conecte-se conosco

Entretenimento

3° Festival de Teatro Adolescente “Vamos que Venimos Brasil” anuncia programação completa

Publicado

on


De 14 a 26 de setembro de 2021, acontece o 3º Festival de Teatro Adolescente “Vamos que Venimos Brasil”, versão brasileira do festival criado na Argentina com sede em Santo André-SP, que nesta edição será transmitido gratuitamente pelo Youtube do VQV Brasil, Youtube do SESC Santo André e do SESC SP e contará ainda com oficinas que serão realizadas pela Plataforma Zoom, mediante inscrições.

Em formato virtual, a edição 2021 deste grande encontro artístico com foco no protagonismo jovem busca incentivar e disseminar o teatro adolescente pelo país, trazendo como temática principal a celebração do centenário do educador e filósofo brasileiro Paulo Freire e a abordagem das pedagogias democráticas.

Serão apresentados doze espetáculos teatrais criados por três coletivos de Santo André, quatro de São Caetano, um de Diadema, um de João Pessoa (Paraíba), um de Fortaleza (Ceará) e um de Manaus (Amazonas), além de uma participação internacional de um grupo do Chile.

O festival terá 111 adolescentes com idade entre 13 e 20 anos se apresentando e 16 produtores da mesma faixa etária, de Guareí, Mauá, Santo André, São Paulo, Salvador e Osasco, participando da “Produção Jovem”. Uma espécie de estágio de produção cultural com adolescentes selecionados através de um chamamento público, que receberão uma bolsa auxílio para participar das etapas de realização do evento.

A programação conta ainda com doze oficinas ministradas por grandes profissionais e mestres das artes cênicas, painéis de intercâmbio, dois encontros em parceria com o SESC, sendo um pelo canal do SESC São Paulo, no programa SESC Ideias e outro pelo canal do SESC Santo André.

Além da Produção Jovem, uma equipe de 56 profissionais integra a organização do Vamos que Venimos Brasil: organizadores, equipe de comunicação, oficineiros, apreciadores, conferencistas, entre outros.

Em sua vasta programação o 3º Festival Vamos que Venimos traz a pluralidade, a horizontalidade nas relações entre gerações e valoriza a autonomia de adolescentes como sujeitos da História.

“Acreditamos na potência contida na adolescência para a construção de um dia-a-dia digno e alegre. E é na alegria que apostamos nossas energias de transformação. Este festival é uma celebração! Celebramos que a juventude ainda tenha espaços de diálogo. Celebramos as práticas libertárias e democráticas, a luta e a resistência. Celebramos Paulo Freire em seu centenário!”, comenta a organização do VQV Brasil.

A ação faz parte do projeto contemplado no Edital Proac Expresso Lei Aldir Blanc 60/2021  e tem apoio do SESC Santo André.

Mais informações: www.vqvbrasil.com, www.facebook.com/vamosquevenimosbrasil e @vqvbrasil

SERVIÇO: 3º Festival de Teatro Adolescente “Vamos que Venimos Brasil”

Quando: 14 a 26 de setembro de 2021 -Classificação Livre – Grátis

PROGRAMAÇÃO:

Dia 14 de setembro de 2021 (quinta-feira)

Horário: 16:00 às 18:00 – Encontro: “Pensar juntos: Autonomia e liberdade nos processos artísticos adolescentes” – Com: ColetivA Ocupação e Marcelo Gianini – Onde assistir: Youtube Sesc São Paulo

Horário: 19:00 – Cerimônia de abertura – Onde assistir: Youtube VQV Brasil

Dia 15 de setembro de 2021 (sexta-feira)

Horário: 15:00 – Oficina: Autorias adolescentes para encerramentos e outras aberturas – I e II – Com: Paulo Gircys, Amanda Tavares Dias, Ligia Helena e Thaís Póvoa – Onde: Plataforma Zoom (inscrições no site)

Dia 16 de setembro de 2021 (sábado)

Horário: 20:00 – Espetáculo: Suçuaranas – O Brasil através dos olhos daquelas que não abaixaram a cabeça – Com Grupo Suçuaranas – São  Bernardo do Campo/ SP

Sinopse: As filhas da mãe terra, espíritos selvagens, forças cíclicas ancestrais que contam histórias de mulheres que constroem, resistem e moldam a nossa história. “Suçuarana” é bicho do mato que ataca quando é ameaçada. A gente vira bicho, vira fera, só não vira isca de homem.

