Duo-italo-brasileiro-Hate-Moss-lanca-NaN-o-segundo-album-da.jpg


O duo ítalo-brasileiro Hate Moss, formada por Tina (vocal e eletrônica) e Ian (vocal e bateria), acaba de soltar o segundo álbum da carreira, NaN, que usa muitas texturas sonoras para abordar a alienação da nossa época. O álbum foi gravado no Reino Unido, Itália e Turquia e já está disponível nas plataformas digitais.

Ouça aqui: https://smarturl.it/nan_hatemoss. No Brasil, a distribuição digital é por meio do selo Before Sunrise.

Em ciência da computação, NaN (/ næn /), sigla para Not a Number, é um membro numérico de um tipo de dado que pode ser interpretado como um valor indefinido ou não representável.

O título representa o tema principal do álbum, que enfoca a alienação derivada do hábito de tratar a vida humana a partir de um cálculo frio.

O sincretismo cultural, já presente em seus primeiros trabalhos, tornou-se ainda mais forte pela fusão de diferentes estilos musicais e idiomas.

Como enfatiza a Hate Moss, “a opção por uma abordagem musical mais comercial não implica a renúncia a questões socialmente relevantes, que de fato assumem uma importância considerável, proporcionando ao ouvinte um meio simples de compreender uma mensagem mais profunda”.

Neste álbum, como no debute, a Hate Moss convidou vários artistas nas gravações de loops, partes instrumentais e featurings, entre eles a artista Carolina Zac na música Stupid Song e Isis Broken na música Pensar.

Pensar (feat. Isis Broken) saiu também em videoclipe: https://youtu.be/ilq9qlXDxTQ.

NaN é o resultado da colaboração entre o selo Stock-a Productions com os selos brasileiro Before Sunrise Records e o selo argentino Rock City Agencia.

Todas as músicas foram compostas pelo duo Hate Moss e o álbum foi produzido e mixado no In A Sleeping Mood com a Hate Moss. A masterização é trabalho de Jason Mitchell no Loud Mastering studios.



Fonte

EBC é líder de ranking de desempenho de empresas estatais pela 3ª vez

Artigo anterior

Vice-presidente participa de feira da indústria de defesa

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.