As Expedições Gastronômicas estão de volta para revelar o potencial produtivo presente na agricultura familiar e na sociobiodiversidade baiana. Desta terça-feira (16) até sexta-feira (19), comunidades rurais do Sul da Bahia recebem chefs de cozinha para apresentar ingredientes com potenciais para a gastronomia.

O projeto é realizado desde 2016, pelo Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial, em parceria com o Instituto Ori.

Nesta edição, chamada de Invisíveis da Mata, será realizada uma imersão na Mata Cabruca e um reconhecimento das capacidades produtivas, por meio das experiências da Cooperativa de Serviços Sustentáveis da Bahia (Coopessba), em Ilhéus, e do Assentamento Dois Riachões, em Ibirapitanga, organizações apoiadas pelo Bahia Produtiva, desde a base de produção até à comercialização.

O grupo é formado por cientistas, acadêmicos, chefs de cozinha e produtores locais da agricultura familiar, que também vai percorrer as florestas do Parque Estadual da Serra do Conduru, reserva com um dos maiores índices de biodiversidade e endemismo do planeta, para desvendar o mundo dos cogumelos silvestres e leveduras selvagens comestíveis.

De acordo com chef de cozinha Caco Marinho, idealziador da expedição, o objetivo é identificar e domesticar essas espécies nativas, para serem cultivadas e utilizadas para consumo próprio: “Rica fonte de proteína, de fácil cultivo, baixo investimento e pouco uso de recursos hídricos, é totalmente sustentáveis e ecológicas. Apresenta ainda, a vantagem de ser uma produção de rápido retorno e alto valor comercial, garantindo um incremento na renda dessas famílias”.

Fonte: Ascom/Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR)



Douglas Brose vai à final do Mundial de Karatê e pode ser tricampeão

Artigo anterior

Policiais fazem ação contra roubos e furtos em vários estados

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *