conecte-se conosco

Esportes

Eleições 2020: urnas são seguras e uso é transparente, afirma TSE

Publicado

on

Não são novas as dúvidas e questionamentos sobre a segurança das urnas utilizadas pela Justiça Eleitoral nas eleições brasileiras. No pleito de 2018, o tema foi objeto de ações coordenadas de eleitores e grupos políticos para jogar suspeição sobre a segurança do sistema e a consequente legitimidade dos resultados das votações a partir dele. Neste mês, que o Brasil se prepara para escolher prefeitos e vereadores novamente, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reafirmou à Agência Brasil que as urnas eletrônicas são seguras e que as medidas adotadas são transparentes, podendo ser acompanhadas pelos partidos e outras instituições.

O secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino, lembra que as urnas são empregadas como meio técnico de coleta de votos desde a disputa municipal de 1996. Ele conta que a iniciativa veio em resposta ao que chamou de limites a falhas da coleta e apuração humanas. No processo até então, pessoas votavam em cédulas de papel, que eram colocadas em grandes sacos e depois eram retiradas para o escrutínio.

“Tínhamos muita intervenção humana. E quando há intervenção humana temos três características. Lentidão, prática de erros e possibilidade de fraude pela manipulação da informação. Houve possibilidade de se transformar um processo que era lento e cheio de erros e fraudes em um processo célere, com garantia de integridade e proteção, com rastreabilidade que está ligado à transparência”, destaca o secretário.

Para efeito de comparação, dois dias após o término da votação nos Estados Unidos, as apurações dos votos para presidente e para parte do Parlamento não haviam sido concluídas. No Brasil os resultados presidenciais são dados horas após o fechamento das urnas, enquanto os dos estados menores acontecem ainda no mesmo dia, sobrando poucas Unidades da Federação que concluem no dia seguinte.

Giuseppe Janino considera a urna eletrônica uma “mudança de paradigma”. A partir do início do seu emprego o sistema foi sendo aperfeiçoado e foram inseridas novas funcionalidades. Ele considera que o projeto garante segurança e transparência.

Toda a tecnologia é desenvolvida no TSE, conforme o secretário. Seis meses antes de cada eleição o sistema é aberto para que mais de 15 instituições, como partidos políticos, Ministério Público, Polícia Federal, universidades e entidades de classe, se habilitem para verificar os programas que serão adotados.

Após este período, os programas são lacrados e blindados, passando por mecanismos de segurança por meio de assinaturas. “Em cada um deles é feito um código matemático e isso gera um dígito verificador. Isso garante integridade. Fazemos um conjunto de assinaturas em cima desses programas que vão desde o chefe da unidade, coordenador, secretário de tecnologia e autoridades como o presidente do TSE, PGR [Procuradoria-Geral da União], presidente da OAB [Ordem dos Advogados do Brasil], que fazem a última camada de assinaturas”, explica Janino.

Uma cópia fica no cofre do tribunal como alternativa para verificação. Outras são enviadas para os tribunais regionais eleitorais. Quando o software é instalado nas urnas, estas o leem e conferem as assinaturas. Apenas desta maneira, coloca o secretário, a urna funciona. Ele argumenta que não seria possível uma fraude roubando uma urna, por exemplo.

“Este fato de subtrair uma urna não preocupa, porque ela tem todo um esquema de proteção porque ela não vai funcionar e não vai gerar dado que não será oficial. Existem vários pontos de segurança e verificação que garantem a integridade do processo”, diz.

Outro procedimento de fiscalização feito pela Justiça Eleitoral é selecionar determinadas urnas na véspera da eleição e proceder uma simulação dos votos nas sedes dos TREs. Isso ocorre com a participação de representantes das candidaturas, com câmeras filmando os votos e após o fim do procedimento há uma conferência se os votos vistos correspondem àqueles registrados na máquina.

