conecte-se conosco

Bahia

Senai oferece cursos gratuitos de capacitação profissional

Publicado

on


Para quem está procurando emprego, cada diferencial no currículo conta. O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) oferece cursos de iniciação profissional, qualificação e aperfeiçoamento, com duração que varia de horas a alguns meses. Há cursos técnicos, de, no mínimo, 800 horas, o que corresponde a um ano.

O Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil (Cetiqt) do Senai abriu inscrições para mais de 30 cursos gratuitos e online. De acordo com o Senai, os 10 melhores alunos ganharão uma bolsa integral para cursos de graduação e pós-graduação no Senai Cetiqt.

Jovens

Iniciativa voltada para jovens de 14 a 24 anos de idade, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o 1MiO – Unicef tem 20 cursos de iniciação profissional e aperfeiçoamento, com duração de 4 a 30 horas, online, gratuitos e autoinstrucionais. Não há limite de vagas.

Há diversos cursos disponíveis como Consumo eficiente de energia; Desenho arquitetônico; Desvendando a Indústria 4.0; Educação Ambiental; Finanças pessoais; Logística (5´s e almoxarifado); Noções Básicas de Mecânica Automobilística; Privacidade de proteção de dados (LGPD); entre outros.

Emprega Mais

Por meio de vouchers, o Senai está requalificando de graça trabalhadores da indústria e dando uma formação para desempregados ocuparem vagas no setor. Até abril, foram 33 mil vagas ofertadas em 26 estados para cursos de qualificação e de aperfeiçoamento profissional, presenciais e semipresenciais, com carga horária média entre 120 e 240 horas.

De acordo com o Senai, de maio a agosto, estão previstas 46.817 oportunidades em 23 estados. As indústrias podem requisitar os cursos e indicar profissionais, e pessoas físicas devem acessar as opções na Loja Mundo Senai. A loja virtual de cursos tem outras opções além daquelas previstas no Emprega Mais.

Anualmente, o Senai destina 66,66% da sua Receita Líquida de Contribuição Compulsória Geral para viabilizar a oferta de vagas gratuitas nos cursos técnicos e de formação inicial e continuada. O aluno que deseja solicitar a gratuidade com base na declaração de baixa renda deve procurar a unidade Senai da sua região.

Balanço

De janeiro a março, o Senai registrou 265 mil matrículas em cursos gratuitos de diferentes modalidades, como aprendizagem, qualificação, aperfeiçoamento e técnico.

Os três primeiros meses de 2021 já correspondem a 57% do total de matrículas gratuitas do ano passado (459 mil), o que significa um aumento expressivo na procura e na oferta neste início de ano e aponta uma tendência de alta neste ano.

Em 2020, em relação ao ano pré-pandemia da covid-19, o destaque entre os cursos gratuitos foi a modalidade aperfeiçoamento, com duração entre 8 e 360 horas, cujas matrículas saltaram de 79 mil em 2019 para 120 mil matrículas em 2020. Ao perceber a demanda por qualificação rápida, gratuita e online, em razão da queda na renda das famílias, logo no início da pandemia, o Senai disponibilizou vagas para vários cursos na área de tecnologia, em temas como inteligência artificial, blockchain e programação móvel para Internet das Coisas (IoT). Para os cursos técnicos, a mais recente pesquisa de egressos, de 2020, mostra que sete de cada 10 ex-alunos estavam empregados.

Já nos cursos técnicos, os jovens aprendizes trabalham e fazem um curso paralelamente, com duração de um a dois anos e têm como diferencial a parte prática e a aproximação com o mundo do trabalho. O Senai tem simuladores no curso EaD e, nos cursos semipresenciais e presenciais, a estrutura das escolas conta com equipamentos de última geração para a parte prática.

O curso técnico dá uma formação que, em vários casos, possibilita uma renda salarial equivalente à de um curso superior, sendo que não leva quatro, cinco anos.



Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 2.395 da Mega-Sena

Publicado

on


Nenhum apostador acertou o prêmio principal do concurso 2.395 da Mega-Sena. As seis dezenas foram sorteadas na noite desse sábado (31), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

São as seguintes as dezenas sorteadas: 04 – 11 – 12 – 44 – 45 – 57.

O prêmio para o próximo concurso 2.396, cujo sorteio será realizado na próxima quarta-feira (3), é estimado em R$ 46 milhões.

A quina registrou 72 apostas vencedoras cada uma pagará R$ 51.378,77. A quadra apresentou 6.026 apostas ganhadoras e vai pagar individualmente um prêmio de R$ 876,97.

As apostas para o próximo podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, nas casas lotéricas credenciadas peça Caixa, em todo o país ou pela internet.



Continue lendo

Bahia

Ossos encontrados podem ser de meninos desaparecidos em Belford Roxo

Publicado

on


Após receber uma denúncia do irmão de um acusado, a Polícia Civil encontrou nesta sexta-feira (30) ossos em um saco plástico preso a uma ponte em um rio de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, que podem ser dos três meninos desaparecidos em dezembro na cidade.

A polícia informou que a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) aguarda o laudo da perícia realizada nos fragmentos de ossos encontrados e que as investigações e buscas seguem em andamento.

Os meninos Lucas Matheus, de 8 anos, Alexandre Silva, de 10, e Fernando Henrique, 11 anos, desapareceram no dia 27 de dezembro, depois que saíram para brincar no campo de futebol ao lado do condomínio em que moravam, no bairro do Castelar, e não voltaram para casa.

Em março, o Ministério Público identificou as últimas imagens das crianças, feitas por câmeras de segurança na Rua Malopia, na Vila Medeiros, bairro vizinho ao que elas moravam. Nas imagens, os três aparecem andando juntos, tranquilamente, enquanto conversam de forma descontraída. A Polícia Civil criou uma força tarefa para investigar o desaparecimento apenas em abril.

Uma operação em maio prendeu 16 pessoas no bairro do Castelar, acusados de envolvimento com o tráfico de drogas e o roubo de cargas na região, que podem estar envolvidos no desaparecimento dos três meninos. Os presos são suspeitos também de torturar e expulsar uma família da cidade, com marido esposa e quatro filhos menores, que teriam acusado os traficantes do crime.

De acordo com o coordenador executivo do Fórum Grita Baixada, Adriano de Araújo, as investigações só estão ocorrendo por causa da pressão dos movimentos sociais em torno do caso.

“Se não fosse a pressão social de movimentos organizados e a insistência das famílias, acredito que sequer teríamos informações a respeito. Essa demora reflete a baixa importância dada na resolução de crimes contra a vida no Brasil, especialmente em territórios periféricos, pobres e negros, como a Baixada Fluminense”.

O Fórum é uma rede de organizações e pessoas da sociedade civil que defendem os direitos humanos, a justiça e uma política de segurança pública cidadã para a Baixada Fluminense. Araújo destaca que os desaparecimentos forçados são uma realidade presente na vida de dezenas de famílias da região e, ao mesmo tempo, pouco visibilizada.

“Nós estamos iniciando uma pesquisa a respeito, em parceria com a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro [UFRRJ]. O desaparecimento de corpos têm sido usado por grupos criminosos, seja da milícia, seja de outros grupos associados ao comércio varejista de drogas, como uma estratégia de dominação de território e controle pelo terror”.

De acordo com ele, o Fórum está organizando o primeiro centro de atendimento psicossocial para mães e familiares de vítima de violência de Estado e de desaparecimentos forçados, em parceria com setores públicos, para fortalecer a rede de apoio local às famílias.



Continue lendo

Bahia

CPTM retoma o Expresso Turístico a partir de 8 de agosto

Publicado

on


A partir do dia 8 de agosto as viagens do Expresso Turístico da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) para Paranapiacaba, no meio da Serra do Mar, em Santo André, voltam a ser realizadas, depois de um ano e meio paralisadas devido à pandemia de covid-19. As primeiras viagens serão dias 8 e 22 de agosto e 5 e 19 de setembro, exclusivas para quem comprou o bilhete antes da pandemia e não pediu reembolso.

Todos os passageiros com viagens pendentes serão procurados pela CPTM para remarcar o passeio. Esse contato respeitará a ordem da viagem inicialmente comprada. O mesmo bilhete já adquirido deverá ser apresentado na data da nova viagem. Caso não seja possível aceitar a viagem nas datas propostas pela companhia, a passagem não perderá a validade e o passageiro, se quiser, ainda poderá pedir o reembolso. 

“Os passageiros que compraram as passagens, não viajaram e optaram por esperar serão recompensados agora. Todas as viagens respeitarão todos os protocolos de segurança para que a ida a Paranapiacaba seja uma experiência inesquecível e segura”, disse o presidente da CPTM, Pedro Moro.

A previsão da CPTM é a de que sejam necessárias 13 viagens para atender as 1.350 pessoas que têm bilhetes válidos. A capacidade total de passageiros em cada uma das viagens será determinada pelo Plano São Paulo – atualmente é permitido 60% da capacidade total dos assentos, o que corresponde a 103 pessoas. 

Passageiros que tiverem dúvidas podem acessar a página da CPTM  ou entrar em contato com a empresa pelo e-mail passageiro@cptm.sp.gov.br , whatsapp (11) 9 9767 7030 ou pela central de relacionamento 0800 055 0121. Ao entrar em contato será preciso informar o nome da pessoa que comprou a passagem, data original da viagem e número do bilhete. O prazo de resposta será de cinco dias úteis. 

Ainda em 2021, a CPTM pretende realizar duas viagens para Jundiaí com o objetivo de atender as cerca de 150 pessoas com viagens pendentes, por conta da pandemia. Já para Mogi das Cruzes, não havia passagens pendentes.



Continue lendo

Mais Vistos