conecte-se conosco

Tecnologia

Acer apresenta o notebook ConceptD 7 SpatialLabs Edition para criadores 3D

Publicado

on


Resumo do editor:

  • O notebook ConceptD 7 SpatialLabs™ Edition possui processadores Intel® Core™ série H de 11ª geração e uma variedade de opções gráficas, incluindo a GPU NVIDIA® GeForce RTX™ 3080 para notebook, para dar aos profissionais criativos um dispositivo capaz de acompanhar a imaginação;
  • O aplicativo SpatialLabs GO recebeu uma atualização, agora aproveitando a IA para converter e exibir conteúdo 2D automaticamente [[i]] em 3D estereoscópico, como vídeos, imagens, jogos simples e o feed da webcam dos participantes de uma videoconferência ou videochamada;
  • A linha ConceptD 3 foi expandida com novos modelos de formato concha apresentando uma tela de 16 polegadas com proporção de 16:10 e novos modelos conversíveis com telas de 15,6 polegadas.

 
A Acer apresenta o notebook ConceptD 7 SpatialLabs™ Edition (CN715-73G), trazendo 3D estereoscópico sem óculos para designers e desenvolvedores. A estação de trabalho móvel oferece suporte aos criadores com o Acer SpatialLabs, um conjunto de tecnologias ópticas, de exibição e sensoriais com recursos de renderização em tempo real para oferecer uma experiência 3D estereoscópica sem óculos. Além disso, conta com o ecossistema NVIDIA Studio, equipado com GPUs NVIDIA® GeForce RTX 3080 para notebook com tecnologia de driver exclusiva que aprimora os aplicativos criativos até os níveis ideais de desempenho e confiabilidade. Portanto, o novo ConceptD 7 é um notebook ideal para modelagem 3D e é excelente para os desenvolvedores.
 
Uma versão 15 polegadas do ConceptD 3 Ezel e uma versão de 16:10 do ConceptD 3 também são anunciadas.

“A Acer se dedica a quebrar as barreiras entre as pessoas e a tecnologia”, conta Jerry Kao, Co-COO, Acer Inc. “O SpatialLabs é um ótimo exemplo de como buscamos deixar esse objetivo guiar tudo o que fazemos. De CAD de produto e arquitetura a projetos com gráficos 3D, os designers podem finalmente ver suas criações 3D em 3D durante o fluxo de trabalho para fazer alterações melhores, em vez de ter que esperar o acabamento do projeto. Os desenvolvedores também são capacitados com novas maneiras de contar histórias e dar vida às suas ideias.”

Hardware poderoso, tecnologia inovadora

 
É necessário um dispositivo verdadeiramente poderoso para renderizar modelos 3D em tempo real. Assim, o laptop ConceptD 7 SpatialLabs Edition foi equipado com um processador Intel® Core i7 de 11ª geração, uma GPU de laptop até a NVIDIA® GeForce RTX 3080, até 64 GB de memória DDR4 e até 2 TB de armazenamento SSD NVMe PCIe[[2]]. Todo esse hardware alimenta uma tela UHD 4K validada pela PANTONE® que possui uma ampla gama de tecnologias de cores para cobrir 100% da gama de cores Adobe RGB e atingir uma classificação de precisão de cor Delta E

Acima da tela está um conjunto de câmeras estéreo que rastreiam as posições dos olhos e os movimentos dos olhos e da cabeça do usuário para exibir imagens em 3D estereoscópico. Isso é conseguido projetando-se duas imagens ligeiramente diferentes por meio de uma lente ótica que foi colada ao painel da tela, cada uma refratada para um olho diferente. As tecnologias de renderização em tempo real permitem que esse processo ocorra imediatamente – se o usuário girar a cabeça, a imagem 3D estereoscópica será ajustada como se o usuário estivesse olhando ao redor. Além disso, o computador vem equipado com um conjunto de tecnologias de Inteligência Artificial (IA) que realizam tarefas como geração de imagem estéreo, permitindo aos usuários transformarem conteúdo 2D padrão em conteúdo 3D estereoscópico.