Após cada pleito, o TSE e a Justiça Eleitoral avaliam o desempenho do sistema e discutem o que pode ser inserido, tanto nos equipamentos quanto nos programas utilizados. “Não há nenhum caso de fraude identificada até hoje. Todas as suspeições formalizadas são investigadas por instituições independentes, como Ministério Público e Polícia Federal”, enfatiza o responsável pela tecnologia da informação do tribunal.

source

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Série D define primeiros classificados às semifinais

Publicado

on


Buscando o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro, o Campinense recebe o América-RN, a partir das 17h30 (horário de Brasília) deste sábado (16) no Amigão, na partida de volta das quartas de final da Série D. A partida terá transmissão ao vivo da TV Brasil.

Este é um jogo especial para a Raposa, pois é o 100º que disputa na história da Série D. Porém, mesmo com esta motivação extra, o técnico Ranielle Ribeiro espera muitas dificuldades diante do Mecão: “A expectativa é de um jogo muito difícil, contra uma equipe como o América, de camisa, que já nos conhece. Então é estar preparado para não ser surpreendido pela equipe do professor Renato Potiguar”.

Mas o que prevalece, para o treinador, é a confiança, por decidir em casa, em especial após a boa apresentação na ida, na Arena das Dunas: “O Campinense fez um bom jogo na ida em Natal. E por pouco não construímos uma vantagem. Então é aproveitar o ambiente a nosso favor e usar isto como força para alcançarmos nosso objetivo”.

Do outro lado do gramado estará o América, que, mesmo com o empate sem gols na ida, continua tendo esperança de alcançar a classificação, como afirma o técnico Renatinho Potiguar: “Vamos para uma partida difícil. O que sempre falamos para o torcedor é que a vontade, a determinação e o bom ambiente que temos nos leva a crer que faremos uma grande partida. Sabemos que será um jogo difícil, mas também sabemos da nossa capacidade”.

Para o lateral Felipinho, a classificação passa por um melhor aproveitamento do ataque do Mecão: “Temos que ter maior concentração nas ações ofensivas, nos detalhes, pois na defesa fomos seguros, conseguimos fazer um bom jogo”.

Vantagem da Aparecidense

Porém, a tarde de Série D na TV Brasil começa às 15h neste sábado, com o encontro entre Aparecidense e Uberlândia no estádio Aníbal Toledo. E a equipe goiana chega com uma vantagem considerável ao confronto decisivo em sua casa após vencer por 1 a 0 na última semana no Parque do Sabiá.

Graças a este resultado, o Aparecidense garante a vaga nas semifinais até com um empate. Já o Verdão só avança na competição com um triunfo por dois ou mais gols. Vitória de 1 a 0 do Uberlândia leva a decisão para a disputa de pênaltis.

Segundo o técnico da equipe goiana, Thiago Carvalho, a vitória no confronto de ida foi fruto de uma partida quase perfeita, que pode servir de parâmetro para o jogo deste sábado: “Foi um jogo bem difícil, contra um adversário com muita qualidade. Mas acho que conseguimos nos comportar bem na parte defensiva, fazendo uma apresentação quase perfeita, e criamos as oportunidades para vencer, e conseguimos”.

Ao ser questionado se pretende usar a vantagem obtida na ida agora na volta, o treinador não esconde que esta possibilidade passa por sua cabeça, mas apenas nos minutos finais do confronto, no qual sua equipe começa pensando na vitória: “A vantagem tem que ser utilizada no final do jogo, mas apenas se for necessário. Teremos um confronto aberto, com pequena vantagem. Caso cheguemos ao final da partida, e estivermos com essa vantagem, temos que ter a inteligência de usá-la. Mas de início não. Temos que ser agressivos desde o início e procurar vencer”.

Jogos de domingo

Os jogos de volta das quartas de final da Série D continuam no próximo domingo (17), com a Ferroviária recebendo o Atlético-CE, na Fonte Luminosa a partir das 15h, e o ABC medindo forças com o Caxias, no Frasqueirão a partir das 17h30.





