No último dia 06 de março, o Portimonense foi derrotado pelo Braga por 3×1 em jogo válido pela 24ª rodada do Campeonato Português. Naquela oportunidade, o clube alvinegro tinha apenas 16 pontos e estava distante seis pontos do Paços Ferreira, primeiro time fora da zona de rebaixamento da competição nacional. Após aquela jornada, a Liga Nos foi interrompida em virtude da pandemia provocada pelo coronavírus.

Após quase três meses sem partidas, no dia 03 de junho, o Portimonense voltou a campo para atuar diante do Gil Vicente pela 25ª rodada. Logo na volta, os comandados de Paulo Sérgio superaram o rival por 1×0 e conseguiram a partir dali renascer na competição que ainda teria pela frente nove compromissos a serem disputados.

Vale ressaltar que a reação do Portimonense não parou por aí. Na última terça-feira, a equipe superou o Boavista, em casa, por 2×1 e com o sucesso saiu da zona de rebaixamento, ultrapassando o Vitória de Setubal na classificação. Restam apenas duas rodadas para o término da Liga Nos. Na próxima segunda-feira, o Portimonense medirá forças, fora de casa, diante do Paços de Ferreira.

Ex-jogador do Londrina e Atlético Goianiense, o volante brasileiro, Romulo, está no elenco do Portimonense. Ele ressalta o que foi determinante para a recuperação da equipe portuguesa que em oito jogos após o retorno do Campeonato Português obteve quatro vitórias, dois empates e apenas duas derrotas, trajetória que fez com que o time saísse da zona de rebaixamento. “Acredito que a atitude foi o diferencial nesta retomada. Acreditávamos que tínhamos muita qualidade, mas apenas a qualidade não estava dando resultado. A atitude que estamos tendo desde a retomada está sendo o ponto crucial para conseguirmos os pontos e assim nos mantermos na elite”, resumiu o camisa 5.

Romulo destaca também que além da atitude, o trabalho do técnico Paulo Sérgio é digno de elogios. “Nosso mister é um estrategista e estamos conseguimos seguir o que ele nos passa. Temos aprendido muito tanto com ele como com os erros que cometemos antes da pandemia. Por isso, estamos focados para não termos mais tropeços. Faltam duas finais e faremos de tudo para que no próximo dia 26 de julho possamos comemorar a permanência do Portimonense na primeira divisão”, destacou o volante.

O Portimonense está com 30 pontos, enquanto o Paços de Ferreira encontra-se com 35 pontos. Romulo destaca as dificuldades do próximo compromisso, pois o rival também conseguiu bons resultados na retomada da competição. “O Paços de Ferreira além de ter um time qualificado é um adversário que também está com a confiança em alta. Eles tiveram grande evolução após a parada e se afastaram bem da zona de rebaixamento. Mas, estamos preparados para voltar de lá com bom resultado”, concluiu.



Catarse lança campanha nacional para impulsionar mercado do livro

Artigo anterior

Atitude 67 traz versões de “Se Namorar Fosse Bom” e “Jeito Carinhoso” em novo lançamento

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.