Software 3D estereoscópico pronto para uso por designers

Logo no primeiro uso, o SpatialLabs dá aos designers a capacidade de verem seus projetos ganharem vida em tempo real. O suporte a todos os principais formatos de arquivo 3D [[3]] permite que os criadores convertam seus modelos 3D em 3D estereoscópico simplesmente importando-os para o SpatialLabs Model Viewer, onde também podem ajustar a iluminação, texturas e planos de fundo HDRI para encontrar as configurações de apresentação ideais. Além disso, os complementos do SpatialLabs Model Viewer estão atualmente disponíveis para oito suítes de software 3D [[4]], incluindo Autodesk Fusion 360, Rhinoceros e Zbrush, permitindo que modelos criados nesses aplicativos sejam exportados para o SpatialLabs Model Viewer com um único clique para revisão em 3D estereoscópico.

 
O notebook também pode ser usado em conjunto com uma tela 2D estendida, tornando possível criar ou editar conteúdo em um monitor 2D e, em seguida, visualizar quaisquer alterações feitas em tempo real e 3D estereoscópico no dispositivo SpatialLabs. Isso acelera o processo de descoberta de problemas de design e melhora drasticamente o fluxo de trabalho: Os designers de produto podem usar o SpatialLabs Model Viewer para ter uma ideia de como será o item que estão projetando antes de investir o tempo e os recursos necessários para imprimi-lo ou utilizá-lo. Os gerentes e membros da equipe também podem fornecer feedback mais claro em cada estágio de um projeto, e os clientes podem visualizar o design para garantir que ele esteja alinhado às suas expectativas.

Além disso, a solução proprietária da Acer, SpatialLabs Go, foi atualizada com a tecnologia de IA que possibilita a geração de conteúdo 3D estereoscópico a partir da maioria dos conteúdos 2D que podem ser exibidos em tela inteira, como fotos, vídeos, jogos simples e até videoconferências.

Site de desenvolvedores SpatialLabs da Acer – Plug-in Unreal Engine e solução de rastreamento de mão Ultraleap

Em maio de 2021, a Acer lançou o programa de desenvolvedores SpatialLabs para Unreal Engine, uma ferramenta de 3D em tempo real que dá aos criadores a liberdade de transformar suas visões em realidade, capacitando os desenvolvedores e equipes a colaborar e iterar mais rápido do que nunca, sem comprometer a qualidade ou escalabilidade. Com o lançamento do notebook ConceptD 7 SpatialLabs Edition, a Acer também estreou o SpatialLabs Developer Site, na qual os desenvolvedores podem obter acesso a todas as ferramentas, incluindo o plug-in Unreal Engine, bem como o suporte para o rastreamento de mão Ultraleap. Usando o hardware e software do Ultraleap, os usuários podem inserir comandos com gestos de mão, em vez de um mouse ou controlador de mão. Isso permite uma experiência muito mais intuitiva e reduz a necessidade de os usuários tocarem no dispositivo em si, o que é particularmente útil para monitores em locais de “alto tráfego”, como em um museu ou showroom.

Como parte do programa, os desenvolvedores estão trabalhando com a Acer em uma variedade de conteúdo, aplicativos e projetos inovadores – todos criados com um notebook ConceptD 7 SpatialLabs Edition. Alguns exemplos incluem:

  •  Um configurador de carro permite que os revendedores mostrem diferentes modelos e opções aos clientes, mesmo se um carro com configuração semelhante não estiver disponível no lote;
  • Os designers de interiores podem compartilhar seus percursos de design com os clientes para lhes dar uma melhor noção do espaço e da escala de cada item dentro desse espaço;
  • As tecnologias de captura de movimento possibilitam a criação de vídeos com profundidade volumétrica, para que os usuários possam desfrutar de experiências cinematográficas de 360 graus em qualquer lugar do mundo;
  • A observação geoespacial da Terra combina dados de alta resolução de satélites, plataformas aéreas e sensores batimétricos, fundindo-os para criar verdadeiras paisagens 3D.

