A Violência Cega acaba de lançar seu segundo álbum intitulado “Vida Suja Insana”, gravado em Esplanda na Bahia  produzido e mixado por Raed e distribuído pela K.G.C Selo Digital. A banda pioneira no horror punk baiano, foi formada em 2006, na cidade de Esplanada-BA pelos atuais membros: Chris (vocal) e Ruebster (bateria), e teve várias modificações na formação, chegando à atual com Raed (guitarra), Vitor (baixo) e os fundadores já citados.

 

O quarteto busca expressar com personalidade e originalidade nas suas canções todos os horrores reais e fictícios que rondam a humanidade, agregando estilos diferentes de sonoridades ao punk.

O disco conta com nove faixas que apresentam uma nova fase da banda, com letras que abordam temas que se misturam entre críticas com doses de terror.

 

Mesclando um crossover visceral, horror punk e punk rock, Violência Cega, chega com um disco insano é repleto de críticas às instituições religiosas do país, o mau uso das redes digitais, a banalização da vida, tudo em  um som cadenciado é pesado na medida certa.



Diarra Sylla, do Now United, lança novo single. “SET FREE” conta com videoclipe dirigido por Meagan Good

Artigo anterior

Aumento de casos de covid-19 adia rodada no Paranaense

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.