conecte-se conosco

Entretenimento

Bad Luv estreia com o single ‘Eu só quero ser alguém’

Publicado

on


A Bad Luv nasceu no segundo semestre de 2021, em meio a uma pandemia, fruto de quatro mentes inquietas atrás de um novo desafio. O trio responsável pelo instrumental, João Bonafé (baixo), Murilo Amancio (guitarra) e Vitor Peracetta (bateria), já conhecidos pelo público, se une a Stefano Loscalzo, que pode parecer um rostinho novo, mas que traz consigo muitas horas de voo – seja nas plataformas de streaming, seja com suas bandas da época de adolescência, ou por trás das câmeras em palcos Brasil afora.

O single de estreia é ‘Eu só quero ser alguém’, já nas plataformas de streaming e em videoclipe.

Ouça no streaming: onerpm.link/452098476292

Assista aqui: https://youtu.be/hA8FA3xt7h8.

O single de estreia conta com uma intro parcialmente reveladora, elementos eletrônicos como a espinha dorsal da música, um refrão chiclete e linhas de bateria insanas, com referências do post-hardcore em meio a elementos eletrônicos.

A banda repaginou o conceito que os três músicos apresentaram em seus trabalhos anteriores, criando um universo novo, no qual aportaram dentro da galáxia artística que carrega Stéfano – ou Tefinho, para quem já acompanhou os primeiros movimentos da banda nas redes sociais.

O direcionamento moderno ainda se faz presente, mas agora é possível enxergar um pedaço mais íntimo, tranquilo e emotivo, proporcionado por Stéfano em seu baú de delicadezas sensatas e pontuais.

Como já dito por alguns que tiveram a oportunidade de escutar os primeiros singles da banda antes do lançamento: “É possível esperar um som para dançar de rostinho colado com a gata, ao mesmo tempo que também é possível curtir aquele som que vai te fazer pensar no seu lugar de mundo.” – e por que não essas duas nuances dentro de uma mesma música?!



Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Northtale disponibiliza lyric video do single “Midnight Bells”

Publicado

on


A banda de power metal NORTHTALE fará o lançamento do novo álbum, Eternal Flame, no dia 12 de novembro, pela Nuclear Blast. Produzido por Dennis Ward (PINK CREAM 69UNISONIC), o álbum traz 12 faixas inéditas e toda uma gama de novas influências, desde thrash metal, citações clássicas e música tradicional brasileira, elementos fundidos no power metal melódico característico do NORTHTALE.

A banda está lançando um lyric video para o segundo single do álbum, a impresionante “Midnight Bells”:

By loading the video, you agree to YouTube’s privacy policy.
Learn more

Load video

O álbum Eternal Flame é o segundo da carreira da banda e marca a estreia do vocalista Guilherme Hirose. Como aquecimento para o novo trabalho, a banda lançou nos últimos meses versões de músicas do disco de estreia, Welcome To Paradise, com Guilherme nos vocais.

O guitarrista Bill Hudson afirma: “Esta é uma das minhas músicas favoritas e uma das mais pesadas do disco. Musicalmente, pude fundir minhas influências de thrash, tradicional e power metal em uma única obra, da qual estou muito orgulhoso . Liricamente, Guilherme conseguiu trazer um pouco do nosso toque brasileiro para a nossa música pela primeira vez.

O vocalista da NorthTale, Guilherme Hirose, complementa: “Essa música é extremamente pessoal e muito especial para mim. É sobre minhas crenças espirituais e me permite apresentar algumas de nossas tradições místicas brasileiras ao mundo. Espero que você possa sentir a forte energia mística que emana de ‘Midnight Bells’“.

ICYMI:
Lyric video do single ‘Only Human’https://youtu.be/QxVuZMQT5Q0

Tracklist:
1 – Only Human
2 – Wings of Salvation
3 – Future Calls (feat. Tim and Kai Hansen)
4 – The Land of Mystic Rites
5 – Midnight Bells
6 – Eternal Flame
7 – In The Name of God
8 – Ride The Storm
9 – King of Your Illusion
10 – Judas Be My Guide (IRON MAIDEN cover feat. Jonas Heidgert)
11 – Nature’s Revenge
12 – Ivy (Outro)

O álbum Eternal Flame conta com participações especiais do lendário ícone do Metal, Kai Hansen (HELLOWEEN/GAMMA RAY) e o filho Tim Kanoa Hansen (INDUCTION), Jonas Heidgert (DRAGONLAND) e Mary Zimmer (HELION PRIME). A capa do disco foi desenvolvida pelo artista Gustavo Sazes (MACHINE HEADAMARANTHEKAMELOT)

NORTHTALE é um quinteto internacional de Power Metal formado em 2017 pelo guitarrista Bill Hudson (DORO, TSO, ex-U.D.O), que estava inicialmente escrevendo canções para um álbum solo. O baterista Patrick Johansson (ex-Yngwie Malmsteen/W.A.S.P), o tecladista Jimmy Pitts, o baixista Mikael Planefeldt e o vocalista original Christian Eriksson (ex-TWILIGHT FORCE) se uniram na fase das demos, quando aconteceu a decisão de tornar o projeto em uma banda em tempom integral.

O álbum de estreia “Welcome To Paradise” foi lançado em agosto de 2019, pela Nuclear Blast, com excelente recepção ao redor do mundo e ótimas críticas na mídia especializada internacional.

