conecte-se conosco

Esportes

Tite destaca boa fase de Neymar e versatilidade de convocados

Publicado

on

Apesar de o título da Liga dos Campeões  ter escapado do Paris Saint-Germain, da França, o futebol apresentado por Neymar na reta final da competição deixou Tite animado. O técnico da seleção brasileira comemorou a possibilidade de ter o atacante em grande fase técnica e física para o início das Eliminatórias da Copa do Mundo, em outubro, contra Bolívia e Peru.

“O Neymar, nesse grande grande momento, é extremamente importante e diferenciado, sem os problemas clínicos que o afetaram, e dando sequência à plenitude da condição. Estava tentando lembrar da última vez que a gente o teve nessa plenitude”, destacou Tite, em entrevista coletiva nesta sexta-feira (18), transmitida pela CBFTV. “A seleção procura o atleta no melhor momento, para que ele nos transfira o conjunto da obra. Neymar é um líder técnico extraordinário”, completou.

Entre 2018 e 2019, Neymar raramente esteve 100% com a seleção. Uma fratura no quinto metatarso do pé direito, além de uma lesão no tornozelo da mesma perna, atrapalharam o atacante na Copa do Mundo da Rússia. As contusões voltaram a incomodar o camisa 10 no ano passado. Em junho, antes da Copa América, ele voltou a sentir o tornozelo logo no início de um amistoso contra o Catar, em Brasília, e foi cortado da competição.

A expectativa da comissão técnica é que Neymar seja um dos líderes em uma convocação que também reúne caras novas, como o meia Bruno Guimarães, do Lyon (França), o atacante Rodrygo, do Real Madrid (Espanha), e o volante Gabriel Menino, chamado como lateral, mas que atua como meio-campo pelo Palmeiras.

“Ele [Neymar] terminou a Champions jogando com muita qualidade. A gente o espera como um esteio para essa meninada, com liderança técnica, e outros atletas também com liderança de comando, de postura forte, de combatividade”, disse Cleber Xavier, auxiliar de Tite, também na coletiva.

As presenças de Rodrygo e Gabriel Menino, aliás, foram temas recorrentes na entrevista. Sobre ambos, Tite e comissão técnica enalteceram a polivalência dos atletas. Especificamente a respeito do palmeirense ter sido chamado como lateral, e não como volante, o treinador revelou que a coleta de informações não se limitou aos jogos do Verdão na temporada.

“Ele teve formação como lateral, também. Falamos com Ângelo, do sub-15 do Guarani, com o Paulo [Vitor Gomes], da seleção sub-17 e que era da sub-15. Temos as informações das características pessoais e técnicas do atleta, além do acompanhamento in loco em quatro jogos e oito pela TV. É um novo talento surgindo em uma posição importante. Em termos táticos, o Daniel Alves, que joga no meio pelo São Paulo, faz uma função de armação que é a mesma que faz na seleção. O inverso serve para o Menino. Ele trabalha pelo centro, mas sua função ofensiva será de articulador, similar ao Palmeiras”, explicou o técnico.

Já sobre Rodrygo, Cléber Xavier destacou a capacidade do atacante cair pelos dois flancos.

“Ele é um jogador de lado esquerdo, mas também atuou no Santos pela direita. No Real, incorporou esse lado direito. É muito forte no um contra e um e nos traz essa opção para determinados momentos do jogo”, justificou o auxiliar. “Ele abre o campo, para dar espaço de infiltração, e tem naturalidade nos movimentos”, completou Tite.

A seleção brasileira estreia nas eliminatórias no próximo dia 9 de outubro, contra a Bolívia, na Neo Química Arena, em São Paulo (SP). Quatro dias depois, visita o Peru, em Lima. Devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19) e às medidas de segurança sanitária que têm sido adotadas para os jogos, não haverá presença de torcedores.