Dia 17 de setembro de 2021 (domingo)

Horário: 19:00 – Espetáculo: Título – Com Karl William – Fortaleza/CE

Sinopse: Uma reflexão sobre a existência e resistência da Arte no Brasil de hoje, através de memórias do fazer artístico de um artista que prepara seu corpo para mais uma cena, em cena, com a cena e seu título.

Horário: 20:00 – Espetáculo: E Nós Que Amávamos Tanto A Revolução – Com Grupo Jurubebas – Manaus/AM

Sinopse: Após o falecimento da avó materna, Vlad e Stuart, ao buscar fotografias antigas, acabam descobrindo um passado escondido da família. Divididos por diferentes ideais de país, encontram uma casa em conflito e que guarda um grande segredo. Numa cidade engolida pelo vento, pelo tempo, embarcamos numa volta ao passado que revela muito mais do que podemos imaginar.

Dia 18 de setembro de 2021 (segunda-feira)

Horário: 14:00 às 16:00 – Painel de diretores

Horário: 10:00 – Oficina: MoVêNcIAs Para Pulsar o Agora – Com: Janette Santiago (Escola Livre de Teatro)

Onde: Plataforma Zoom (inscrições pelo site do evento)

Horário: 10:00 – Oficina: Aproximações Cenográficas – A cenografia no recorte da câmera – Com: Mauro Martorelli – Onde: Plataforma Zoom (inscrições pelo site do evento)

Horário: 15:00 – Oficina: O processo de criação e confecção coletiva de figurinos – Com: Denise Guilherme

Onde: Plataforma Zoom (inscrições pelo site do evento)

Horário: 19:00 – Espetáculo: Oi(ii) – em processo – Com: Núcleo de Teatro Adolecente da Fundação das Artes de São Caetano do Sul – São Caetano do Sul/SP

Sinopse: Inspirado no filme “Depois a louca sou eu” a cena traz como princípio a vida de pessoas que enfrentam ansiedade e crises de pânico diariamente, abordando suas reflexões como cartas da mente.

Horário: 20:00 – Espetáculo: Você não deveria buscar ler sobre isso – Com: Teatro Singular – Santo André/SP

Sinopse: Um bardo quer contar uma história de personagens que, aos olhos da inquisição, não poderiam ser conhecidos. Uma oposição de forças entre ciência e religião é instaurada. Novo trabalho do Teatro Singular que traça um paralelo entre a Santa Inquisição e a atual ascensão fascista neopentecostal.

Dia 19 de setembro de 2021 (terça-feira)

Horário: 10:00 – Oficina: Teatro e poesia: escrita de fronteiras  – Com: Ave Terrena (Escola Livre de Teatro)

Onde: Plataforma Zoom  (inscrições no site)

Horário: 10:00 – Oficina: Entre a luz e a sombra: Introdução prática ao teatro de sombras – Com: Marô Zamaro – Onde: Plataforma Zoom (inscrições no site)

Horário: 14:00 às 16:00 – Diálogo sobre: “Suçuaranas – O Brasil através dos olhos daquelas que não abaixaram a cabeça”; “Título”; “E Nós Que Amávamos Tanto A Revolução” e “O(ii) – em processo”

Horário: 20:00 – Espetáculo: Pic Nic no Front – Com: Grupo DEVIR – São Caetano do Sul/SP

Sinopse: Adaptação de “Pic Nic no Front”, de Fernando Arrabal, fazendo uma alusão a histórias de sobreviventes de guerras diárias e absurdas que acontecem na nossa realidade brasileira.

Dia 21 de setembro de 2021 (terça-feira)

Horário: 15:00 – Oficina: Introdução ao Teatro do Oprimido – Com: Michelle Lomba – Onde: Plataforma Zoom (inscrições pelo site do evento) – A oficina segue nos dias 22 e 23 de setembro, às 15:00.

Horário: 19:00 – Oficina: O palco caldeirão: ingredientes para a construção de uma cenografia  – Com: Jaime Pinheiro (Conservatório de Tatuí) – Onde: Plataforma Zoom (inscrições no site)

Dia 22 de setembro de 2021 (quarta-feira)

Horário: 19:00 – Oficina: Dramaturgias Libertárias – Com: Solange Dias – Onde: Plataforma Zoom  (inscrições no site)

Dia 23 de setembro de 2021 (quinta-feira)

Horário: 19:00 – Espetáculo: E quando o Sol se põe – Com: João Vitor Santos – João Pessoa/PB

Sinopse: A jornada de um jovem preto que vai do Sertão da Paraíba até a Capital, se deparando com personagens que o fazem refletir sobre suas histórias, em forma de poesia e a partir de aspectos culturais locais, retratando as desigualdades e adversidades.