No verão de 2020 a banda escolheu o novo vocalista, Guilherme Hirose, após uma procura a nível mundial que incluiu 40 candidatos de 11 diferentes países.



Continue lendo

Entretenimento

Facção Caipira convida Julico e Juliana Linhares em versão futurista de Vaidade

Publicado

on


Facção Caipira, banda carioca a um ano de celebrar 10 anos, convida os cantores Julico (The Baggios) e Juliana Linhares na versão de Vaidade, o segundo single do projeto que revisita o passado com passado junto à crew Rev Beats.

Ouça o remix de Vaidade aqui, um lançamento do selo Toca Discos: https://links.altafonte.com/1nreogv.

Vaidade, a primeira música composta pela atual formação da Facção Caipira, que desde 2017 é Jan Santoro (voz/resonator), Renan Carriço (bateria) e Câmara (baixo), foi alçada ao EP de remix por questões sonoras e sentimentais. O vocalista explica:

A escolhemos pelo ritmo e pela brincadeira com o arranjo de sopros do maestro Ciro Delvizio, gravados na Toca do Bandido por integrantes da Sinfônica Ambulante de Niterói, como Edison Matos (sax), Marcelo Benvenuti (trompete e trombone) e Ernesto Molinas (tuba). E, particularmente, é uma música que fiz pra minha mãe, tenho um carinho especial por ela“.

Na linearidade da Facção, Vaidade, música sobre solidariedade, compaixão, é especial também porque marca uma real mudança de sonoridade da banda, que se desgarra de composições baseadas em arranjos de gaita e violão para explorar outras possibilidades.

O remix é calcado no pop numa roupagem futurista com força na repetição de beats, que ora evoca o brega funk, ora o repente.

E está repleta de melodias, principalmente entre as linhas vocais que a banda compartilha com a cantora e multi artista potiguar Juliana Linhares (nome da nova geração que já esteve ao lado de nomes ‘musicais’ como Chico César, Larissa Luz e Khrystal e ‘cênicos’ como João Falcão e Duda Maia).

Já Julico entra declarando uma poesia – de sua autoria – no solo de Vaidade, em um momento que o remix entra numa espécie de repente modernoso, que lembra algo de Siba e Chico César.

Foi legal participar, temos uma admiração mútua e aceitei na hora. Gostei das novidades que a música traz e como a banda foi cuidadosa em manter a energia da composição. Nesta declamação eu reflito sobre o egocentrismo, algo que faz mal para o indivíduo e para todo o universo – resulta num mundo cada vez mais solitário. No final, somos mesmo micropoeiras dentro disso tudo“, comenta Julico.

Adoro esta faixa e adoro a voz do Jan. Fico honrada em poder participar. A faixa tem uma potência massa nas vozes, foi legal de brincar. É uma faixa quente, uma vontade de tocar e viver dos meninos neste momento de transição em que estamos“, completa Juliana.

EP Remix

Ao todo serão sete remix, de todas as fases da banda, produzidos sempre pela Facção Caipira junto à crew Rev Beats, além de convidados nos vocais. Julico (The Baggios), Juliana Linhares e Duda Brack são algumas destas participações especiais.

O coletivo dos beats nasceu dentro do estúdio Toca do Bandido e é responsável pela incursão eletrônica em meio ao blues stoner brega folk rock ou qualquer outro rótulo que caiba na inventiva e ímpar sonoridade produzida por Jan Santoro (voz/resonator), Renan Carriço (bateria) e Câmara (baixo).

Foi neste momento de pandemia que o trio enfim desacelerou – sem nunca parar – e olhou para o passado, no intuito de pensar o futuro. Neste processo, ainda nos primeiros meses de isolamento social, a Facção Caipira realizou sessions on-line, o germe deste projeto: revisitar os quase 10 anos de banda a partir de um toque moderno, que é o incremento de elementos eletrônicos em algumas músicas.



Continue lendo

Entretenimento

Idealizado por MC Leozinho O General, o projeto “Poesia Brega Funk” lança seu segundo single

Publicado

on


Chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (22), “Poesia Brega Funk, Vol. 2”, o segundo single do projeto idealizado por MC Leozinho O General. Somando mais de 10 milhões de visualizações, o MC iniciou sua carreira no brega funk em 2008, acumulando hits como “Bebo e Choro”, em parceria com Igor Dias, e “Longe de Mim”, com MC Tocha.

Com cinco singles, o projeto “Poesia Brega Funk” pretende mostrar ao Brasil a história do brega funk, que vem se destacando no mercado musical desde 2008. O primeiro single, “Poesia Brega Funk #1”, já soma mais de 40 mil visualizações e contou com a participação dos relíquias do gênero, entre eles: Sheldon, MC Tocha, MC Cego Abusado e MC Metal, responsáveis por criar e difundir o brega funk em território nacional.

O segundo volume do projeto “Poesia Brega Funk” reúne grandes nomes da cena, como MC Leozinho O General, Felipe Orginal, Dadá Boladão, MC Cego Abusado, Shevchenko e Elloco, MC Metal, Sheldon e Ryyan no Beat. Trazendo uma mistura de brega funk com trap, o single promete surpreender os fãs de cada artista envolvido.

O novo single do projeto “Poesia Brega Funk” está disponível nas plataformas digitais via ONErpm.

Ouça “Poesia Brega Funk, Vol. 2”



Continue lendo

Mais Vistos