Continue lendo

Esportes

Goiás supera CSA e assume 3ª posição da Série B

Publicado

on


O Goiás derrotou o CSA por 3 a 1, na noite desta sexta-feira (15) no estádio da Serrinha, e assumiu a 3ª posição da Série B do Campeonato Brasileiro com 51 pontos conquistados. Já o Azulão ficou na 7ª posição com 45 pontos.

Atuando em casa, o Esmeraldino abriu o placar logo aos 6 minutos, quando Luan Dias superou o goleiro Lucas Frigeri após receber de Alef Manga, que fez grande jogada. O segundo veio momentos antes do intervalo, graças a gol de cabeça do zagueiro David Duarte.

Porém, o melhor veio aos 11 minutos da etapa final, quando Élvis lançou de trivela para Hugo, que bateu colocado para o gol. Aos 27 minutos o CSA ainda descontou com Delatorre.

Na próxima rodada o Goiás recebe o Londrina no estádio do Café na terça (19). Quatro dias depois o CSA recebe o Operário.

Agência Brasil

Link





Continue lendo

Esportes

“Dia de Mar” é destaque no XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador

Publicado

on


O “Dia de Mar” do XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador foi realizado nesta sexta-feira (14), no Yacht Club de Ilhabela (YCI). Os participantes puderam aprender e trocar experiências com instrutores e representantes da Marinha do Brasil, que conduziram as ações de dentro das quatro embarcações disponibilizadas para a ação.

Considerado por muitos o maior treinamento civil-militar da América Latina, o Simpósio tem 17 anos de história e é voltado para velejadores, navegadores, marinheiros e pessoas relacionadas com o meio náutico.

As embarcações Navio-Patrulha Guajará, Aviso de Instrução Aspirante Nascimento, Aviso de Instrução Guarda-Marinha Jansen e Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito foram responsáveis por receber os futuros arrais, mestres ou capitães.

“Este Simpósio garante o nível de segurança no mar. São arrais, mestres e capitães amadores que irão ao mar com mais vivência. Essa experiência será fundamental se eles precisarem utilizar em algum momento”, comentou o Vice-Almirante Alexandre Cursino de Oliveira.

“Nesse evento podemos ter a interação e a parceria de quase todas as pessoas que usam o mar, seja profissionalmente ou para o seu lazer, fazendo dinâmicas como a que estamos fazendo aqui. É uma preparação para ir ao mar, ver a meteorologia, as condições do tempo e criar uma mentalidade de segurança marítima baseada na navegação”, completou o vice-almirante.

Os instrutores, cada um com o seu grupo, realizaram demonstrações de “Homem ao Mar”, transmissão de “Securitée” e “May Day”, além de abandono de embarcação, uso de coletes e balsa salva vidas.

“Tem gente do Brasil todo aqui: Bahia, Paraná, Espírito Santo…O Simpósio agrega muito conhecimento para eles, crescem muito com isso, o evento é muito importante para aprender e ser o multiplicador desse conhecimento. O evento está de parabéns como sempre, assim como a Marinha e o Yacht Club de Ilhabela, com uma estrutura maravilhosa, muito obrigado pela recepção de todos”, disse o instrutor Tenente Santa Cruz.

Foram realizadas também a sinalização com pirotécnicos e a demonstração de resgate de náufrago por aeronave, assim como ações de sobrevivência, o que fez com que as aulas fossem além da teoria.

“Foi muito bom, quando chegamos estávamos bem ansiosos, mas o treinamento superou as expectativas com certeza. Eu tinha muito medo de pular então foi um desafio também, toda a equipe técnica, o suporte técnico que tivemos foi sensacional. Super recomendo, e ano que vem estaremos de volta”, comentou a participante Sandra Maria da Silva.

Organizado pela Full Time Eventos e Turismo, os três dias de Simpósio têm assinatura do Yacht Club de Ilhabela (YCI), Marinha do Brasil e Soamar-SP, além de contar com o apoio da Prefeitura de Ilhabela.