“Estar perto do torcedor é uma energia inconteste. Fui assistir a um jogo no Maracanã, da cabine. Você olha, não vê público, é estranho. Você quer voltar a trabalhar em um ritmo normal e pensa: 'não é normal ainda, calma'. As coisas estão voltando aos poucos. Nada substitui o contato humano”, concluiu o técnico brasileiro.

source

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Palmeiras e Corinthians jogam neste sábado pelo Campeonato Brasileiro

Publicado

on


Palmeiras e Corinthians se enfrentam neste sábado (12) pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto realizado no Allianz Parque, às 19h (horário de Brasília), terá transmissão da Rádio Nacional, com narração de Felipe Rangel, comentários de Waldir Luiz, reportagem de Rafael Monteiro e plantão de Astrid Nick.

Acompanhe Palmeiras x Corinthians, às 19h (horário de Brasília), clique abaixo:

As duas equipes começaram a competição nacional da mesma maneira, perderam na estreia e venceram na segunda rodada.

Além disso, o clássico Dérbi será disputado após eliminações prematuras das duas equipes na terceira fase da Copa do Brasil na última quarta-feira (9). O Verdão deu adeus ao torneio após sofrer revés, nos pênaltis, contra o CRB. Já o Timão foi despachado pelo Atlético-GO.Em outras competições, os dois rivais também acumularam fracassos.

No Campeonato Paulista, o Palmeiras foi vice-campeão na final contra o São Paulo. Os palmeirenses também não conseguiram êxito na disputa com o Flamengo na Supercopa do Brasil e contra o argentino Defensa Y Justicia pela Recopa Sul-Americana. Restam ainda duas oportunidades para o verdão gritar campeão: o Brasileirão e Copa Libertadores da América.

Já o Corinthians foi eliminado nas semifinais do Paulista, após revés contra o próprio Palmeiras por 2 a 0. Na Copa Sul-Americana, o time do Parque São Jorge também saiu prematuramente na Fase de Grupos. O Campeonato Brasileiro é a única competição em disputa pela equipe comandada por Sylvinho.

Em relação ao time que começa jogando, o técnico palmeirense Abel Ferreira terá desfalques por conta da realização da Copa América, que começa no domingo (13). Ao todo, três jogadores estão disputando a competição envolvendo as seleções Sul-Americanas: o goleiro Weverton (Brasil), o zagueiro Gustavo Gómez (Paraguai) e o lateral-esquerdo Matías Viña (Uruguai).

Pelo lado corintiano, Sylvinho não poderá contar apenas com o meio-campista Otero, que foi convocado pela Seleção Venezuelana. Porém, a ausência não deverá ser tão notada, já que ele não vem sendo aproveitado desde as semifinais do Campeonato Paulista, em 16 de maio.

Nos últimos confrontos entre os dois clubes, o Alviverde tem levado a melhor. Ao todo, o Verdão sustenta invencibilidade de seis jogos no Dérbi, tendo obtido três vitórias e três empates. A última vez que os alvinegros derrotaram o arquirrival foi em 2020, no dia 22 de julho, em Itaquera. A partida terminou com o placar de 1 a 0.





Continue lendo

Esportes

Gama-DF e Aparecidense-GO se enfrentam pela Série D do Brasileiro

Publicado

on


Únicos times do Grupo 5 a vencerem na abertura da Série D do Campeonato Brasileiro, Gama-DF e Aparecidense-GO se enfrentam neste sábado (12), a partir das 15h30 (horário de Brasília), pela segunda rodada da competição. A partida no estádio Maria de Lourdes Abadia, o Abadião, em Ceilândia (DF), será transmitida ao vivo pela TV Brasil.

O duelo seria inicialmente no Mané Garrincha, em Brasília, mas o local teve de ser alterado porque o estádio receberá a Copa América e sediará, inclusive, a estreia da seleção brasileira neste domingo (13), às 18h, contra a Venezuela. Também no Distrito Federal, o estádio Walmir Campelo Bezerra, o Bezerrão, casa do Gama, está impossibilitado de receber partidas. O espaço vem sendo ocupado por um hospital de campanha para tratamento de pacientes do novo coronavírus (covid-19). 

No sábado passado (5), o Periquito estreou derrotando fora de casa  o Jaraguá-GO por 3 a 1, em duelo transmitido pela TV Brasil. O meia Elias (dois gols) e o atacante Vitinho balançaram as redes para o clube distrital. Já no último domingo (6), a Aparecidense levou a melhor sobre o Nova Mutum-MT, pelo mesmo placar, no estádio Aníbal Toledo, em Aparecida de Goiânia (GO). Os atacantes Marinho, Lelo e Elias marcaram para o Camaleão.