Notebooks ConceptD 3 Ezel conversível e ConceptD 3 16:10

A Acer também expandiu sua linha ConceptD 3 com vários novos modelos, como um novo modelo de concha de 16 polegadas (CN316-73G) com tela de proporção 16:10 e um novo modelo conversível de 15,6 polegadas (CC315-73G) que pode até vir com uma caneta Wacom EMR. Os modelos ConceptD 3 Pro (CN316-73P) e ConceptD 3 Ezel Pro (CN315-73P) também estão disponíveis, ambos apresentando processadores até Intel® Core i7 capazes de atingir 4,6 GHz e uma GPU para notebook NVIDIA T1200 [2].

Todos os novos notebooks ConceptD 3 vêm com um design distintamente moderno, apresentando um revestimento MAO (Micro-Arc Oxidation) branco imaculado que resiste a manchas e abrasões para proteger o chassi totalmente em alumínio (MgAl) do dispositivo[2]. A partir daí, um monitor com validação PANTONE® e com uma classificação de precisão de cor Delta E<2 garante que todos os detalhes finos tenham a aparência exata que o criador deseja.

Preços e disponibilidade

As informações exatas sobre especificações, preço e disponibilidade variam conforme a região. Para informações sobre disponibilidade, especificações e preços de produtos em mercados específicos, entre em contato com o escritório da Acer ou varejista Acer mais próximo via www.acer.com.

 

[1] O conteúdo deve poder ser exibido em modo de tela inteira
[2] As especificações podem variar dependendo do modelo e/ou da região. Todos os modelos estão sujeitos à disponibilidade.
[3] Os formatos incluem OBJ, FBX, STEP, STL, COLLADA, IGES, glTF, 3DS, BLEND, PLY, DAE e IGS.
[4] Os complementos incluem Autodesk Fusion 360, Autodesk Inventor, Autodesk 3Ds Max, Rhinoceros, Cura, Blender, SketchUp e Zbrush.



Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Transcrição de áudio no WhatsApp: quais os benefícios para a comunicação?

Publicado

on


No Brasil, o WhatsApp é um dos aplicativos de conversação mais utilizados pela população, tanto para fins profissionais quanto pessoais. Em constante busca para aprimorar a comunicação entre os usuários, sua recente proposta de atualização para transformar mensagens de voz em texto, pode trazer benefícios importantes no contato entre as pessoas. Principalmente, diante da clara dualidade de preferências entre texto ou voz na plataforma.

A configuração, segundo o aplicativo, será opcional. Quando permitida, será possível acessar uma tela de “transcrição”, na qual a mensagem de voz será revertida em texto e armazenada localmente. Em uma crescente imersão na população no universo digital, o recurso é uma excelente forma de otimizar o contato entre as pessoas que preferem o online. Ainda mais, diante da grande massa da população que utiliza o aplicativo para diversas finalidades.

O Brasil é o 7º país do mundo que mais utiliza o WhatsApp dentre o público dos 16 aos 64 anos, de acordo com um estudo divulgado pelo Global Web Index’s – quantidade superior até mesmo dos Estados Unidos em números absolutos. Se tratando especificamente do recurso de voz, outra pesquisa feita pela Exame em parceria com a MindMiners, mostrou que 56% das pessoas gostam e preferem mandar áudios, junto com 57% que gostam de recebê-los.

Quando utilizada a nosso favor e de forma adequada, a tecnologia é completamente bem-vinda, especialmente por meio de atualizações e funcionalidades que venham facilitar nossas rotinas. Por mais benéfica que seja, contudo, não há como negar a crescente dependência que gera em nosso dia a dia. Não há prova mais clara disso do que a queda recente do aplicativo, que impactou comércios ao redor de todo o mundo, impossibilitando a comunicação entre as partes.