Horário: 20:00 – Espetáculo: Mi Casa Es Arte (Em processo) – Com: Cia. Aquarelando – Diadema/SP

Sinopse: Helena e sua mãe estão muito doentes e, com o desemprego, elas precisam arranjar uma forma de pagar o aluguel e o tratamento da mãe. Apesar do sonho ser participar de um circo, elas acabam encarando a realidade periférica e indo trabalhar em um farol.

Dia 24 de setembro de 2021 (domingo)

Horário: 15:00 – Oficina: Absurdis: Uma possibilidade de questionar-se – Com: Leila Schmuckler (VQV Mundial Buenos Aires/ Argentina) – Onde: Plataforma Zoom (inscrições no site)

Horário: 19:00 – Lançamento da Inquieta – Revista de Teatro e Adolescência n. 3

Horário: 20:00 – Espetáculo: Eternidade Company S.A. – Com: Grupo Tertúlia – São Caetano do Sul/SP

Sinopse: Na cidade nordestina Guaranapazinho quem morre por causa do vírus fatal que assola a cidade, se depara com o caos e superlotação do purgatório e inferno. Quem comanda a cidade é a corrupta Coronela Faíba Quitéria, que também morre pelo vírus. Será que ela vai para o céu ou para o inferno?

Dia 25 de setembro de 2021 (segunda-feira)

Horário: 10h00 – Oficina: Cantando encanto a palavra: uma pequena rega para vozes em flor – Com: Luciano Mendes  (Escola Livre de Teatro) – Onde: Plataforma Zoom (inscrições no site)

Horário: 10h00 – Oficina: Fragmentos Cênicos – jogo, movimento e criação – Com: Sabryna Mato Grosso

Onde: Plataforma Zoom (inscrições no site)

Horário: 14:00 às 16:00 – Diálogo sobre: “Você não deveria buscar ler sobre isso”; “Pic Nic no Front”; “E quando o Sol se põe” e “Mi casa es arte”

Dia 26 de setembro de 2021 (terça-feira)

Horário: 10:00 – Oficina: Autorias adolescentes para encerramentos e outras aberturas – I e II – Com: Paulo Gircys, Amanda Tavares Dias, Ligia Helena e Thaís Póvoa – Onde: Plataforma Zoom (inscrições no site)

Horário: 14:00 às 16:00 – Diálogo sobre: “Eternidade Company S.A.”; “Um g(rito) suspenso no tempo” e “Identidades”

Horário: 16:00 às 18:00 – Encontro: Pensar juntos: Corpos periféricos e resistências possíveis em tempos autoritários – Com: Clarianas e Bando Jaçanã – Onde assistir: Youtube Sesc Santo André

Horário: 19:00 – Espetáculo: Ser – Com: Academia Contratiempo Drama Clú –  Temuco/ Chile

Sinopse: “Ser”; Ser nerd, ser vagal, ser cdf, ser filho, ser amiga, ser estudante, ser vadia, ser mulher, ser livre, SER HUMANO. Identidade, traços, preconceitos, sociedade, objetos frutos de nossa cultura. Quem e quando SOMOS realmente? Um jogo teatral em que adolescentes tentam descobrir seu verdadeiro SER.

Horário: 20:00 – Cerimônia de encerramento – Transmissão: Youtube VQV Brasil

Canais online do VQV Brasil e parceiros

Youtube: VQV Brasil





Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Bad Luv estreia com o single ‘Eu só quero ser alguém’

Publicado

on


A Bad Luv nasceu no segundo semestre de 2021, em meio a uma pandemia, fruto de quatro mentes inquietas atrás de um novo desafio. O trio responsável pelo instrumental, João Bonafé (baixo), Murilo Amancio (guitarra) e Vitor Peracetta (bateria), já conhecidos pelo público, se une a Stefano Loscalzo, que pode parecer um rostinho novo, mas que traz consigo muitas horas de voo – seja nas plataformas de streaming, seja com suas bandas da época de adolescência, ou por trás das câmeras em palcos Brasil afora.

O single de estreia é ‘Eu só quero ser alguém’, já nas plataformas de streaming e em videoclipe.