Reformulado após o terceiro lugar no Campeonato Brasiliense, com 14 contratações para a Série D, o Gama apresentou três reforços nesta semana: o experiente meia Felipe Menezes (ex-Palmeiras e Benfica, de Portugal, que disputou a Série A2 do Campeonato Paulista deste ano pelo Atibaia) e os jovens atacantes Flávio e Rikelton (emprestados pelo Paysandu). O último, porém, contundiu-se no primeiro treino e está fora do jogo. O zagueiro Igor Ribeiro e o volante Kasado, além de Vitinho, contraíram a covid-19 e também desfalcam o time de Ricardo Colbachini.

A provável escalação do Periquito terá: Wendel, Vinicius, Gabiga e Gabriel; Carrillo, Germano, Felipe Menezes e Elias; Hugo Almeida e Vitor Xavier.

Na Aparecidense, são quatro jogadores ausentes por conta do novo coronavírus (os nomes não foram revelados). O técnico Thiago Carvalho, por sua vez, recuperou-se da infecção pelo vírus e retorna ao banco após cumprir o período de isolamento. O goleiro Pedro Henrique, que deixou o gramado aos 14 minutos do primeiro tempo da estreia, após um choque com o zagueiro Wesley Matos, foi liberado pelo departamento médico. O Camaleão também se reforçou em peso, trazendo 14 atletas para a Série D. O último foi o volante Mutuca, que estava no Águia Negra-MS, anunciado na última segunda-feira (6).

Os goianos devem ir a campo com Pedro Henrique; Adriel, Rafael Goiano, Wesley Matos e Rodrigues; Bruno Henrique, David, Rodriguinho e Negueba; Lelo e Marinho.

As demais partidas do Grupo 5 ocorrem no domingo, às 16h. O Goianésia-GO recebe o União Rondonópolis-MT no estádio Valdeir Oliveira, em Goianésia (GO). O Nova Mutum encara o Jaraguá no estádio Valdir Doilho Wons, em Nova Mutum (MT). Já no estádio Aluízio Ferreira, o Aluizão, em Porto Velho, o Brasiliense-DF visita o Porto Velho (RO).





Continue lendo

Esportes

Djokovic vence Nadal e enfrentará Tsitsipas na final de Roland Ga

Publicado

on


O sérvio Novak Djokovic, número um do mundo, venceu de virada o Rei do Saibro Rafael Nadal por 3-6, 6-3, 7-6 (4) e 6-2 nas semifinais em Roland Garros nesta sexta-feira (11) e disputará o título contra o jovem grego Stefanos Tsitsipas.

Esta foi apenas a terceira vez que o espanhol foi derrotado no Grand Slam em Paris desde sua estreia em 2005.

Nadal, buscando seu 14º título no Aberto da França, venceu os primeiros cinco games da partida e parecia estar a caminho de repetir a vitória sobre o sérvio na final do ano passado.

Mas Djokovic venceu o segundo set e depois derrotou o espanhol em um emocionante terceiro set de 97 minutos no tiebreak, após salvar um set point.

A atmosfera de futebol criada pelos quase 5.000 espectadores na quadra Philippe Chatrier foi sentida no final do terceiro set, quando se aproximava o início do toque de recolher em Paris por causa da Covid-19.

Felizmente, as autoridades parisienses concederam uma prorrogação do limite das 23h no horário local, o que fez com que o magnífico jogo pudesse continuar a ser desfrutado por um público ao vivo.

Mas não houve indulto para Nadal, de 35 anos, que pareceu cansado no último set, e sucumbiu diante de Djokovic, que agora enfrentará Tsitsipas em busca de seu 19º título de Grand Slam, o que o deixaria apenas um atrás do recorde de 20 de Nadal e Roger Federer.

Tsitsipas chegou à decisão ao derrotar Alexander Zverev por 6-3, 6-3, 4-6, 4-6 e 6-3 em uma grande partida.





Continue lendo

Mais Vistos