conecte-se conosco

Esportes

Governo acertou ao restringir reforma a futuros servidores, diz Maia

Publicado

on

A restrição da reforma administrativa aos futuros servidores públicos é uma medida acertada do governo, disse hoje (14) o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Segundo ele, a inclusão dos atuais servidores poderia acarretar conflitos jurídicos ao abrir caminho para questionamentos em relação a direitos adquiridos.

“O governo acertou ao separar a questão dos antigos servidores e criando novo modelo para novos servidores na reforma administrativa. Isso poderia gerar conflito jurídico. O enfrentamento [com os servidores atuais] poderia atrasar ou inviabilizar a discussão”, disse Maia. Ele e o ministro da Economia, Paulo Guedes, participaram de seminário sobre administração pública promovido pelo Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP).

Em relação ao cronograma da proposta, o presidente da Câmara disse que as discussões serão aceleradas após as eleições municipais, em novembro, e que o texto deverá ser votado somente em 2021.

Enxugamento

Durante o evento, o ministro da Economia reafirmou que a reforma administrativa representa uma das medidas para enxugar o Estado brasileiro, transformando-o em mais eficiente. “Como disse o presidente da Câmara [Rodrigo Maia], nós mantivemos os direitos do funcionalismo atual, lançamos a base de um funcionalismo futuro, com muito mais meritocracia e avaliação de resultados”, discursou Guedes.

Segundo Guedes, o tempo mínimo para que os futuros servidores alcancem a estabilidade dependerá da dinâmica de cada carreira típica de Estado e será decidido na prática, pelo sistema de avaliação dos futuros concursados. “A Receita Federal pode ser que sejam quatro anos [para a conquista da estabilidade]. No Itamaraty pode ser que sejam oito anos. Cada um é que vai definir os quadros desse funcionalismo futuro”, destacou.

Percepção

Guedes comentou a reunião virtual que teve hoje com ministros de Finanças e presidentes de Bancos Centrais do G20, grupo das 20 maiores economias do planeta. “O Brasil está muito bem visto lá fora. Essa foi a percepção que tive”, declarou o ministro. Segundo ele, o Brasil deu uma resposta “fulminante” à pandemia de covid-19, citando o pagamento do auxílio emergencial para cerca de um terço da população brasileira e o programa de preservação dos empregos.

Na avaliação do ministro, o país voltou a crescer em “velocidade alucinante” e com recuperação em “V”, termo que designa forte queda seguida de forte recuperação econômica. “Foi em V mesmo. O Brasil bateu no fundo e voltou”, declarou. Guedes citou a criação de 250 mil postos formais de trabalho em agosto, dizendo que setembro terá desempenho semelhante.

O ministro voltou a defender a descentralização na distribuição de recursos para estados e municípios e destacou que todos os Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) estão comprometidos com a reforma do pacto federativo. “Desde o início, o presidente da Câmara tem apoiado a proposta de pacto federativo. Conceitualmente estamos todos de acordo com a ideia que temos que construir uma Federação com alicerces sólidos”, concluiu Guedes.

source

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Brasil supera Canadá e leva bronze na Copa América fem

Publicado

on


A seleção brasileira feminina de basquete conquistou neste sábado (19) a medalha de bronze na AmeriCup, a Copa América da modalidade, ao derrotar o Canadá por 87 a 82 em San Juan (Porto Rico). A armadora Tainá Paixão e a pivô Clarissa anotaram 19 pontos cada e foram os destaques da equipe do técnico José Neto, que repetiu a campanha de 2019.

Depois de ir para o intervalo cinco pontos atrás, o Brasil voltou soberano para o segundo tempo, ganhando o terceiro quarto por 29 a 9 e abrindo 15 pontos de vantagem antes do quarto e último período. As brasileiras, porém, caíram de produção nos dez minutos finais e permitiram às canadenses empatarem em 68 a 68, levando o duelo para a prorrogação. A igualdade prevaleceu no primeiro tempo extra (77 a 77). No segundo, a seleção nacional, enfim, conseguiu descolar das rivais no marcador para garantir a vitória e a medalha de bronze.

As brasileiras encerraram a competição com cinco vitórias e duas derrotas. Um dos tropeços, na primeira fase, foi justamente para as canadenses, por 71 a 67. O outro foi na semifinal, diante dos Estados Unidos, por 71 a 60.

A classificação à semifinal já havia garantido o Brasil no torneio classificatório para o Mundial do ano que vem, na Austrália. A competição ainda não foi agendada.





Continue lendo

Esportes

Bragantino supera Flamengo no Maracanã e dorme na ponta do Bras

Publicado

on


A quinta rodada do Campeonato Brasileiro foi inaugurada com golaços e uma partida decidida aos 52 minutos do segundo tempo. Neste sábado (19), o Red Bull Bragantino superou o Flamengo por 3 a 2 no Maracanã, no Rio de Janeiro, em duelo marcado pelas obras de arte do lateral Aderlan, do Massa Bruta, e do atacante rubro-negro Rodrigo Muniz.

O atual bicampeão nacional passa a noite em nono lugar, com seis pontos em três jogos, mas deve perder posições no fim de semana. Os paulistas, com 11 pontos, assumiram provisoriamente a liderança do Brasileiro, um ponto a frente do Fortaleza e dois de Athletico-PR e Atlético-MG, que ainda têm compromissos pela rodada.