Cerca de 84% dos empresários no país preferem o WhatsApp para se relacionar com seus clientes, segundo dados divulgados pelo Sebrae. São mais de cinco milhões de contas no WhatsApp Business, contra pouco mais de 20% que utilizam seu próprio site para vendas. O aplicativo já se tornou uma ferramenta essencial para muitas pessoas e, por isso, deve ser investido como maneira de aperfeiçoar a comunicação digital no mundo corporativo.

As empresas devem sempre se munir e oferecer os melhores e diversos recursos de comunicação para seus clientes. Quanto mais próxima for essa relação, maior será o entendimento das necessidades dos consumidores e, como prover as soluções desejadas. Os robôs, como exemplo, são ótimos recursos e cada vez mais investidos pelas companhias, facilitando a comunicação, conquistando uma maior assertividade, aumento da taxa de respostas e, ainda, reduzindo custos com pessoal na primeira triagem do atendimento.

Os benefícios com os constantes avanços e atualizações no WhatsApp tendem a proporcionar enormes benefícios para seus usuários, com resultados maiores do que a aproximação presencial dentre as partes. Além de aperfeiçoar toda a experiência do usuário, a maior gama de possibilidades de atendimentos traz uma maior satisfação do usuário, sabendo que poderá escolher a forma de comunicação que prefere. Às empresas, cabe a adequação constante ao estilo preferido dos seus clientes.

Igor Castro é Diretor de Produtos e Tecnologia na Pontaltech, empresa especializada em soluções integradas de voz, SMS, e-mail, chatbots e RCS.



Continue lendo

Tecnologia

Saiba como a chegada do 5G móvel beneficiará os clientes de bancos

Publicado

on


A tecnologia 5G para celulares promete promover uma grande transformação no Brasil, disponibilizando velocidade de conexão, cobertura e capacidade de resposta das redes sem fio muito melhores do que as atuais. Nela também será possível conectar um número muito maior de dispositivos do que uma rede celular tradicional. Mas, além, a chegada da tecnologia trará benefícios em diversos setores do cotidiano, inclusive no meio financeiro e bancário.

Segundo Marcelo Pereira, diretor financeiro do Popibank, o 5G traz uma série de possibilidades inéditas para bancos, seguradoras e fintechs. “Com uma rede mais potente é possível oferecer produtos e serviços móveis inovadores, muito mais completos, além de tornar o mundo mais inteligente e conectado”, afirma.

Dentre as possibilidades, a nova rede permitirá aos usuários experimentarem a realidade virtual e aumentada em seus celulares. Isso facilitará o acesso aos gerentes e consultorias dos bancos. “A qualidade de chamadas de vídeo serão extremamente altas, permitindo entregar serviços, informações e atender com agilidade os clientes, se reunindo com eles no momento em que mais precisam diretamente pelo seu smartphone”, diz Pereira.

Segundo Pereira, os robôs que atualmente são programados para dar respostas automáticas sofrerão uma evolução. “Será possível implantar robôs treinados para interagir com o usuário e ajudá-los em suas transações financeiras de uma forma muito mais completa e eficaz”, completa.

O diretor financeiro do Popibank pontua que a nova rede de internet móvel vai impulsionar a Internet das Coisas (IoT), permitindo que as pessoas realizem cada vez mais os seus pagamentos sem necessitar de cartões físicos. “Os pagamentos podem ser incorporados a qualquer aparelho conectado ao 5G e reduzir os problemas que podem ocorrer durante a transação”.

Para controle interno, as instituições com o 5G conseguirão conectar todas as áreas e agências utilizando serviços confiáveis baseados em vídeo.

Fraudes
O 5G promete ainda ser uma rede mais segura por conseguir reunir dados de diversas fontes e processá-los mais rapidamente. “Assim terá como as empresas atuarem de maneira a minimizar riscos e prevenir fraudes, inclusive implantando autenticação em várias camadas, não somente com biometria ou reconhecimento facial, por exemplo, garantindo proteção extra”, explica Marcelo Pereira.

