Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O governador Rui Costa assinou, nesta sexta-feira (19), a ordem de serviço que autoriza a implantação da BA-658 e a construção de uma ponte sobre o rio Jequitinhonha. O evento, realizado na sede da Veracel Celulose, em Eunápolis, no extremo sul do estado, apresentou o projeto da nova rodovia, que terá 25 quilômetros e vai ligar a BA-275 e a BA-982, passando a ser uma via alternativa à BR-101.

“A nova rodovia é um instrumento que vai possibilitar a expansão da produção industrial e, consequentemente, o aumento do plantio e do faturamento das empresas, gerando, assim, mais renda e emprego para a Bahia”, destacou Rui.

Na ocasião, o governador também falou sobre os recursos para a implantação da estrada. “Essa obra é resultado dos recursos de crédito tributário que o Governo do Estado libera para que as empresas convertam em investimentos que beneficiam a população, principalmente na área de infraestrutura. Temos feito isso na região oeste, com a liberação dos créditos tributários dos produtores, para que sejam convertidos em melhorias de estradas, e tem dado muito certo, já com muitos quilômetros de rodovias construídas e requalificadas. Esse benefício, portanto, transborda e beneficia toda a comunidade e a economia dos municípios essas regiões”, explicou.

Com um investimento de cerca de R$ 95 milhões, a estrada vai favorecer o desenvolvimento da região e o aumento do fluxo turístico local, com a redução da distância entre os municípios de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Belmonte e Canavieiras. Já a ponte de 360 metros sobre o Rio Jequitinhonha beneficiará diretamente os moradores dos municípios de Belmonte, Itapebi e demais cidades da região, ao facilitar o acesso da população a serviços de saúde, educação, assistência social, entre outros. O início da obra está previsto para dezembro deste ano, e o prazo para conclusão é de um ano.

De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, a nova BA-658 e a ponte sobre o rio Jequitinhonha “vão garantir a expansão de uma base florestal de uma das maiores empresas de produção de celulose do Brasil e do mundo, promovendo ainda uma melhor circulação das cargas e também o aumento do turismo entre as regiões”.

A nova rodovia vai facilitar ainda o acesso da produção de madeira da área florestal da Veracel para a sua fábrica, que funciona há 30 anos em Eunápolis, trazendo importantes ganhos logísticos para a operação da companhia, além de reduzir custos operacionais e possibilitar uma futura expansão da empresa.

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Com a implantação da nova estrada, o fluxo de veículos da empresa será reduzido nas rodovias BA-275, BA-687 e BR-101, com uma economia de 56 quilômetros por viagem para cada carreta de transporte que realiza o percurso. Isso trará uma redução de até 25 viagens de carretas de madeira por dia nas estradas da região, diminuindo o risco de acidentes, além das emissões de CO2 na atmosfera.

“Esse projeto é muito importante, por várias questões. Primeiramente, pelo benefício social que conseguimos gerar na região. Além disso, a diminuição do raio médio tira as carretas da BR-101, o que favorece na agilidade desse transporte e oferece um ganho ambiental, com a redução da emissão de CO2, pauta que está sendo discutida em todo o mundo”, afirmou o diretor-presidente da Veracel Celulose, Caio Zanardo.

Durante a visita, Rui, que também estava acompanhado do secretário estadual de Relações Institucionais, Luiz Caetano, sobrevoou a planta da fábrica e visitou a unidade em terra, junto com diretores, colaboradores e demais autoridades presentes.

Repórter: Lina Magalí



Adab e Bahiater fortalecem defesa agropecuária baiana

Artigo anterior

Prefeitura de São Paulo inaugura centro de compras popular

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *