conecte-se conosco

Bahia

Com produção de junho, campo de Atapu vira 6º maior produtor do país

Publicado

on


O campo de Atapu, localizado na região do pré-sal da Bacia de Santos, produziu no mês de junho deste ano 111,763 mil barris de óleo equivalente por dia (Mboe/d), sendo 91,881 mil barris por dia (Mbbl/d) de petróleo e 3,161 milhões de metros cúbicos por dia (MMm3/d) de gás natural. O resultado coloca o campo de Atapu, um ano após iniciar a produção, como o quarto maior campo produtor do pré-sal e o sexto maior do país.

A informação foi divulgada hoje (28) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). De acordo com a agência, os volumes excedentes de Atapu serão ofertados na 2ª Rodada dos Volumes Excedentes da Cessão Onerosa, que deverá ocorrer em dezembro.

A produção nacional totalizou 3,757 MMboe/d, sendo 2,903 MMbbl/d de petróleo e 136 MMm3/d de gás natural. A produção de petróleo teve queda de 1% em comparação com o mês anterior e de 3,6% em relação ao mesmo mês de 2020. Já no gás natural, houve incremento de 0,9% em comparação com maio de 2021 e de 5,7% em relação a junho do ano passado.

A produção do pré-sal foi de 2,142 MMbbl/d de petróleo e 90,9 MMm³/d de gás natural, totalizando 2,714 MMboe/d. O resultado revela aumento de 0,9 % em relação ao mês anterior e de 1,6% na comparação com igual mês de 2020. A ANP informou que a produção do pré-sal teve origem em 129 poços e correspondeu a 72,2% do total produzido no Brasil.

O aproveitamento de gás natural em junho alcançou 97,7%. Foram disponibilizados ao mercado 58,9 MMm³/dia. A queima de gás no mês atingiu 3,1 MMm³/d, mostrando aumento de 6,1% se comparada ao mês anterior, mas com redução de 0,1% em relação ao mesmo mês em 2020.

Destaques

No mês de junho deste ano, os campos marítimos produziram 97% do petróleo e 82,5% do gás natural. Os campos operados pela Petrobras responderam por 92,5% do petróleo e do gás natural produzidos no Brasil.

O campo de Tupi, no pré-sal da Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural em junho, registrando 914 Mbbl/d de petróleo e 42,6 MMm3/d de gás natural. A plataforma Petrobras 75, produzindo no campo de Búzios por meio de quatro poços a ela interligados, foi a instalação com maior produção de petróleo, no total de 156.416 bbl/d.

Ainda de acordo com a ANP, a instalação Polo Arara, produzindo nos campos de Arara Azul, Carapaúna, Cupiúba, Rio Urucu e Sudoeste Urucu, por meio de 29 poços a ela interligados, foi a instalação com maior produção de gás natural, da ordem de 6,863 MMm³/d.

Enquanto Estreito, na Bacia Potiguar, teve o maior número de poços produtores terrestres (1.005), o campo de Tupi, na Bacia de Santos, foi o campo marítimo com maior número de poços produtores (61).

Já os campos de acumulações marginais produziram, em junho, 365,4 boe/d, sendo 75,1 bbl/d de petróleo e 46,2 Mm³/d de gás natural. O campo de Iraí, operado pela Petroborn, foi o maior produtor, com 284 boe/d.

A ANP informou também que, no mês de junho deste ano, foram responsáveis pela produção nacional 263 áreas concedidas, três áreas de cessão onerosa e cinco de partilha, operadas por 37 empresas. Do total, 58 áreas são marítimas e 213 terrestres, sendo 11 relativas a contratos de áreas contendo acumulações marginais. A produção ocorreu em 6.437 poços, dos quais 495 são marítimos e 5.942 terrestres.



Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bahia

MEC anuncia apoio a itinerário formativo do novo ensino médio

Publicado

on


O Ministério da Educação lançou hoje (17) um programa de apoio financeiro para implementação do itinerário formativo, uma das etapas do novo ensino médio, que será concretizada em 2022 e vai permitir que os alunos aprofundem conhecimentos em uma ou mais áreas de seu interesse.

Segundo o ministro da pasta, Milton Ribeiro, foram repassados R$ 360 milhões para mais de 4 mil escolas selecionadas pelo projeto. 

De acordo com o ministro, a nova opção curricular do ensino médio vai priorizar áreas estratégicas para o país e direcionar a jornada estudantil com destino à universidade. 

“O novo ensino médio não pode ser para poucos, e seguiremos atentos, trabalhando efetivamente para diminuição das desigualdades em nosso país”, afirmou. 

Com os chamados itinerários formativos, após concluir a formação curricular básica, cada estudante vai escolher a área em que deve seguir, de acordo com os interesses e necessidades pessoais.

Os itinerários se dividem em cinco: matemáticas e suas tecnologias, linguagens e suas tecnologias, ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e sociais aplicadas.

O quinto itinerário prevê a formação técnica e profissional.



Continue lendo

Bahia

Polícia procura autor de atentado contra consulado da China no Rio

Publicado

on


A Polícia Civil está à procura do homem que jogou uma bomba contra a sede do consulado da China no Rio de Janeiro. O atentado ocorreu na noite de quinta-feira (16) e foi gravado por câmeras de segurança do consulado.

O homem, vestindo abrigo esportivo escuro, usando máscara e boné pretos, vem caminhando pela calçada em frente a representação diplomática, que fica no bairro de Botafogo, na zona sul da cidade. Rapidamente, ele acende o artefato e o lança sobre o muro. Em seguida, ele sai correndo e a bomba explode.

“A ocorrência está a cargo da 10ª DP (Botafogo). Exames periciais foram realizados pelo Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) e pelo Esquadrão Antibomba. Agentes requisitaram e analisam imagens de câmeras de monitoramento que registraram a ação para identificar o autor. Testemunhas estão sendo ouvidas. As investigações estão em andamento”, informou, em nota, a Polícia Civil.

O consulado e a embaixada da China foram procurados para se pronunciarem sobre o atentado, mas ainda não se manifestaram.



Continue lendo

Bahia

Governo lança obra da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste

Publicado

on


O presidente Jair Bolsonaro participou nesta sexta-feira (17) do lançamento da obra de construção da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico), em evento ocorrido em Mara Rosa, no norte de Goiás. Com investimentos de R$ 2,7 bilhões, e previsão de gerar 4,6 mil empregos, a nova linha férrea terá 383 quilômetros (km) de extensão e ligará Mara Rosa a Água Boa, em Mato Grosso.

O projeto da Fico foi viabilizado com base no mecanismo de investimento cruzado, que permite que empresas detentoras de outorgas ferroviárias do governo federal possam renovar o contrato fazendo outros investimentos. Nesse caso, a mineradora Vale vai desembolsar integralmente os recursos para construir a nova ferrovia, em troca da renovação da concessão da Estrada de Ferro Vitória-Minas, operada pela empresa.

A nova ferrovia será importante para o agronegócio do Centro-Oeste, que praticamente não conta com modal ferroviário na logística de escoamento da produção. Em Mara Rosa (GO), a Fico se conectará à Ferrovia Norte-Sul, considerada a espinha dorsal do sistema ferroviário nacional, e que ligará o Porto de Itaqui, no Maranhão, ao Porto de Santos, numa extensão de mais de 4,5 mil km.

“O ressurgimento deste modal realmente era sonhado por muitos nesse Brasil. Mas ninguém faz nada sozinho, sempre temos que ter alguém do nosso lado. Nesse caso aqui, temos a iniciativa privada, a nossa Vale do Rio Doce. Uma empresa fantástica, que colabora conosco, em especial na infraestrutura pelo Brasil. A eles, o nosso reconhecimento, a nossa gratidão”, disse Bolsonaro.

Para o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, o modelo de investimento cruzado foi determinante para a viabilização do empreendimento. E segundo ele, vai ajudar a impulsionar ainda mais a construção de mais ferrovias no país.

“Esse modelo é criativo. Estamos pegando a outorga da Vitória-Minas e estamos usando para fazer a ferrovia aqui. E quando a ferrovia estiver pronta, e a Vale vai construir a ferrovia pra nós, isso é sinônimo de qualidade, é certeza de sucesso, a ferrovia é do Estado. A gente vai fazer o leilão da operação, e aí nós vamos auferir uma nova outorga, e vamos investir esse dinheiro em mais ferrovia”, disse.

O ministro lembrou que, a partir de Água Boa, a Fico será estendida até Lucas do Rio Verde (MT), importante polo produtor de grãos, também por meio de uma nova parceria privada. Nesse caso, serão mais 557 km de ferrovia e cerca de R$ 6,4 bilhões em investimentos.

Após participar do evento no município goiano, o presidente embarcou de volta para a capital federal.



Continue lendo

Mais Vistos