Neste sábado (16), serão realizadas as palestras com os especialistas no mundo náutico e as autoridades da Marinha do Brasil. O dia começa com a abertura oficial de Alex Costa – Comodoro do Yacht Club de Ilhabela – e Mario Simonsen – Presidente Soamar-SP. O experiente velejador Beto Pandiani fechará as palestras do dia.

No domingo (17/10), acontecerão as provas para Arrais, Mestre e Capitão. É pré-requisito para o exame de Mestre Amador que o candidato seja Arrais Amador. E os inscritos para a avaliação de Capitão devem possuir a licença de Mestre Amador.

PROGRAMAÇÃO OFICIAL

14/10 – CREDENCIAMENTO
14h às 18h – Credenciamento

15/10 – DIA DE MAR
8h às 8h30 – Credenciamento
8h30 às 9h30 – Instruções para o Dia de Mar
9h30 às 10h30 – Embarque nos meios
10h30 às 16h45 – Atracação e desatracação, noções práticas de manobras e navegação, resgate de homem ao mar, abandono de embarcação, coletes e balsa salva vidas
sinalização com pirotécnicos, transmissão de “Securitée” e “May Day”, demonstração de resgate de náufrago por aeronave.
16h45 às 17h – Desembarque dos Meios

16/10 – SIMPÓSIO
8h às 09h – Credenciamento
9h às 09h15 – Abertura Oficial com Alex Costa – Comodoro do Yacht Club de Ilhabela & Mario Simonsen – Presidente Soamar-SP
9h15 às 09h30 – Palavra do Comandante da Marinha com o Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos – Comandante da Marinha do Brasil
9h30 às 9h45 – A Importância do Simpósio com o Vice-Almirante Alexandre Cursino de Oliveira – Diretor de Portos e Costas.
9h45 às 10h15 – Coffee break
10h15 às 11h00 – Navegando com Segurança / Preparação Travessias com Marcio Dottori – Engenheiro naval, diretor técnico da Revista Náutica
11h às 11h30 – Tribunal Marítimo e a Segurança da Navegação com o Vice-Almirante Wilson Pereira de Lima Filho – Presidente do Tribunal Marítimo.
11h30 12h15 – A contribuição do RIPEAM para a Segurança do Navegador Amador com o Capitão de Mar e Guerra Sergio Henrique Magliari da Costa Moura
12h15 às 14h – Almoço
14h às 15h – Sobrevivência no Mar com Marco Ferrari
15h às 15h45 – Aspectos Práticos da Normam 03 com o Capitão-Tenente Helenilde de Lima Silva Gomes – Chefe do Departamento de Pessoal Amador, Marinas, Clubes e Entidades Desportivas Náuticas da Diretoria de Portos e Costas.
15h45 às 16h15 – Coffee break
16h15 às 17h15 – O sucesso é uma experiência coletiva com Beto Pandiani – Velejador de renome mundial, Escritor e Palestrante
17h às 18h30 – Encerramento – Confraternização

17/10 – PROVAS
8h às 12h30 – Provas para Amadores

Confira a programação completa

Sobre o Simpósio

O Simpósio de Segurança do Navegador Amador teve sua primeira edição realizada no ano de 2000, na Escola Naval. Idealizado pelo Vice Almirante Euclides Duncan Janot de Matos, à época Diretor de Portos e Costas da Marinha do Brasil, o evento teve a coordenação do navegador Carlos Brancante, pela sua experiência de mais de 150.000 milhas navegadas, e o então CMG Bernardo Pierantoni Gamboa, hoje Vice-Almirante.

A missão era aproximar a Marinha dos navegadores amadores, tendo como foco central a segurança. Nesses 20 anos, o simpósio vem conscientizando toda a comunidade náutica sobre como ter uma navegação mais segura e evitar a poluição hídrica, de forma a garantir a salvaguarda da vida humana no mar.



Continue lendo

Mais Vistos