Ouça no streaming: onerpm.link/452098476292

Assista aqui: https://youtu.be/hA8FA3xt7h8.

O single de estreia conta com uma intro parcialmente reveladora, elementos eletrônicos como a espinha dorsal da música, um refrão chiclete e linhas de bateria insanas, com referências do post-hardcore em meio a elementos eletrônicos.

A banda repaginou o conceito que os três músicos apresentaram em seus trabalhos anteriores, criando um universo novo, no qual aportaram dentro da galáxia artística que carrega Stéfano – ou Tefinho, para quem já acompanhou os primeiros movimentos da banda nas redes sociais.

O direcionamento moderno ainda se faz presente, mas agora é possível enxergar um pedaço mais íntimo, tranquilo e emotivo, proporcionado por Stéfano em seu baú de delicadezas sensatas e pontuais.

Como já dito por alguns que tiveram a oportunidade de escutar os primeiros singles da banda antes do lançamento: “É possível esperar um som para dançar de rostinho colado com a gata, ao mesmo tempo que também é possível curtir aquele som que vai te fazer pensar no seu lugar de mundo.” – e por que não essas duas nuances dentro de uma mesma música?!



Continue lendo

Entretenimento

Devassa produz série em que IZA cocria música inédita para a marca com talentos do ‘Gueto’

Publicado

on


Devassa anuncia a produção da série “Criatividade Tropical: Abre as portas para o Gueto” protagonizada por IZA. Parceria da marca de cerveja com a cantora, com idealização da agência HNK Lab, o audiovisual documentará o desenvolvimento de uma música inédita para a marca em celebração à potência cultural das periferias brasileiras.

A faixa será uma colaboração da “cria” de Olaria, Zona Norte do Rio de Janeiro, com nove talentos de diferentes subúrbios. “As nossas raízes e os momentos marcantes que vivemos na infância moldaram a nossa criatividade, uma força simbólica capaz de nos projetar para o mundo. Esse é o norte deste novo projeto”, adianta IZAEmbaixadora Tropical de Devassa.

A plataforma Digital Favela, que dá visibilidade a microinfluenciadores de aldeias e favelas do país, assina a curadoria dos talentos envolvidos. O projeto “Criatividade Tropical: Abre as portas para o Gueto” é dividido em três fases: iniciou em junho com live vertical do single “Gueto”, projetada em comunidades brasileiras; o próximo lançamento é a série, prevista para outubro; e finaliza com a música que será lançada por Devassa.

Fotos Crédito: Bruno Ryfer

As novidades sobre a série serão divulgadas nas próximas semanas. A produção é da Trace Brasil e a direção é da Aisha Mbikila.  “Devassa é uma marca que tem como propósito enaltecer o espírito transformador do brasileiro, já que ela é fruto de uma receita criativa adaptada para o clima tropical. Por isso, a série mostrará muita representatividade de talentos que promovem as transformações culturais que eclodem pelo país”, finaliza Vanessa Brandãodiretora de marketing do segmento Mainstream do Grupo Heineken Brasil.



Continue lendo

Entretenimento

Lâmmia lança EP ao vivo na expectativa de um retorno rápido aos palcos

Publicado

on


A banda Lâmmia lança o primeiro registro ao vivo, o EP ‘Lâmmia Live @ Resista Fest 2019’, gravado em fevereiro de 2019 no evento que aconteceu na cidade do Rio de Janeiro. A intenção é mostrar a força e o peso da banda ao vivo, além de matar um pouco a saudade daqueles que já vivenciaram essa experiência.

Ouça aqui: https://onerpm.link/lammia.

Com mixagem de Bruno Borges e masterização por Francisco Patetucho, o EP conta com 5 faixas, incluindo tracks do primeiro EP, ‘Lâmmia’, e também o single ‘Pulling Chain’, em versões ao vivo.

“Para a banda, lançar esse EP ao vivo é também uma forma de reviver a energia dos palcos, da atmosfera dos shows e da interação com o público, enquanto seguimos aguardando a volta dos eventos devido à pandemia de COVID-19”, conta a vocalista Carmen.

O destaque do EP é certamente a faixa ‘Pulling Chain’, que foi originalmente lançada como single em novembro de 2018. É uma música pesada porém dinâmica, com diversos momentos e ritmos diferenciados, misturando climas para criar uma música ousada e forte, aqui em uma eletrizante versão ao vivo.



Continue lendo

Mais Vistos