Os times foram a campo desfalcados. No Flamengo, são quatro ausências devido à Copa América: o lateral Mauricio Isla, os meias Giorgian de Arrascaeta e Everton Ribeiro e o atacante Gabriel Barbosa. Já o atacante Pedro, que havia testado positivo para o novo coronavírus (covid-19), segue os protocolos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

No Bragantino, o meia Claudinho, principal nome da equipe, foi novamente poupado por desgaste físico, enquanto o lateral Luan Cândido se recupera de uma lesão no adutor da coxa esquerda. Com o técnico Maurício Barbieri suspenso, o Massa Bruta foi dirigido pelo auxiliar Claudio Maldonado. Ex-volante, o chileno foi campeão nacional pelo Flamengo em 2009.

Fazendo jus ao perfil ofensivo de ambas as equipes, o duelo foi movimentado do início ao fim. Aos 11 minutos, o primeiro golaço da noite: o atacante Helinho cobrou falta pela direita e Aderlan completou de chaleira, no ângulo do goleiro Diego Alves. Dois minutos depois, o lateral quase faz outra pintura, acertando a trave em desvio de calcanhar, após escanteio batido pelo atacante Artur.

Em seguida, aos 14 minutos, o goleiro Cleiton evitou o empate em finalização de Rodrigo Muniz dentro da área. O atacante, porém, levaria a melhor aos 26 minutos, desviando para as redes um chute torto do atacante Michael, depois de um bate-rebate. O duelo particular entre Muniz e Cleiton não terminou aí. Aos 35, o arqueiro se esticou todo para salvar o arremate de fora da área do rival. Na sequência, o camisa 43 teve a chance da virada na sobra de um escanteio, na cara do gol, mas chutou por cima.

A partida seguiu intensa depois do intervalo. Aos 14 minutos, Rodrigo Muniz cabeceou perto da pequena área e Cleiton defendeu. Quatro minutos depois, foi a vez do jovem rubro-negro se dar bem, fazendo o segundo golaço da noite. Após cruzamento pela direita do lateral Matheuzinho, o atacante acertou uma bicicleta da marca do pênalti e virou para o Flamengo. Mas aos 23, depois de um chute de Artur desviar no lateral Filipe Luís e no volante Gerson, a zaga parou e o meia Eric Ramires, substituto de Claudinho, deixou tudo igual de cabeça.

As equipes sentiram o desgaste e os minutos finais da partida não tiveram a mesma intensidade, mas foram emocionantes. Aos 44 minutos, o atacante Bruno Henrique teve a chance da vitória em cabeçada na pequena área, mas mandou por cima da meta de Cleiton. Quando o empate parecia decretado, Artur puxou contra-ataque na esquerda e cruzou para o atacante Chrigor, de cabeça, garantir a vitória dos paulistas aos 52 minutos.

Os dois times voltam a campo na quarta-feira (23), às 19h (horário de Brasília), pela sexta rodada do Brasileiro. O Flamengo recebe o Fortaleza no Maracanã, enquanto o Bragantino tem outra pedreira pela frente: o Palmeiras, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).





Continue lendo

Esportes

Líder Corinthians atropela Minas Brasília no Brasileiro Feminino

Publicado

on


A melhor campanha da primeira fase da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino é do Corinthians. Neste sábado (19), as Alvinegras golearam o Minas Brasília por 5 a 0 no Parque São Jorge, em São Paulo, pela 14ª e penúltima rodada.

O Timão foi a 37 pontos e não tem mais como ser alcançado pelo Palmeiras, segundo colocado com 31 pontos e que ainda vai a campo na rodada. O Minas permanece com 11 pontos, na 11ª posição, e ainda não garantiu a permanência na primeira divisão. As brasilienses, porém, dependem apenas de si para assegurar mais um ano na elite.

A atacante Gabi Nunes comandou o show alvinegro com três gols. Aos três minutos da primeira etapa, ela aproveitou o cruzamento da atacante Gabi Portilho pela direita e abriu o placar de cabeça. Cinco minutos depois, a lateral Yasmin bateu escanteio da direita, a zagueira Pardal desviou na primeira trave, a goleira Karen deixou escapar e a camisa 11 não perdoou. Aos 23, a zagueira Giovana Campiolo lançou Vic Albuquerque nas costas da defesa. Na saída de Karen, a atacante rolou na esquerda para Gabi Nunes completar o hat trick.

Antes do intervalo, aos 47, a lateral Katiuscia cruzou pela direita e a meia Gabi Zanotti não conseguiu finalizar, mas a bola sobrou para Vic Albuquerque arriscar da entrada da área e balançar as redes do ex-clube, fazendo o quarto do Timão. Na etapa final, o Corinthians seguiu pressionando, parando em defesas de Karen até os 36 minutos, quando Vic lançou Gabi Portilho na área. A atacante viu a goleira sair da meta e a encobriu, fechando o placar com um golaço.

Os duelos da 15ª e última rodada da primeira fase ocorrem nesta quinta-feira (24), às 15h (horário de Brasília). O Corinthians vai a Caçador (SC) encarar o Avaí/Kindermann, na reedição da final do último Brasileiro, no estádio Carlos Alberto Costa Neves. O Minas Brasília decide a permanência na primeira divisão em confronto com o Palmeiras no Abadião, em Ceilândia (DF).





Continue lendo

Mais Vistos