circuito de alto desgaste dos pneus, por conta das temperaturas da pista, a pole-position disputada no sábado pode fazer a diferença. E nesse quesito Max Verstappen sai com leve vantagem em relação ao piloto inglês: tem 50% de chances de largar em primeiro no grid, contra 46,5% de Hamilton. Na etapa do Bahrein, primeira do campeonato e que apresenta condições semelhantes, Verstappen conquistou a pole, mas viu a Mercedes de Hamilton ficar com a primeira posição e terminou na segunda colocação. O holandês de 23 anos já conquistou uma vitória nesta temporada e promete ameaçar Hamilton até o final do campeonato.

No Mundial de Construtores, favoritismo ainda maior da Mercedes, com 50% de chances de conquistar mais um Grand Prix, aponta a Betfair.net. A Red Bull aparece logo atrás, com 40% de chances. McLaren e Ferrari, que tentam retomar o caminho das vitórias, possuem 3% de conquistar o GP da Espanha.

 



Continue lendo

Mais Vistos