Implantação
Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a previsão é de que o 5G funcione em todas as capitais do Brasil e no Distrito Federal em julho de 2022. Para todas as outras cidades com mais de 30 mil habitantes, o prazo é julho de 2029.



Continue lendo

Tecnologia

Opera GX decola com Operius, jogo de arcade de tiro espacial para jogar no navegador quando o WiFi acabar

Publicado

on


Todos nós já experimentamos o horror inexplicável de ter que lidar com algumas conexões de internet instáveis. Nesses momentos em que o WiFi acaba, o Operius ajudará a esquecer a frustração com sua jogabilidade de arcade em ritmo acelerado. Criado na suíte de criação de jogos GameMaker Studio 2, Operius pode ser reproduzido no navegador Opera GX a partir de hoje. O jogo aparecerá sempre que a rede travar. Aqueles com uma conexão estável que realmente desejam experimentar o Operius podem simplesmente digitar opera: // operius na barra de endereços do Opera GX.

Projetado por Mors, Operius se passa em um mundo onde todos os computadores do mundo perdem simultaneamente a conexão com a internet, com um estranho OVNI que está pairando no céu parecendo ser a causa da interrupção. A única maneira de restaurar a internet do planeta é navegar através do funcionamento interno do OVNI e derrubá-lo por dentro, uma tarefa que envolve atirar em hordas de invasores alienígenas e desviar de obstáculos para avançar para o próximo nível.

Em julho, o Opera GX lançou seu Game Jam “No Internet” para encontrar o jogo que manteria seu público de mais de 10 milhões de jogadores entretidos sempre que perdessem a conexão. Com mais de 900 inscrições, todas criadas no GameMaker Studio 2, a competição foi feroz. Mas um jogo, o Operius, se destacou e emergiu triunfante depois de liderar as pesquisas públicas que viram oito jogos escolhidos a dedo angariar mais de 100.000 votos das comunidades Opera GX e GameMaker.

Operius apresenta gráficos vetoriais nítidos de inspiração retrô que prestam homenagem aos grandes jogos de tiro de arcade baseados no espaço dos anos oitenta com uma trilha sonora de alta adrenalina e pulsante escrita por Catonator. Estar offline não significa que você não pode jogar junto: Operius possui um modo de dois jogadores offline – tudo que você precisa fazer é compartilhar seu teclado com outra pessoa e entrar no modo de dois jogadores.

‘Acreditamos que os jogadores merecem um jogo melhor do que dinossauros saltadores ou surfistas. É por isso que começamos o game jam do Opera GX e encontramos o Operius, um jogo offline altamente viciante que se destaca entre todos eles”, disse Maciej Kocemba, Head do Opera GX.

“Com Operius, eu queria fazer um jogo de tiro divertido inspirado em fliperama para tirar a mente dos jogadores de estar offline e talvez até mesmo fazê-los esquecer que deveriam voltar online em primeiro lugar”, disse Mors.

“Ao criar a lista dos finalistas, procurávamos um jogo divertido de jogar, com aparência e som divertidos e, o mais importante, que você quisesse jogar repetidamente”, acrescentou Kocemba.

Além de se tornar o novo jogo offline do Opera GX e salvar muitos jogadores de uma experiência incrivelmente frustrante, o desenvolvedor do Operius também recebe um prêmio em dinheiro de 10 mil dólares. Dois vice-campeões, Aliens Stole My WiFi e Nettie & Settie Save the Internet também recebem prêmios em dinheiro de 7 mil e 3 mil dólares, respectivamente.

Felizmente, os usuários não terão que remover o roteador para jogar o Operius, pois ele está disponível para jogar mesmo sem problemas de conexão no GXC. GXC é a próxima plataforma de publicação automática do Opera e permitirá que os criadores de jogos independentes publiquem suas criações do GameMaker Studio diretamente na plataforma de forma gratuita – para que outros usuários possam aproveitar e dar feedback instantâneo. Operius, Aliens Stole My WiFi e Nettie & Settie Save the Internet estarão disponíveis no GXC.





Continue lendo

Mais Vistos